Itiruçu: Presidente da Câmara quer criação do Centro de Controle de Circulação de Animais

O número de animais perambulando nas Ruas de Itiruçu assusta. Diariamente é possível notar a presença de cachorros, cavalos, vacas e jegues perambulando nas Praças e Avenidas. E foi por meio da indicação Nº 12/2019 que o presidente da Câmara, Nino Mota, solicitou da prefeitura de Itiruçu a criação do Centro de Controle de Circulação de Animais, que consiste na atuação para responsabilizar dos respectivos donos, aplicando multas e até a perda de propriedade dos animais que foram apreendidos. “Essa medida será de fundamental importância para diminuir o número de animais abandonados e soltos em nossa cidade, evitando acidentes de trânsito e também preservando a vida dos animais, além de garantir qualidade de vida aos Itiruçuenses”, disse o vereador.

Ao Justificar o pedido, o vereador cita a presença de animais nas Ruas como uma prática de vários anos e, para ele, se faz necessário a intervenção do poder público municipal para instituir uma equipe com estrutura permanente capaz de identificar e recolher os animais a um centro de zoonoses, bem como identificar e punir seus proprietários, os quais deverão ser responsabilizados pelo abandono, seja com a penalidade de multa ou com a perda da condição de proprietário.

Ainda segundo a indicação do vereador, sendo constatado o abandono, o animal poderá ser destinado a adoção em favor de pessoas previamente cadastradas junto ao poder público municipal, que deve disponibilizar um contato para Disk Denúncias a fim de receber relatos de abandono.

O presidente da Câmara lembra que são constantes acidentes ocorrendo na BA-250 em decorrência de animais soltos na via, o que reforça a criação do Centro de Controle, com jurisdição em todo território Itiruçuense.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas