Itiruçu: PF realiza Oitiva para ouvir pessoas sobre denúncias de irregularidades no  Programa Criança Feliz

Itiruçu voltou a ser alvo de investigações da Polícia Federal. Desta vez o Programa Criança Feliz é o alvo. As investigações da PF são feitas mediante abertura de inquérito para apurar denúncias protocoladas pelo vereador Roberto Silva (PSB), denunciando o município por, de acordo o vereador,  utilizar-se de recursos do Programa Federal Criança Feliz para pagar aluguel de imóvel, que mesmo fechado e sem ser utilizado pelo município como sede do programa, o proprietário recebia  valores do contrato.

As pessoas ouvidas, embora não foram membros do Comitê Municipal do Programa Criança Feliz no período que foi protocolada a denúncia, algumas foram convocadas a prestarem depoimentos na chamada Oitiva da Polícia Federal, que investiga as denúncias.

O imóvel que era prestado contas para receber aluguel do programa, de fato, conforme comprava publicações e vídeos de populares e do vereador, não funcionava como sede do Programa Federal.  De acordo com o vereador Roberto Silva, foram juntadas provas e entregues para serem investigadas.

Por ser autor da denúncia, o vereador disse ter sofrido, em razão de atuar no papel de proteger a malversação dos recursos públicos, um pedido de cassação de seu mandato, assinado por pessoas investigadas pela Polícia Federal.  O pedido sem base legal nem chegou a ser levado como pauta pelo presidente da Câmara. No entanto, o que parece ter sido “Aluguel Amigável”, agora é alvo da Polícia Federal.  De acordo com o vereador, a não utilização do prédio alugado foi constatado pelo Ministério Público Estadual e  Federal, in loco. No vídeo abaixo, o vereador comenta as denúncias.

O Programa Criança Feliz. 

O Município no mês de abril, através da portaria Nº 028, nomeou  o Comitê Municipal do Programa Criança Feliz.  Na nomeação, houve a inclusão de uma professora da rede Municipal, Sra. Margarete Cerqueira,  como membro, mas a docente solicitou a retirada do nome por alegar impedimento, por força da Portaria nº. 016, de 03/04/2020, de afastamento temporário de membros por ocasião do pleito eleitoral de 2020. Para o lugar da professora, foi nomeado o professor aliado da gestão municipal, Djalma dos Anjos Santana.

A Coordenação Técnica do PROGRAMA CRIANÇA FELIZ é exercida pela área de Proteção Social Básica, da Secretaria de Assistência Social. A pasta é ocupada de forma interina pela Secretária de Administração, Sra. Rita Moura. Ainda neste ano, o município adquiriu um veículo novo para atuar nas ações do Programa.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas