Itiruçu: “Festa é quando se tem dinheiro sobrando e Itiruçu não têm”, diz prefeita, que assegura pagar salários em dia

A não realização da festa da Virada em Itiruçu foi o assunto mais comentado nas redes sociais e nos Bairros da cidade nos últimos três dias, desde os grupos de Whatsapp ao Facebook, de onde saíram comentários de jovens e pessoas da sociedade cobrando um movimento que unisse às famílias a espera de 2019, como em outros anos. E, como sempre, quando se trata de questões relacionadas às críticas políticas, as opiniões de dividem entre defensores  e cobradores.

Ao participar da Cerimonia de posse do novo presidente da Câmara nesta terça-feira (01), a prefeita Lorenna Di Gregório, como de praxe, fez um desabado sobre o assunto e classificou as cobranças como apenas de redes sociais e feitas por ‘meia dúzia de pessoas’, apenas. A prefeita  salientou que não se pode gastar com festa quando se tem contas a pagar e não dispõe de dinheiro em caixa, afirmando não haver recursos em caixa na prefeitura para gastar com festas.

[Na verdade, a lembrança do réveillon não era somente das redes sociais, mas à comunidade também cobrou através dos meios de comunicação, rádio e em suas páginas].

Outro assunto comentado pela gestora foi quando as cobranças no pagamento do salário dos servidores municipais, que passou do dia 31 para o 5º dias útil do mês seguinte para creditar nas contas, afirmando pagar rigorosamente em dia. Lorenna ainda comentou assuntos relacionados ao governo municipal e parabenizou a Câmara de vereadores e disse que os poderes devem caminhar juntos, frisando que em 2019 irá realizar obras de calçamentos através de financiamento.

Ouça abaixo o áudio abaixo  do cometário da prefeita Lorenna Di Gregorio:


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas