Itiruçu: Família cria VAKINHA e pede ajuda para o pequeno Heitor; Criança nasceu com hidrocefalia e esquizencefalia

A Luta de uma família para ajudar o pequeno Heitor, de 01 ano e 8 meses, ganhou uma campanha Online para arrecadar recursos e poder custear tratamentos. A Vakinha foi a maneira que o casal Vanessa e Paulo Henrique (na foto) encontraram para buscar ajuda. Eles residem na cidade de Itiruçu.

De acordo com relatos ao Itiruçu Online, a criança faz acompanhamento na APAE em Jequié, mas a família busca também outro acompanhamento e outras necessidades para adaptar a vida do garoto por solicitações médicas, a exemplo de cadeira, aspirador, banheira e o Boton, que é prioridade no momento.  A Família vive apenas com salário mínimo e a renda não comporta os gastos.

Se você puder ajudar ao pequeno Heitor, clique aqui e faça sua doação: VAKINHA DO HEITOR

Abaixo, leia o pedido da família:

Olá gente, tudo bem com vocês?

Essa vakinha é pra Heitor, que tem 1 ano e 8 meses. Ele  nasceu diagnosticado com  hidrocefalia e esquizencefalia. Já passou por 3 cirurgias e essa última foi a gastrostomia, pois em abril do ano passado começou a apresentar dificuldade em deglutir, então, ele deve que colocar a gastro. Desde o começo desse ano que a cirurgia vem apresentando inflamação, até febre Heitor teve e o boton custa a partir de R$ 1.200,00. Heitor também precisa de um carrinho adaptado por conta dele está crescendo e ficando pesado e não poder usar carrinho normal devido aos esparmos musculares e as crises convulsivas. Realmente é muito caro.  Temos necessidade de uma banheira adaptada, pois a que ele usa já está pequena. Precisamos de um aspirador, pois ele acumula muita secreção salivar e o mesmo ainda não recebe o benefício do INSS, que estamos ainda na luta e não temos condições em comprar. Nossos gastos com leite ( zero lactose) fraldas, consultas médicas, remédios e Bernardo ( irmão de Heitor)  –  que ganhou pré-diagnóstico de autismo-. Então, fizemos essa vakinha para quem puder nos ajudar de alguma forma. Nossa situação é muito difícil e mantemos tudo isso com apenas 01 salário mínimo. Ajude-nos.

Desde já agradecemos a todos e que Deus abençoe vocês.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas