Itiruçu: Desportistas protestam contra destruição de Campo para construção de Casas do Minha Casa Minha Vida

Grupo fecha buraco e protesta contra destruição de campo.

Poucos municípios Brasileiros tiveram intenção de projetos habilitados para o Programa Minha Casa Minha Vida, conforme publicação no Diário Oficial da União. A cidade de Itiruçu encontrar-se entre as beneficiadas com 100 Unidades, com a construção de 50 Unidades Habitacionais no Loteamento Residencial Nova Itália e outras 50 destinadas ao Residencial D”Milano. Clique aqui e confira anúncio.

O estudo do solo em uma área já destinada para a construção das casas provocou revolta dos  desportistas da cidade, vez que, foi cavado um buraco no meio do Campo do Bairro Itiruçuzinho, usado pelos times de Bairros para jogos e projetos esportivos, bem como, avaliações de peneiras, como recentemente o time do Vitória avaliou jovens e até selecionou um dos garotos para integrar à base da equipe, em Salvador (relembre aqui).

 

Após equipe da Caixa Econômica realizar o estudo do solo, sendo positivo para prosseguir com o projeto, um grupo de desportistas tamparam o buraco no meio do campo e prometem resistência quando a destruição do campo, alegando que não há na cidade outro espaço de livre acesso para prática do esporte, pois o estádio municipal com campo gramado é selecionado os jogos e datas para ser usado.  Existe uma dificuldade em manter o gramado em totais condições para receber jogos semanalmente e diariamente para uso de treinos é praticamente impossível. O campo peladão, como assim é chamado, é usado exatamente para treinos e jogos amistosos e, sobretudo, para projetos esportivos com jovens e adolescentes. Em Itiruçu não existe outro espaço igual na sede do município.

Ao justificar a ação na rede social, a assessoria de comunicação da prefeitura qualificou os protestos como “Politicagem”, pedindo para que fosse feita uma votação: se os beneficiados pelo programa queriam casas ou campo, afirmando ainda que haveria outros locais onde poderiam jogar futebol algumas vezes na semana.  O local onde serão construídas as casas fica a metros do Pinicão, lago de decantação do esgotamento da cidade, principal proliferador das muriçocas.

 

Equipes dos jornais da Itiruçu FM estiveram no local na sexta-feira (19)  ouvindo as reclamações dos desportistas. A sonora das entrevistas irá ao ar nesta segunda-feira no Primeiro Jornal (das 06h00 às 06h30) e no Giro Total (das 12h às 13h30).


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas