Itaquara: “Se for da vontade de Deus e do povo, estarei novamente sendo prefeita de Itaquara”, diz Iracema Araújo

Foto/Blog Itiruçu Online

Foto/Blog Itiruçu Online

Em entrevista cedida ao Itiruçu Online, a prefeita do município de Itaquara, Iracema Araújo (PMDB), comentou  o momento que vive a gestão municipal. Para ela (Iracema), Itaquara não é diferente de nenhum outro município Brasileiro.

-A situação de Itaquara não é diferente de outros municípios, inclusive viajamos para Salvador onde tivemos uma mobilização de prefeitos e vereadores em virtude da diminuição de recursos que tem vindo cada vez menos para os municípios. Só que, em Itaquara, Graças a Deus, é como sempre digo: ‘ainda estamos equilibrados’. Não estamos com funcionalismo atrasado, as obras que haviam paralisadas por um mês ou dois, que foi a obra do cascalho, graças a Deus já retomamos. Apesar de todas as dificuldades considero pelo que tenho visto com outros colegas prefeitos, Itaquara vai muito bem- Comentou a gestora itaquarense.

Questionada sobre reeleição, a gestora disse viver do presente, mas praticamente, em resumo da resposta, irá buscar a reeleição nas eleições de 2016.  – Vivo muito o meu presente. O futuro a Deus pertence. Acho que não podemos começar as coisas e simplesmente parar no meio do caminho. Irei trabalhar como sempre fiz até o ultimo dia do meu mandato, mas isso ai depende muito, primeiro da vontade de Deus e da vontade do povo. Se for da vontade de Deus e do povo estarei novamente sendo prefeita de Itaquara-, disse.

Atuando como vice-presidente do Consórcio dos Municípios do Vale Jiquiriçá, a prefeita salientou as conquistas da luta municipalista e disse que o Consórcio é um elo dos municípios com o governo do estado. Essa aproximação da prefeita de Itaquara com o governador Rui Costa (PT) é comentada no meio político, em virtude de ela ( prefeita Iracema) ter sido aliada do ex-governador Paulo Souto na corrida eleitoral de 2014, mas a situação não a impende de buscar benefícios.

 – O Consórcio passou a ser uma ponte de ligação entre os municípios e o governo do estado. Eu sou de ir pelo perfil da pessoa, acredito que partido politico é somente uma sigla e minha sigla é PMDB, mas o meu partido é o povo de Itaquara. Eu não tenho àquela ‘picuinha politica’ de ‘ Não, esse aqui eu não irei por ser  meu adversário politico’, eu sou prefeita para servir cada vez mais e melhor o maior número possível de pessoas, os munícipes de Itaquara dependem de mim para tudo, na saúde, educação, segurança e, se o governador é Rui Costa  e estou vedo que ele está tendo um bom desempenho  e bem intencionado, como irei ficar contra o governador do estado? Em hipótese alguma. Nós estamos em parceria e tudo que pleiteamos temos conseguido, e não será diferente, pois estou defendendo os direitos de 8.231 pessoas. Não posso ter a minha atitude particular e esquecer quem está por traz de mim precisando das coisas-, enfatizou Iracema.

Ainda citando a luta dos prefeitos para enfrentar a crise que assola os municípios brasileiros, a prefeita citou alguns resultados positivos através das conquistas dos Consórcios.

– Já conseguimos muitas coisas. A policlínica é uma das que é feita via Consórcio.  Já assinamos o convênio do DERBA, que deixou de existir e os Consórcios herdaram as máquinas para que possam servir a comunidade. Em relação à educação, tivemos uma conversa no dia 01/09 com o secretário do estado para ver o que podemos fazer via Consórcio na educação. Conseguimos também do MSD um convênio para Cisternas, dentre outros benefícios. Somos um Consórcio novo e ainda estamos nos estruturando para conseguirmos benefícios-, disse a representante municipalista.

Perguntada se seriam verdadeiros os elogios que recebe da imprensa, que intitula de gestora bem avaliada em seu município, Itaquara, a prefeita foi muito firma na resposta e assegurou viver momentos difíceis na gestão municipal, mas disse também fazer gestão com organização e compromissos com os recursos municipais.

– Para se ter uma ideia, no mês de agosto desse ano tivemos uma queda de receita de 20% em relação a agosto do ano passado, então, a coisa é complicada para nós gestores e gestoras. Temos que administrar com pouco dinheiro e ter que arcar com todos os compromissos, pois somos impedidos de diminuir salários, não podemos parar a saúde, não se deve para a educação, e nada dos serviços essenciais dos municípios. Quando o dinheiro é pouco, mas bem administrado, e para isso sou extremamente chata, pois considero dinheiro público sagrado. O meu dinheiro posso rasgar e jogar fora que não é da conta de ninguém, mas o dinheiro público vem para matar a fome das pessoas, para saúde e educação, então eu brigo por centavos e, graças a isso, estamos conseguindo manter em dia o nosso funcionalismo e fornecedores. Com fé em Deus iremos continuar assim até o final do mandato-, finalizo prefeita Iracema Araújo.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas