Irajuba: Prefeito Antonio Sampaio avisa que vai cortar ponto de professores grevistas

Foto/Blog Itiruçu Online

Foto/Blog Itiruçu Online

Diante de uma greve deflagrada pelos professores de Irajuba desde o dia de ontem, quarta-feira (04), o prefeito Antonio Sampaio (PP), se manifestou e avisou que irá cortar o ponto dos que estiveram deixando as salas de aula. A declaração do gestor foi dada ao programa jornalístico da LT FM, ancorado pelo repórter Dilson Santos, nesta quinta-feira (05).

Na defesa de sua gestão, Sampaio alega que a greve é irresponsável e afirma ter cumprindo o acordo feito com a categoria através da APLB Sindicato, núcleo local. -“Nem só Irajuba como outros municípios estão ainda se organizando para criar os planos de cargos e salários dos professores. Fiz um compromisso com a APLB de enviar o projeto na semana passada e assim fizemos no prazo certinho e já foi enviado, lá (na câmara) aconteceu uma diferença do Plano e a câmara está discutindo porque eles queriam que fosse aprovado no mesmo dia e do jeito que veio. O projeto teve que passar pela comissão da educação e seguir todos os procedimentos legais. Com isso não foi aprovado ao bel prazer das pessoas que estão ai fazendo esta confusão. Eu chamei o pessoal e disse: como é que vocês irão fazer uma greve e sem razão, o compromisso da prefeitura foi cumprindo, mas agora depende da câmara. Eu não sou vereador e não irei votar no projeto. Resultado, eles entraram em greve e paralisaram ontem ( quarta-feira, 04), e foram às Ruas com um carro de som fazer suada, mas não tenho nada haver. Já avisei que irei cortar o ponto dos professores que adeririam a greve, pois se eu estivesse descumprindo com o meu dever e minhas obrigações, tudo bem, mas eles é quem não querem dar aula, a verdade é esta. Tenho chamado atenção pra conversar e resolver o problema, pois com isso quem perde são os alunos e os pais de famílias. Ontem reuniram a APLB com a Câmara e um representante da prefeitura para tirar algumas possíveis dúvidas pra logo em seguida o plano ser votado”, – declarou Sampaio.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas