‘Inacreditável que o projeto seja de um senador eleito pela Bahia’, diz Nilo sobre revogação da cota de 30% de candidaturas de mulheres

Ângelo Coronel, do PSD da Bahia, protocolou  no Senado um projeto que propõe a revogação da cota de 30% de candidaturas de mulheres. Para o senador, a regra em vigor cria um “estímulo artificial” da participação feminina na política e “facilita candidaturas de laranjas”.

De imediato o senador recebeu diversas críticas de políticos, que se posicionaram contra a medida. O deputado federal Marcelo Nilo (PSB/BA) manifestou surpresa com o projeto apresentado pelo senador baiano Ângelo Coronel (PSD). “Se não fosse algo sobre um tema tão relevante, talvez, ninguém realmente desse tanta notoriedade ao projeto”, pontuou Nilo.

“Mas, em tempos sombrios como o que vivemos, o projeto é um completo absurdo. É inacreditável que seja de autoria de um senador eleito com os votos do povo baiano. Justamente, o povo que mostrou para o país inteiro o que é resistir bravamente ao retrocesso nacional”, contextualizou.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas