ILha na Bahia é confiscada em operação contra sonegação

Foto Divulgação

A Operação Alquimia, deflagrada nesta quarta-feira pela Receita Federal, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, confiscou até uma ilha da baía de Todos os Santos, perto de Salvador. Além do terreno de 20 mil metros quadrados e das construções, também foram apreendidos na ilha oito jet-skis, quadriciclos, motos, carros e até barras de ouro.

A investigação do caso começou em 2002, com fiscalização da Receita na Bahia sobre dez empresas do grupo Sasil, um dos principais distribuidores de produtos químicos do País. Com atuação desde 1973, a Sasil Comercial e Industrial de Petroquímicos atua na venda e distribuição de produtos químicos, com destaque para resinas termoplásticas. Subsidiária da holding Stahl Participações Ltda, possui filiais em 12 Estados e depósitos por todo o Brasil. O presidente da Sasil é Paulo Sérgio Costa Pinto Cavalcanti. Ele está na lista das pessoas que a polícia quer prender, mas o comando da operação ainda não confirmou se ele já foi encontrado. A polícia ainda não confirmou se ele é o dono da ilha confiscada.



Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas