Homenagem da Prefeitura de Jequié a Waly Salomão segue atraindo público

O mês de aniversário do escritor, compositor e ex-secretário nacional do Livro, Waly Salomão, segue atraindo o interesse de estudantes e do público em geral. A visitação às exposições “Janelas de Marinetti” e “Algaravias” vem acontecendo de maneira constante e com a procura ininterrupta. A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, como parte das homenagens ao poeta jequieense, promoveu o encontro entre a comunidade local e o filho de Waly, o também escritor, Omar Salomão.

O encontro, que aconteceu na sexta-feira, 15, foi mediado pelo poeta, jornalista e produtor cultural, José Inácio Vieira de Melo, e se deu através de uma parceria entre a Secretaria de Cultura e Turismo e a Academia de Letras de Jequié. O escritor Omar Salomão manteve uma animada conversa com estudantes, intelectuais e membros da Academia de Letras de Jequié e falou a respeito das homenagens ao pai e de sua história no mundo das artes. Na ocasião, o poeta e artista plástico carioca, Omar Salomão, lançou o livro intitulado “Pequenos Reparos”, publicado pela Editora José Olympio.

“Além do fato de estarmos compartilhando conhecimentos sobre poesia com o público presente, a presença de Omar Salomão, em Jequié, nos dá a sensação de estarmos cumprindo bem com a orientação do prefeito Sérgio da Gameleira, para que a Secretaria de Cultura e Turismo realizasse um grande evento em homenagem a Waly Salomão, considerando o tamanho do legado deixado pelo artista.”, disse o secretário de Cultura e Turismo, Alysson Andrade.
“Ver a exposição acontecendo na sua plenitude, com as escolas vindo ver de perto, com as crianças tendo curiosidade sobre o artista e assim adquirindo conhecimento, através do que é exposto no Museu, nos enche de felicidade. Estamos celebrando a obra de Waly e, ao mesmo tempo, fazendo um resgate histórico de valorização de nossas raízes.”, disse o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira.
A exposição, que celebra o mês de aniversário de Waly Salomão, vai até o dia 30, no Museu Histórico João Carlos Borges, na Avenida Rio Branco, no Centro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas