Homem é preso após se passar por servidor público federal

Carlos Alberto da Silva Ribeiro, 49 anos, foi capturado em flagrante em uma agência bancária, localizada no Centro da cidade de Vitória da Conquista, após se identificar como policial e oficial de justiça. Com o criminoso as equipes da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Vitória da Conquista) apreenderam documentos, crachás e insígnias de diversas funções. Na tarde da quarta-feira (4), populares desconfiaram da atitude de Carlos Alberto, que se identificou como policial e deu voz de prisão a uma pessoa. No mesmo dia, em outro ponto da cidade, o criminoso havia se envolvido em outra confusão e revelado ser servidor público. De acordo com o comandante da 77ª CIPM, major PM Nivaldo Goes Oliva Junior, a população ficou atenta às atitudes do criminoso e ligou para o Centro Integrado de Comunicação.

Foram encontradas em posse do criminoso carteiras de oficial avaliador do Poder Judiciário do Estado da Bahia, de Identificação de juiz de paz com brasão Federal, de oficial de Justiça Federal, de delegado de Defesa dos Direitos Humanos Federal, de agente de Proteção da Infância e Juventude Federal, de juiz Arbitral Federal; de oficial de Mediação e Conciliação Federal; distintivos com de agente do Poder Judiciário com Brasão Federal, de oficial de Justiça do Poder Judiciário, de perito civil e crachá de identificação de delegado de Direito Humanos. Além dos documentos de identificação de serviços públicos, também foram encontrados dois cartuchos de ar comprimido, um cartucho calibre  22 e uma pistola de ar comprimido.Todo material e Carlos foram levados para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Vitória da Conquista, onde o criminoso foi autuado por usurpação da função pública e porte ilegal de munição. Ele já foi encaminhado para o Conjunto Penal do município.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas