Ex-presidiários tombam após resistirem ação Policial em Lajedo do Tabocal

Dois elementos tombaram em ação Policial no município de Lajedo do Tabocal. De acordo com informações policiais ao Blog Itiruçu Online, a guarnição da Cipe Central realizava rondas pelo no perímetro rural do município, Povoado do São Pedro, sendo informados que dois indivíduos armados estariam causando terror, promovendo assaltos e realizando intenso tráfico de drogas, buscando refúgio no povoado de São Pedro.

Após contar com apoio de uma Guarnição da 93ª CIPM de Maracás, o efetivo policial deslocou até o Povoado e efetuo cerco contra os denunciados, que, segundo a Polícia, resistiram e  uma tentativa de fuga empregando o uso  de arma de fogo, sendo repelidos de pronto pelos policiais militares. Os elementos tentaram fugir entrando em uma residência na localidade, sendo acompanhados pelos policiais que foram mais uma vez surpreendidos por novos disparos, sendo necessário uma ação mais enérgica e proporcional ao intento da dupla criminosa. Após o cessar fogo, percebeu-se os dois indivíduos caídos ao solo alvejado, e com os mesmos dois revólveres, sendo socorridos ao Hospital Municipal de Lajedo do Tabocal, com vida, todavia o quadro evoluiu para o óbito, atestado pelo médico plantonista.

Juan Paz da Silva, 26 anos e Saulo dos Santos Oliveira foram identificados como os residentes a ação policial. Segundo a polícia, a dupla é acusada de participação em assaltos, tráfico de drogas e roubos e estaria a meses escondida na região praticando crimes. Saulo e Juan eram egresso do Conjunto Penal de Jequié e cumpriam pena em regime aberto.

Com eles foram apreendidos: 01 (um) Revólver, cal. .32, Taurus, numeração 79573 contendo munições de mesmo calibre, sendo 03 deflagradas, 02 picotadas e 01 intacta; 01 (um) Revólver, cal. .32, marca ignorada, numeração suprimida, contendo munições de mesmo calibre, sendo 04 deflagradas, 01 picotada e 01 intacta; Aproximadamente 400g de substância análoga à maconha; e 01 máscara.

O resistente identificado pela alcunha de “JUAN”, já tinha diversas passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo a veículos, bem como troca de tiros com policiais rodoviários federais. O resistente identificado pela alcunha de “SAULO”, já tinha diversas passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo a veículos e assalto a mão armada


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas