Estados e municípios se unem pela melhoria da aprendizagem no país

A união de forças para a melhoria da aprendizagem dos estudantes em todo o país destacou-se como um legado do encontro dos secretários de Educação dos Estados brasileiros e dos municípios, na quinta (25) e nesta sexta-feira (26), em Salvador. Promovida pelo Conselho Nacional de Secretários da Educação (CONSED) e pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), a atividade marcou a articulação, o alinhamento e o fortalecimento das relações institucionais entre os principais gestores educacionais do Brasil, potencializando, também, o regime de colaboração entre os entes do sistema educacional. Os gestores saíram com uma agenda de trabalho comum para garantir acesso com permanência e aprendizagem adequada dos estudantes, bem como para que o país cumpra as metas estabelecidas no Plano Nacional de Educação.

Nestes dois dias de trabalho, os secretários discutiram estratégias e definiram o documento base, a partir da Agenda da Aprendizagem, lançada pelo CONSED e pela UNDIME, que será entregue por estas instituições ao Ministério da Educação, na segunda ou terça-feira (29 e 30), em Brasília. Sete pontos da Educação Básica, considerados como de máxima relevância e urgência, foram elencados como prioridades para a interlocução junto ao MEC. São eles: Financiamento, Base Nacional Comum Curricular em Regime de Colaboração, Ensino Médio, Gestão Escolar, Avaliação, Formação de Professores e Inovação e Tecnologia.

Dentre estes temas prioritários, o financiamento da Educação foi considerado como um dos mais críticos e que  merece um tratamento urgente por parte do Governo Federal, pela presidente do CONSED e secretária da Educação de Mato Grosso do Sul, Cecília Motta. “Fizemos, aqui, um trabalho impagável para a Educação brasileira e nosso foco é a aprendizagem, é buscarmos um caminho para que todos aprendam. Então, queremos dizer ao Governo Federal que tem que haver um aporte maior de recursos por parte da União para as escolas. O FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) com um aporte de recursos de 10% é muito pouco para a Educação. Nosso foco, portanto, é o financiamento da Educação e o aprendizado dos nossos estudantes”.

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, fez uma avaliação sobre o evento e destacou a importância da união entre secretários estaduais e municipais com vistas ao regime de colaboração, dentro de uma agenda comum. “Saímos deste encontro histórico, que uniu o CONSED e a UNDIME, com um saldo muito positivo. Independentemente da situação nacional, este processo tinha que acontecer de forma mais estratégica, visando a união dos municípios e dos Estados na execução e defesa da Educação pública. Como estamos vivendo um momento de ameaça na questão do financiamento da Educação pública, tanto pela crise econômica como pela concepção do Governo Federal, temos que estar juntos na construção de uma agenda, concluí-la e capacitar as nossas equipes estaduais e municipais em busca de um permanente diálogo com a União. O fortalecimento deste regime de colaboração em defesa da Educação pública e de qualidade é fundamental para nós”.

O presidente da UNDIME Bahia, Willian Panfile, também falou da importância da união das agendas em regime de colaboração e fez uma avaliação positiva do evento. “Este encontro tem um saldo muito positivo para a Educação. Parabenizo o Estado da Bahia por ter articulado esta reunião com secretários estaduais e municipais no nosso Estado. É um momento muito importante de fortalecimento do regime de colaboração. Pela primeira vez o CONSED e a UNDIME fizeram uma agenda conjunta para discutir a aprendizagem e elaborar um planejamento visando a criação de uma política que possa contribuir para melhorar os índices educacionais”.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas