Estado dialoga com prefeituras sobre planejamento das aulas do ano letivo 2020/2021

As secretarias estaduais da Educação (SEC), da Saúde (SESAB) e de Relações Institucionais (SERIN) realizaram, nesta terça-feira (6), uma reunião com representantes de 31 municípios integrantes do Consórcio Público Interfederativo de Saúde que estão localizados nas regiões dos Núcleos Territoriais de Educação de Vitória da Conquista (NTE 20) e Itapetinga (NTE 08). Na oportunidade, foi discutida a situação da pandemia nas regiões e apresentadas ações desenvolvidas para o início do ano letivo 2020/2021 na rede estadual de ensino, que tem no planejamento três fases: remota, híbrida e presencial, esta última quando as condições de segurança e saúde permitirem.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou a importância do regime de colaboração entre Estado e municípios. “Desde o começo de 2020 já temos um forte diálogo com a UNDIME (União dos Dirigentes Municipais de Educação) e a UNCME (União dos Conselhos Municipais de Educação), que gerou diversas iniciativas para darmos conta deste momento de pandemia. Temos um trabalho desenvolvido pela SEC dentro das áreas pedagógicas, de gestão, de infraestrutura e tecnológica, que podem ser aproveitadas pelos municípios em parceria com a gente”.

Para a subsecretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, o momento é de avaliar a situação da pandemia. “Com as novas medidas que iniciaram nesta segunda-feira, precisamos de 10 a 15 dias para vermos como as coisas caminham, principalmente em relação às vagas de leitos de UTI, à oferta de respiradores e até mesmo aos resultados do processo de vacinação”.

O secretário de Relações Institucionais, Jonival Lucas, falou que a proposta do Estado é manter um diálogo constante com os municípios. “A nossa procura é manter este debate para que possamos ter toda a segurança na volta às aulas presenciais”.

O prefeito de Belo Campo, José Henrique “Quinho”, que é presidente do consórcio, fez um balanço da reunião. “Foi bastante esclarecedor conhecer este trabalho da SEC em relação ao início do ano letivo da rede estadual, além de podermos dialogar sobre as perspectivas do Estado para o retorno às aulas presenciais”.


Comentários

Deixar uma Resposta


Notícias Relacionadas