Engenheiro agrônomo é preso acusado de mandar matar mototaxista em Jequié

acusado

Um engenheiro agrônomo foi preso acusado de mandar matar um mototaxista em Jequié, depois de uma briga. Segundo a Delegacia de Furtos e Roubos da cidade, Abelardo Martins de Uzeda Filho contratou um homem para matar Luiz Carlos Brito Bonfim, 48 anos, em 3 de julho deste ano.

O mototaxista foi morto depois de fazer uma corrida – o passageiro era Thiago Almeida Santana, que depois de chegar ao destino, no bairro Caixa D’Água, matou Luiz Carlos com golpes de faca no pescoço. Ele e outros dois comparsas teriam recebido R$ 1.500 para cometer o crime. Todos já tiveram mandatos de prisão expedidos, mas só Thiago foi detido até o momento, além do mandante. Inicialmente, a polícia acreditou que se tratava de um caso de tentativa de assalto, mas acabou descartando essa possibilidade ao longo da investigação.

O engenheiro agrônomo e o mototaxista eram desafetos desde que Luiz Carlos foi testemunha em um caso de agressão contra Abelardo. Os dois brigaram e o engenheiro teria chegado a ameaçar o mototaxista.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas