Educadores avaliam ações voltadas para alfabetização na idade certa

A alfabetização das crianças na idade certa, até os 8 anos de idade, é uma das ações estratégicas desenvolvidas pela Secretaria da Educação do Estado em regime de colaboração com 381 municípios baianos, por meio do Programa Estadual Pacto pela Educação. A iniciativa envolve formação de professores, distribuição de material didático e assessoramento técnicos dos municípios. E foi com o objetivo de socializar as experiências realizadas ao longo do ano letivo de 2017, no âmbito do programa, que a Secretaria realizou, nesta segunda-feira (27), em seu auditório, no Centro Administrativo da Bahia, na capital, o seminário Rede de Experiência, dentro do ‘Ciclo de Alfabetização: refletindo as experiências pedagógicas e de gestão’.

O seminário envolveu profissionais da Educação de nove municípios pertencentes ao Núcleo Territorial de Educação (NTE) 26 – Região Metropolitana de Salvador (RMS) e contou com a participação do secretário Walter Pinheiro, para quem as ações do Pacto são essenciais para que os estudantes continuem, com sucesso, seu percurso formativo. “Com o programa, podemos colaborar com as escolas municipais estruturando os estudantes para que cheguem às unidades estaduais, além de contribuirmos para a alfabetização na idade certa. E isso tudo é proporcionado pelas experiências e atividades desenvolvidas pelos professores, que convivem e conhecem a realidade de cada localidade, acabando com aquela ideia de estarmos estabelecendo fórmulas para a aprendizagem dos alunos”.

A coordenadora local do Pacto, em Lauro de Freitas, Antônia Batista, que ingressou no programa este ano, disse que o desafio é o de melhorar os resultados das avaliações externas, como a do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e da Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) no município, que está entre os prioritários do Pacto. “O compromisso com a alfabetização na idade certa é permanente, e este mais do que um programa de governo, deve ser tratado como parte de uma política pública de alfabetização”.

Após o término das ações relativa às avaliações do programa este ano, os educadores estaduais irão se voltar para a primeira formação presencial do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) com a unidade formadora, que no caso é a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e irá acontecer na segunda quinzena de dezembro.
“Como a nossa ideia é dar continuidade à ação formadora, o PNAIC vem para complementar a nossa ação do Pacto Estadual. Vai ser importante porque esse trabalho não vai parar na ponta”, afirmou a coordenadora de Programas Especiais (Cope), da Secretaria da Educação, Elenir Alves. O ciclo será realizado, nesta terça-feira (28), no município de Amargosa (NTE 9), e na quarta (29), em Jacobina (NTE 16).

Fonte: Secretaria da Educação do Estado


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas