Dayane Pimentel entra com representação no Conselho de Ética contra Eduardo Bolsonaro

Como anunciado, a deputada federal Dayane Pimentel (PSL) ingressou nesta terça-feira, 14, com uma representação contra o colega e correligionário Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, por uma postagem na qual o parlamentar a chamou de traidora e colocou um alvo sobre seu rosto.

“A Sra. Dayane Pimentel teme pela sua segurança e sua integridade física, somente em razão de não mais compactuar com as diretrizes adotadas pelo atual governo e, portanto, tornar-se oposição ao presidente que outrora ela apoiava”, diz trecho da representação, enviada ao presidente da Casa, Arthur Lira (PP), por meio da Secretaria Geral da Mesa. A peça deve passar pela Corregedoria-Geral da Câmara antes de seguir para o Conselho de Ética.

Em outro trecho da representação, a deputada baiana afirma que Eduardo “ultrapassou todos os limites legais e, portanto, merece ser responsabilizado pelos atos ilícitos que vem empreendendo em face da representante”. Ex-aliada de Bolsonaro, Dayane participou de manifestação recente contra o governo, organizada pelo MBL, em São Paulo. Atarde.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas