Cravolândia: Vereadores denunciam gestão municipal por irregularidades

cravolandia

Vereadores que integram a bancada de oposição na Câmara Municipal de Cravolândia, município do Vale do Jiquiriçá, estiveram protocolando denúncias de irregularidades, que segundo eles, estão sendo praticadas pela administração do prefeito Naelson Lemos (PT). Os vereadores Márcio de Manui, Samuel Passos, Givanildo Barreto e Genivaldo Barreto, foram subscritores das denúncias entregues nas sedes do Ministério Público Federal-MPF, Ministério Público Estadual-MPE e no Tribunal de Contas dos Municípios-TCM. Segundo os vereadores  [a íntegra da entrevista irá ao ar no programa Jequié Urgente da rádio 93 FM, desta quarta-feira (26)], foi realizada por eles no município,  uma operação denominada “Gasparzinho” [numa alusão ao personagem fantasma do cinema], na qual foram levantadas inúmeras regularidades praticadas pela gestão, entre as quais, constam cadastrados pela Prefeitura, a prestação de serviços de pelo menos 10 veículos, a exemplo de um Honda Civic de cor preta, contratado para para o gabinete do prefeito e que nunca foi visto no município.

Pálio

A gestão municipal de Cravolândia é também denunciada de estar descontando a contribuição da previdência dos funcionários e não repassando ao INSS. Segundo os vereadores, uma van Peugeot, trabalhou para a Prefeitura em janeiro de 2013, trazida pelo vice-prefeito, sendo posteriormente vendida a terceiro, sendo os seus dados cadastrais utilizados por mais um ano e meio com se ainda estivesse locado. A irregularidade levou o proprietário do carro a registrar queixa na delegacia de Santa Inês. Os vereadores citam ainda o caso de um Fiat Uno de placa OLC 4345, que foi roubado em Salvador em setembro de 2014 e os seus dados permaneceram por três meses gerando despesas para  prefeitura. Também consta das irregularidades apontadas a locação por parte da Prefeitura de Cravolândia, de um ônibus escolar do programa “Caminhos da Escola”, destinado pela União ao município. * informes do Jequié Repórter.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas