Covid-19: Média móvel de mortes tem alta de 45% no Brasil

País tem 166.743 óbitos e 5.909.002 diagnósticos pela Covid-19, segundo levantamento junto às secretarias estaduais de Saúde. Média móvel de casos está em alta de 71% em comparação com 14 dias. O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta terça-feira (17).

O país registrou 676 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 166.743 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 557, a maior desde o dia 12 de outubro. A variação foi de +45% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nas mortes por Covid. É a maior alta registrada desde o mês de maio.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 5.909.002 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 32.262 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 29.674 novos diagnósticos por dia, uma variação de +71% em relação aos casos registrados em duas semanas. Também é a maior alta registrada desde o mês de maio.

O aumento nas médias móveis de óbitos e casos em relação a 14 dias atrás pode ser em parte justificado com a queda nos registros ocorrida na semana do feriado de Finados, no início do mês. Apesar disso, os registros médio de mortes diárias acima de 550 e de casos perto de 30 mil são dados preocupantes, pois refletem o balanço dos últimos 7 dias. Sérgio Cimerman, coordenador científico da Sociedade Brasileira de Infectologia, falou sobre o aumento nos registros e na taxa de transmissão dos últimos dias. Ler mais na fonte: clique aqui. 


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas