Com direita potente, Ronda nocauteia Bethe de forma devastadora em 34s

Rio de Janeiro -  RJ -  30/07/15 - RJ -  UFC/PESAGEM – ESPORTES - RONDA ROUSEY  lutadora americana de artes marciais mistas, campea peso-galo do Ultimate Fighting Championship (UFC) feminino, posa para fotos durante media day no Hotel Sheraton Rio Hotel & Resort, no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro (RJ), nesta quinta-feira (30) - Foto: Paulo Campos

Foto: Paulo Campos

A vitória foi comemorada pelos brasileiros, apesar de Bethe ser do País. Isso só mostra o poder que Ronda Rousey tem em suas mãos, sem exagero sendo hoje a maior celebridade ativa do UFC entre homens e mulheres. A ponto de já poder ser chamada de “lenda do esporte”.

O nocaute serviu também como uma resposta de Ronda à provocação da brasileira , que antes da luta fez uma referência ao suicídio do pai da rival. “Bethe me falou para não chorar ontem na pesagem. Hoje, após nocauteá-la, eu falei: ‘não chore'”, ironizou a campeã. Bethe disse que não vai abaixar a cabeça.

<> on August 1, 2015 in Rio de Janeiro, Brazil.

O próximo passo para Ronda pode ser uma luta contra outra brasileira, a Cris Cyborg. Mas para isso a possível rival vai ter de entrar no peso. “Estou preparada para lidar com tudo, porque sou a campeã. Eu luto com 61 kg no UFC e ela quer lutar com 66 kg entupida de esteroides. Ela poderia bater o peso, como qualquer outra, sem os esteroides”, provocou Ronda.

O nocaute garantiu a Ronda o prêmio de melhor performance da noite e US$ 50 mil. Demian Maia também levou o mesmo prêmio por sua vitória sobre Neil Magny .
Shogun x Minotouro foi eleita a “Luta da Noite” e merece um capítulo à parte. Dez anos depois do primeiro encontro no Pride, Mauricio Shogun voltou a bater o rival do histórico combate. Em uma luta franca, o vencedor esteve perto de ser nocauteado, mas se segurou e ganhou na decisão dos juízes, o que irritou parte do público.

A família Nogueira teve mais uma derrota na noite com Minotauro, que não resistiu ao holandês Stefan Struve. A decisão unânime dos juízes pode ter significado o fim do brasileiro no MMA, como indicou Dana White após o evento. Por outro lado, o presidente do UFC anunciou a trilogia entre Vitor Belfort e Den Henderson para a edição de São Paulo, em novembro.
Veja todos os resultados do UFC 190

CARD PRINCIPAL

Ronda Rousey derrotou Bethe Correia por nocaute no R1;
Maurício Shogun derrotou Rogério Minotouro na decisão unânime dos juízes
Glaico França derrotou Fernando Açougueiro por finalização no R3;
Reginaldo Vieira derrotou Dileno Lopes na decisão unânime dos juízes;
Stefan Struve derrotou Rodrigo Minotauro na decisão unânime dos juízes;
Antônio Pezão derrotou Soa Palelei por nocaute técnico no R2;
Cláudia Gadelha derrotou Jessica Aguilar na decisão unânime dos juízes;

CARD PRELIMINAR

Demian Maia derrotou Neil Magny por finalização no R2;
Patrick Cummins derrotou Rafael Feijão por nocaute técnico no R3;
Warlley Alves derrotou Nordine Taleb por finalização no R2;
Iuri Marajó derrotou Leandro Brodinho na decisão unânime dos juízes;
Vitor Miranda derrotou Clint Hester por nocaute técnico no R2;
Guido Cannetti derrotou Hugo Wolverine na decisão unânime dos juízes

Notícias do Portal Terra!


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas