Circuito Equalize oferece minicursos gratuitos de qualificação no Vale do Jiquiriçá

cultura

Estão abertas, até o dia 22 de setembro, as inscrições para o Equalize- um circuito de minicursos gratuitos para qualificação de agentes da música que residem nos municípios pertencentes ao Território do Vale do Jiquiriçá.  A iniciativa, que terá como base as etapas da cadeia produtiva do setor, tem por objetivo incentivar a produção musical criativa, sustentável e em rede na região.

Os minicursos acontecerão entre 18 de outubro (sábado) e 09 de novembro (domingo), sempre aos finais de semana, no Espaço Nordeste, na cidade de Amargosa. As discussões temáticas serão acerca do direito autoral, processos de gravação, captação de recursos, formação de público e circulação de produtos musicais.

Para se candidatar a uma das 50 vagas disponíveis no curso, os interessados precisam comprovar residência em uma das 20 cidades pertencentes ao Vale do Jiquiriçá.  Do grupo dos selecionados, 25 terão direito a uma bolsa de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) por módulo (600 reais no total), a qual deve ser utilizada para custear despesas de transporte, hospedagem e alimentação no período do evento. As inscrições podem ser realizadas através do site, dos Correios (Caixa Postal 54, Amargosa, CEP 45.300-000) ou pessoalmente através do mobilizador do Equalize, que circulará pelas cidades do Território divulgando a iniciativa. Mais informações referentes ao edital de seleção de participantes e bolsistas, critérios de seleção, visita do mobilizador às cidades do Território Vale do Jiquiriçá e a programação completa do Equalize podem ser encontradas no site do projeto EqualizeBA.

De acordo com a coordenadora geral do projeto, Maylla Pita, o Equalize se configura não somente como um espaço de qualificação profissional, mas, sobretudo, como uma oportunidade de confluência de projetos afins e da construção de redes colaborativas entre músicos, produtores musicais e demais profissionais da área que buscam novas configurações de produção e consumo na região. Saiba mais, clique aqui


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas