Cheirinho de novo: Independiente é campeão, promove ‘Maracanaço’ e ainda estraga ‘festa’ dos 36 anos do Mundial do Fla

Nesta quarta-feira, 13 de dezembro, exatos 36 anos da conquista do Mundial de Clubes pelo Flamengo, em Tóquio, em 1981, o Rubro-Negro voltou a campo para mais uma decisão, desta vez contra o Independiente-ARG, pela Conmebol Sul-Americana. Após a derrota por 2 a 1 na Argentina, na semana passada, os comandados de Reinaldo Rueda fizeram de tudo, mas não deu. O placar por 1 a 1, no Maracanã, deu o título do torneio continental para os argentinos. O Flamengo ficou apenas no cheirinho.

Esta não foi a primeira vez que o clube argentino, conhecido como ‘Rey de Copas’, por ser o maior campeão da Libertadores, com sete conquistas, levou a melhor sobre um brasileiro na Sul-Americana. Em 2010, a equipe bateu o Goiás na grande decisão, quando conquistou pela primeira vez o torneio.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas