Dia histórico para a saúde pública de mais 21 municípios baianos. Na tarde desta sexta-feira (8), o governador Rui Costa inaugurou a Policlínica Regional de Irecê, que vai levar atendimento especializado e exames de alta complexidade para mais de moradores da região centro norte do Estado.

“Esta policlínica, que tem quase 3 mil metros quadrados construídos, vai realizar os exames que as pessoas precisam, as consultas com médicos especializados, porque antes a pessoa ia no posto de saúde, e no atendimento era orientada a procurar um especialista, e o prefeito tinha o esforço de mandar essa pessoa pra se consultar com um especialista na capital. O cidadão tinha que sofrer percorrendo muitos quilômetros pra conseguir um atendimento, ou deixavam de realizar exames e com isso os problemas de saúde se agravavam. A policlínica regional vai atender a essas demandas da saúde da população”, afirmou o governador.

Com investimento de R$ 25 milhões, entre obras civis e aquisição de equipamentos, a unidade promove a regionalização da prestação de serviço de alta qualidade em saúde, à medida que garante a cobertura de todos os exames gratuitos solicitados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no interior. Assim como já acontece nas policlínicas de Teixeira de Freitas e Guanambi, em Irecê, o atendimento será realizado a partir de agendamento por regulação para consultas médicas, exames diagnósticos e tratamentos terapêuticos.

Os atendimentos começam já na próxima segunda-feira (11), e os pacientes dos 21 municípios que integram o Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região Centro Norte, não vão mais precisar se deslocar para os grandes centros em busca desses serviços. “Eu tenho certeza, que a partir de agora, a saúde de nossa região vai passar por uma revolução. Aqui nessa unidade as pessoas vão poder fazer com celeridade consultas e exames que no serviço público convencional poderiam levar muito mais tempo”, afirmou o presidente do consórcio e prefeito de Lapão, Ricardo Rodrigues. 


Você Sabia?

Comprimidos não podem ser partidos e devem ser tomados com um copo de água. “Quando são partidos podem perder o revestimento protetor, comprometendo sua ação terapêutica, principalmente, se os princípios ativos forem sensíveis ao ácido do estômago”, explica a farmacêutica da Rede Compre Certo, Mirna Alves Silva Pires. As cápsulas não devem ser abertas, com exceção daquelas que contém indicação para isso. Quanto ao armazenamento, o ideal é manter os remédios em ambiente seco, longe do calor, umidade, sem exposição solar, e guardados na própria embalagem. “Remédio é coisa séria e, embora seja um item comum na prateleira de quase todo mundo, é importante conhecer as formas de administração para usar corretamente, e sempre consultar um médico antes”, finaliza.


Seabra agora é referência em saúde para outros 12 municípios da região. Na tarde desta sexta-feira (1º), o governador Rui Costa inaugurou o Hospital Regional da Chapada, primeira unidade de alta complexidade da Chapada Diamantina. Foram investidos R$ 64 milhões, sendo R$ 50 milhões em obras e R$ 14 milhões em equipamentos. O hospital possui 101 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva (UTI).

“Me orgulho de estar fazendo o maior investimento do país, entre todos os estados, em saúde pública. A população brasileira e baiana está envelhecendo e demandando mais saúde, principalmente de média e alta complexidade. E é isso que estamos fazendo pela Bahia e aqui em Seabra”, afirmou Rui.

Mais de 223 mil pessoas vão ter acesso a atendimento de urgência e emergência 24 horas, bem como centros de bioimagem e cirúrgico, além de ambulatório. “Esse é um momento histórico no estado da Bahia, principalmente para a região da Chapada. Todas as demandas de urgência e emergência importantes vão ser abarcadas aqui, neste hospital completamente novo, até na concepção arquitetônica”, ressaltou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas. O perfil assistencial de hospital geral oferece aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) atendimento nas áreas pediátrica, traumato-ortopédica e psiquiátrica; consultas especializadas e cirurgias ambulatoriais; procedimentos de diagnose e terapias e demais serviços de apoio assistencial e administrativo.

Morador de Seabra, o lavrador Nilson Lima está feliz da vida: “Estamos ganhando uma obra muito importante, que vai fazer a diferença na vida da gente”. A professora Lidiane Guimarães, que é de Iraquara, trabalha em Palmeiras e mora em Seabra concorda: “Hoje é um dia muito feliz para a Chapada. Todos estavam com grande expectativa para a inauguração desse hospital”.
A equipe da unidade é formada por 349 profissionais, entre os quais 80 médicos, 34 enfermeiros e 98 técnicos de enfermagem. Com o novo equipamento, a população da região da Chapada que precisava, por exemplo, de internamento em UTI não mais terá a necessidade de se deslocar para Irecê, Feira de Santana ou até mesmo Salvador.

Funcionamento

No próximo domingo (3), o Hospital da Chapada já começa a funcionar e de uma forma muito especial. Serão realizados os procedimentos do mutirão de cirurgias eletivas nos pacientes aprovados durante as consultas feitas no decorrer da semana. O mutirão é outro ganho importante.


Criado em 1987, o Dia Mundial de Luta contra a Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é lembrado hoje (1º) e existe para alertar a humanidade para um dos maiores problemas de saúde pública, que já matou mais de 35 milhões de pessoas, 1 milhão delas somente em 2016.

Segundo relatório da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), divulgado nesta quinta-feira (30), a ampliação do acesso a todas as opções de prevenção ao HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) poderia reduzir o número de novos casos do vírus na América Latina e Caribe, que desde 2010 se mantêm em 120 mil por ano.

As informações do relatório e os dados do Unaids revelam que 64% dos novos casos de HIV na América Latina ocorrem em homens gays, profissionais do sexo e seus clientes, mulheres trans, pessoas que usam drogas injetáveis e nos parceiros dessas populações-chave. Outro fato que chama a atenção é o aumento de infecção entre os jovens: um terço das novas infecções ocorre em pessoas de 15 a 24 anos.

A Unaids avalia que para reduzir as novas infecções entre as populações-chave é preciso adotar ações de prevenção do HIV que sejam específicas e de alto impacto, além de acesso a tratamento para todos.

Em comunicado à imprensa, o diretor regional do Unaids para América Latina e o Caribe, César Núñez, defendeu que é preciso também ter “um compromisso inabalável com o respeito, a igualdade de gênero, a proteção e a promoção de direitos humanos, incluindo o direito à saúde”.

O diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibé, destacou a importância de garantir o acesso à saúde a todos para enfrentar a doença. “Mesmo com todos os sucessos, a Aids ainda não acabou. Mas, se assegurarmos que todas as pessoas, em todos os lugares, tenham acesso ao seu direito à saúde, a Aids pode acabar”, disse.


Informação não tem preço!

Itiruçu – O Hospital Municipal Pedro Pimentel Ribeiro (HMPPR) ganhou nova ambulância. A iniciativa, do governo da Bahia, vai ajudar a Unidade Hospitalar no transporte de pacientes para outras cidades em casos emergenciais, bem como no auxilio a comunidade local. Itiruçu não recebia ambulância há alguns anos, sendo necessária a locação de ambulância para servir à população. O governador Rui Costa entregou ainda 30 ambulâncias convencionais,  tratores, e ambulâncias do SAMU.

Fotos/Itiruçu Online

A entrega foi realizada pelo governador Rui Costa na tarde desta segunda-feira (27), em cerimônia na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador. Na ocasião, também foram assinados convênios com Municípios para execução de obras no interior do estado. A Prefeita do município Dra. Lorenna Di Gregorio, ladeada do aliado e deputado estadual, Euclides Fernandes, pousaram ao lado da nova ambulância. O secretário de transporte de Itiruçu, Ubiratã, também esteve presente.

Foi entregue a carreta do Hospital da Mulher, que agora será utilizada para ampliar o programa de rastreamento do câncer de mama e colo de útero do Governo do Estado. Além das ambulâncias convencionais, veículos SAMU e tratores foram entregues. A ambulância de Itiruçu é de uma emenda parlamentar do deputado Euclides Fernandes.


O governador Rui Costa entrega unidade móvel do Hospital da Mulher e 34 novos veículos para a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) em cerimônia na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador, às 14h desta segunda-feira (27). Na ocasião, também serão assinados convênios com Municípios para execução de obras no interior do estado.
A carreta do Hospital da Mulher será utilizada para ampliar o programa de rastreamento do câncer de mama e colo de útero do Governo do Estado. Já os veículos da Adab serão distribuídos para coordenadorias e gerências do órgão de 25 municípios baianos (Abaré; Barreiras; Bom Jesus da Lapa; Brumado; Camacan; Conceição do Coité; Cotegipe; Cruz das Almas; Feira de Santana; Formosa do Rio Preto; Ibicuí; Ilhéus; Itabuna; Itapetinga; Jequié; Jeremoabo; Juazeiro; Morro do Chapéu; Paulo Afonso; Remanso; Salvador/RMS; Santa Maria da Vitória; Senhor do Bonfim; Valença e Vitória da Conquista).

Verão, sol, calor, praia, viagens, barriga de fora… Com a estação mais quente do ano, aparecem sempre as promessas de emagrecimento rápido, como a dieta da maçã, das cores, do pão, da sopa, do suco de limão, entre outras; muitas delas mitos. No verão, a maioria das pessoas se preocupa em perder peso, e as dietas milagrosas passam a ser a grande promessa para o corpo perfeito. Mas fica o alerta: recorrer a dietas da moda sem o devido acompanhamento de um nutricionista pode prejudicar, e muito, a saúde. “O grande problema é que vivemos em um período de imediatismo. Queremos tudo na hora e sem grandes esforços. No entanto, para atingirmos nossas metas é preciso persistência e dedicação”, explica o nutricionista Thomas Araújo, da Rede Alpha Fitness. Dietas milagrosas são inadequadas, pois reduzem a quantidade de nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo e podem causar disfunções e problemas sérios de saúde. Além disso, quem inicia uma dieta muito restritiva dificilmente consegue mantê-la por muito tempo, o que gera, assim, o famoso ‘efeito sanfona’ (emagrece e engorda), o que deixa a pele mais propensa a flacidez e estrias. “Para emagrecer, o fundamental é fazer uma reeducação alimentar. Durante as dietas, nos privamos de uma série de coisas, mas que são importantes para o bom funcionamento do nosso organismo. Não devemos cortar nada aleatoriamente. Tudo o que ingerimos tem papel único no conjunto do nosso corpo, só é preciso ter equilíbrio”, acrescenta Thomas. “A reeducação alimentar somada à pratica de exercícios físicos será ainda melhor para potencializar os resultados”, conclui o especialista.


 

Como entrar em contato e marcar sua consulta?

Em Itiruçu a fisioterapeuta atende nos dias 09 e 10 de dezembro. Você que sofre com os síntonas deve agendar através do e-mail: [email protected] ; ou através do contato 71 9 9227-9611 ( WhatsApp).

 

Saiba sobre o método:

As dores de cabeça e na região da cervical costumam ser relacionadas a problemas de estresse e má postura. No entanto, o que a maioria das pessoas ainda não sabe é que esse problema costuma surgir por causa do mau alinhamento da primeira vértebra da coluna, o atlas. Em apenas uma sessão dores crônicas, enxaqueca, síndrome do carpo podem desaparecer.

 

Essa técnica chegou ao Brasil há 2 anos e apenas 9 profissionais estão habilitados para aplicar a terapia. Em Salvador temos uma profissional capacitada e os outros estão em Minas Gerais, Brasília e em Santa Catarina.

 

Apesar de recente, a técnica já coleciona alguns depoimentos positivos como o da médica Ethel Faria Costa Santiago, de 51 anos. “Chegou um folder na minha mão, achei interessante e fui pesquisar na internet. Li vários relatos em inglês e espanhol com respostas positivas para a solução da lombalgia e enxaqueca. Tenho enxaqueca crônica e passei por vários tratamentos que não funcionavam. Passei pelo procedimento em junho de 2015 e desde então não tive mais crise”, afirma a pediatra e gastroenterologia infantil.

 Entre 1993 e 1996, o quiropraxista e vitalogista René-Claudius Shümperli descobriu que a maioria dos seres humanos têm desvio do Atlas, nome da primeira vértebra da coluna vertebral. O Atlas atua como ponte entre a cabeça e o corpo e por ele ou próximo a ele passam estruturas nobres “o desalinhamento, da vértebra, pode pressionar nervos, vasos nessa região, impedindo uma boa circulação sanguínea. Com isso, as pessoas têm maior risco de sofrer de dores na coluna, enxaquecas, dormência em braços e perna, insônia, hérnias discais e, até mesmo, bruxismo (ranger ou apertar os dentes durante o sono).”‘, afirma a fisioterapeuta Claudia Brito.

 

Segundo os especialistas, 95% da população mundial pode ter este mal posicionamento, entre as causas para o desalinhamento do Atlas estão as alterações genéticas, a má acomodação do bebê no útero, partos com uso de fórceps, o efeito chicote em acidentes de trânsito, quedas e golpes nas costas, sobre as nádegas e na cabeça.  “A terapia consiste em uma vibrocompressão na região do pescoço, a fim de liberar possíveis compressões existentes nessa região e o corpo responde como em um efeito dominó de forma gradual chegando as extremidades” acrescenta a fisioterapeuta Claudia Brito.

A dona de casa Geralda Lucas, foi submetida á terapia há 6 meses. No caso dela, a queixa era enxaqueca. “Tenho um testemunho de vida com ó Atlasprofilax fiz um procedimento com a Dra Claudia de Salvador eu já vinha sentido dores-de-cabeça há mais de 2 anos e depois desse procedimento a melhora foi de 80% meus agradecimentos a Deus e a Dra Claudia, estou muito bem graças à Deus”.

 

O também fisioterapeuta e atlasprof. Ricardo Fonseca explica que as mudanças podem acontecer em até 2 anos e em 15% dos casos os pacientes não relatam nenhuma melhora. As contraindicações são para pacientes que se submeteram a alguma cirurgia recentemente e grávidas, ele reintera que a terapia é um procedimento seguro e reforça a importância de continuar sendo assistido por outros profissionais para que a eficácia da terapia seja maior.

Embasamento científico O método desenvolvido pelo suíço René-Claudius Shümperli teve sua primeira comprovação científica em um estudo desenvolvido entre 2005 e 2009. Com o uso de tomografia computadoriza 2D e 3D, foram realizados exames de imagens de 115 pacientes. Em todos, o Atlas estava desalinhado. Uma sessão de Atlasprofilax foi realizada em cada um desses pacientes e, na sequência, os exames de imagem foram repetidos e mostraram a vértebra alinhada na totalidade do grupo. Esses pacientes foram acompanhados por 5 anos e, nesse tempo, não houve nenhuma modificação na posição do Atlas.

 

Entre 2007 e 2008, um novo estudo foi realizado na Colômbia com 900 pacientes com o Atlas desalinhado. De 538 pacientes com queixa de lombalgia, 78% relataram melhoria total, 11% melhoria notável e 11% sem melhoria. Outros 180 pacientes com enxaqueca ou cefaleia foram submetidos ao método e 6% não sentiram melhoram, 4% relataram melhora notável e 90% melhoria total. Nas situações de fibromialgia foram avaliadas 50 pessoas: 4% sem melhoria, 8% melhoria notável e 88% melhoria total. Nos casos da síndrome do túnel do Carpo, 147 pacientes foram acompanhados e 13% não apresentaram melhora, 4% tiveram melhoria notável e 83% melhoria total.

 


Você Sabia?

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o medicamento genérico e similar: eles têm realmente a mesma eficácia do remédio de marca? “É importante salientar que não existe diferença entre um e outro. O medicamento genérico tem a mesma eficácia terapêutica do medicamento de referência. Ele é submetido a testes de bioequivalência e biodisponibilidade justamente para verificar essa questão”, explica a farmacêutica da Rede Compre Certo, Mirna Alves Silva Pires. A profissional completa que, o que acontece é que os genéricos geralmente são produzidos após a quebra da patente ou de outros direitos de exclusividade. Após aprovação da comercialização – que é feita pela ANVISA – o medicamento fica à disposição do consumidor, geralmente a um custo menor.

Já o remédio similar, como o nome indica, tem algumas diferenças. Entre as diferenças entre um e outro estão as características relativas ao tamanho e forma do produto, prazo de validade, embalagem, rotulagem, excipientes e veículo (substâncias que completam a massa ou volume do medicamento). “Desde 2003, os similares precisam apresentar testes de biodisponibilidade e equivalência farmacêutica para comprovar que o medicamento possui o mesmo comportamento no organismo e as mesmas características de qualidade do de referência”, explica Pires.


Em apoio ao Novembro Azul, campanha mundial de combate ao câncer de próstata, a Prefeitura Municipal de Jequié e a Santa Casa promoveram, hoje (17), uma grande feira de saúde voltada à saúde dos homens, em frente ao posto Almerinda Lomanto.

A ação contemplou cerca de mil pessoas, que tiveram acesso gratuito à diversas especialidades médicas, em especial, urologia.

Estiveram presentes ao ato o prefeito de Jequié em exercício, Hassan, o deputado federal Antonio Brito (PSD-BA), o coordenador da Santa Casa, Alexandre Iossef, os secretários municipais Roberto Gondim, Alex, Jorge Galvão, Andrea Suzart; vereadores e outras autoridades de Jequié e Região.