Prefeito voltou à prefeitura após 04 anos. Foto/Blog Itiruçu Online

Com 10 meses do seu segundo mandato como prefeito de Planaltino, Joseval Alves Braga, o professor Zeca Braga (PSD), concedeu uma entrevista ao Itiruçu Online e disse que desde seu último mandato no município, na gestão 2009/2012, a gestão pública tem um novo contexto de gestão, com mais dificuldades nas finanças municipais.  –“Há uma diferença enorme em relação da gestão de 2009/2012. O contexto de gestão no país está muito diferente. As dificuldades e à crise política/financeira que atinge o Brasil, nesse momento, é muito mais aguda, e com isso, os municípios vão pagando a maior parte da conta. Estamos na eminência de um grande movimento com a UPB para irmos a Brasília batermos na porta do governo em busca de soluções cobrando o pagamento do que é justo para desonerar as contas dos municípios com os programas federais, por que com a queda de arrecadação e o aumento da obrigação, há uma conta que não fecha: o índice de pessoal. Estamos tentando fazer na prefeitura de Planaltino o máximo possível para andar em dias e oferecer os serviços ao cidadão planaltinense”, disse Zeca.

 

Medidas econômicas

 

Diante do cenário de crise econômica, as prefeituras dizem serem obrigadas a adotar medidas para que seus orçamentos deem conta das finanças das cidades. Embora haja uma ampla publicidade dada pelos municípios aos ajuntes nas finanças com a propagação na redução dos salários de prefeito, vice e secretariado, para o prefeito de Planaltino essa propaganda é enganosa, vez que, de acordo com ele, não há resultados impactantes na economia municipal tirar 100 ou 200 reais dos funcionários. Zeca afirma quero problema dos municípios está nas resoluções de repasses que precisam de reajustes.

-“Não chegamos ainda no estado de fazer cortes de salários em cargos comissionados ou de funcionários, mas serão inevitáveis algumas demissões. A maioria dos municípios estão adotando essa possibilidade, mas ainda não chegamos a um denominador, acredito que a partir do dia 01 de novembro haveremos de tomar algumas medidas econômicas. Temos que pensar muito no que iremos fazer, pois todo funcionário que você elimina deixamos de fazer uma prestação de serviço à sociedade. Temos um problema muito sério, que é a questão da educação, onde não podemos fazer restrição em muitos quadros, pois devemos ter o cumprimento dos 200 dias letivos, tão importante quanto não atingir os 54% do índice de pessoal. Tem sido muito pesado equilibrar as finanças do município e , com isso, deixamos de fazer vários investimentos para poder assegurar o pagamento do funcionalismo. Claro que não deixamos de fazer outros serviços como recuperação de estradas, limpeza de aguadas e várias ações dentro de um trabalho que não pode parar. Assinamos um decreto que diminui o tempo de atendimento nos setores públicos. No momento certo iremos realizar os cortes necessários para esse equilíbrio econômico, mas quanto à questão de diminuição de salários de prefeito, vice e secretários, quando fazemos uma soma, já que os nossos secretários não tem salários altos, cortar nesse sentido não trás impactos com relação às despesas. Não adianta fazermos essa propaganda enganosa dizendo que vamos baixar salários de prefeito, vice e secretários,   sabendo que isso não é a solução imediata para resolver os problemas financeiros. Os problemas dos municípios estão nas resoluções dos governos Federal e Estadual. Eles precisam regularizar o recebimento dos municípios com a questão direta de ISMS, das competências de transporte escolar; que os municípios pagam muito mais para o estado do que o estado repassa aos municípios, fazer uma revisão no valor custeio da merenda escolar e, principalmente, potencializar o Fundo de Participação dos Municípios-FPM-, que a cada dia vêm se achatando. Todos os anos inventam 1% para Dezembro, 1% para Julho, repatriação que não funciona, e quando fecham às contas os municípios sempre estão com os  prejuízos. Nós prefeitos temos que partir para Brasília com uma agenda positiva para que possamos solucionar as questões a partir de lá, pois não há remédio feito nos municípios para curar as finanças. Não é tirando 100 ou 200 reais de um funcionário que tem uma competência e que precisa trabalhar para resolver as questões dos municípios, sendo que todos os problemas econômicos só serão solucionados em Brasília”, declarou o gestor.

 

As dificuldades financeiras das prefeituras, a possibilidade de punições nos Tribunais de Contas, foram dois dos principais motivos das desistências de vários prefeitos em disputar a reeleição na última eleição. Planaltino e Itiruçu foram dois municípios em que os prefeitos preferiram ficar de fora da disputa. Em Itiruçu, por exemplo, o ex-prefeito Wagner Novaes (PSDB), declarou que o país viveria momentos difíceis e não poder resolver questões pontuais para a sociedade o deixava sem braços, desistindo de disputar um 4º mandato. E esse momento de fato se concretizou: a política em Brasília já não é mãos a mesma e a manutenção do presidente da republica passou a ser o objetivo; os municípios estão em outros planos.

 

Esse clima tenso na busca de fortalecer a base do presidente Temer é sentido por quem vai à capital federal na busca de angariar recursos federais a seu município. Foi o que revelou o prefeito Zeca Braga, que disse ter notado nos ministérios em Brasília um comportamento de ajustamento político.  -“Essa á a parte lastimável do atual momento da política nacional. Estive em Brasília na quinzena anterior e me deparei com uma situação que ainda não teria experimentado nas casas de Brasília, sendo  notado um comportamento de ajustamento político onde  todas em as portas que batemos a tendência é eles buscarem ajuda política para resolveram o problema do presidente Michel Temer e, enquanto isso, os município estão sendo penalizados e com imensas dificuldades. Em Planaltino permanecemos tendo uma grande dificuldade com a questão da SAMU, por exemplo, que estamos com protocolo vencido e já era para ter participado de uma troca de frota, solicitamos do governo federal a demanda de emendas parlamentares, que tem sido seguradas e não saem. Esse barulho que atinge Brasília tem causado diretamente transtornos aos municípios Brasileiros”,- finalizou Zeca Braga.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou que na Bahia 2,4 milhões de eleitores podem perder o título de eleitor. Isso, porque eles ainda não realizaram o recadastramento biométrico.

O dado refere-se aos eleitores dos 51 municípios baianos em fase obrigatória de recadastramento biométrico que ainda não realizaram o procedimento. O número preocupa o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) que alerta para os prejuízos que poderão atingir o cidadão que tiver o seu título de eleitor cancelado. Dentre eles, dificuldade para obter e/ou manter benefícios do Governo Federal.

Conforme o TSE, somados, os 51 municípios possuem 4.326.884 eleitores, porém apenas 1.880.273 (43,46%) estão recadastrados biometricamente. Com isso, 2.446.611 cidadãos ainda precisam informar seus dados biométricos à Justiça Eleitoral.O eleitores da maioria dessas cidades, têm até o dia 31 de janeiro de 2018 para realizarem o procedimento.


A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, lembra todos da importância de se realizar o Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR), que é um instrumento criado pela Lei 12.651/12, que atende a uma regulamentação do novo Código Florestal Brasileiro e implementado na Bahia pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA) e pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA). O prazo limite para que os produtores rurais se cadastrem é até o dia 31 de dezembro.

A Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente está realizando, sem custo algum, desde hoje, dia 16, até o próximo dia 23, no galpão do programa de Aquisição de Alimentos (PAA), da Prefeitura de Jequié, o cadastramento para os produtores rurais de Jequié. Quem não fizer o cadastro não terá acesso aos serviços ambientais disponibilizados pelo Estado como licenças ambientais, declarações e autorizações na área de meio ambiente; não conseguirá realizar empréstimos; não conseguirá transferir transferir terra; enfim, perderá diversos benefícios oferecidos pelo Governo.

O CEFIR é um cadastro eletrônico de natureza declaratória e obrigatório para todos os imóveis rurais, independente do tamanho da propriedade. Este cadastramento permite a regularização ambiental do imóvel rural, incluindo o cadastro da Reserva Legal e a regularização de passivos ambientais existentes, por meio de compromissos assumidos pelo proprietário, além de servir de controle e monitoramento ambiental, melhoria dos processos de licenciamento das atividades rurais, gestão integrada dos territórios e acompanhamento dos ativos ambientais das propriedades.


Criminosos explodiram um carro-forte no município de Souto Soares, localizado na região da Chapada Diamantina, na Bahia, na tarde desta segunda-feira (16). De acordo com informações passadas pela Polícia Militar, os seguranças do veículo foram rendidos em um trecho da BA-122, por volta das 17h. Não há registro de feridos. A polícia não soube informar se alguma quantia foi roubada. O carro-forte ficou completamente destruído com a explosão. Os suspeitos, que ainda não foram identificados, fugiram após a ação e estão sendo procurados por equipes das polícias Civil e Militar. (G1).


Em operação da Cipe Central apoiada pela Guarnição da PM Unidade 93ª CIPM, na cidade de Itiruçu,  por volta de 17h30min deste último domingo (15), no acesso ao Distrito de Upabuçu,  uma patrulha da CIPE CENTRAL,  ao realizar operação de abordagens a veículos e pessoas, deteve o sr MARCOS ANTÔNIO DA SILVA, de 26 Anos. Com o mesmo foi encontrado um revolver cal 32 carregado, além de munição sobressalente. O mesmo conduzia um veiculo Gol Branco placa do município de Maracas.

Os procedimentos legais foram realizados na Delegacia Territorial de Jaguaquara. Com o apreendido foi encontrado: 01 revólver, marca Taurus, cal 32, com 06 câmaras; 05 cartuchos intactos ponta oca, cal 32 e marca CBC; cartuchos intactos ponta ogival, cal 32 e marca CBC; cartuchos intactos ponta ogival, cal 32 AUTO e marca CBC; 01 veiculo VW Gol 1.0, cor Branco e Placa Policial NYY – 3410.


Policiais Rodoviários Federais prenderam na manhã do último sábado (14), um homem foragido da Justiça durante fiscalização na BR 101 em Itabuna, região sul da Bahia. O Indivíduo conduzia um veículo Vw/Novo Gol, quando foi abordado pelos policiais no KM 504 da rodovia.

Durante a abordagem, foram realizadas consultas na documentação do condutor do Gol, momento em que foi encontrado um mandado de prisão em seu desfavor. De acordo com pesquisa no banco de dados, ele estava foragido da Justiça paranaense desde junho de 2016. O foragido, de 38 anos, foi levado para a delegacia de polícia judiciária local.


O traficante de drogas, assaltante de banco e homicida Sidnei Leal de Araújo, 32 anos, conhecido no ramo do crime pelo apelido de ‘Piá, o Barão do Pó’, foi surpreendido, na noite de ontem (13), por guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Central e do 19° Batalhão da Polícia Militar (Jequié), quando tentou escapar de uma barreira montada na BR-116, próximo da cidade de Jequié.

Quando visualizaram as forças de segurança, Piá, Edvan Alves da Silva, 34, o ‘Didiu’, e Fabrício Félix Silva Ferreira, 30, abandonaram um veículo e se esconderam em um matagal. Durante varredura o trio disparou contra as guarnições e no confronto foi atingido. Os criminosos foram socorridos para o Hospital Geral Prado Valadares, mas não resistiram.

 

Piá, que em 2012 foi apresentado no auditório da Secretaria da Segurança Pública por ter explodido caixas do banco Bradesco em Itatim, liderava uma quadrilha na cidade de Santo Estevão e região.

 

Segundo informações iniciais Sidnei estava escondido fora do país e agia em conjunto com quadrilhas do Sudeste do Brasil em ações de tráfico e explosões de bancos. Com o grupo foram apreendidos uma pistola calibre 9mm de uso restrito das Forças Armadas e Polícia Federal e dois revólveres calibres 38.

“Intensificamos os bloqueios nas principais rodovias da região, principalmente no período noturno, pois é o momento utilizado por criminosos especializados em ataques a instituições financeiras para se locomoverem “, contou o comandante da Cipe Central, major Fábio Rodrigo de Melo Oliveira.

O militar informou ainda que as armas apreendidas foram apresentadas na Delegacia Territorial de Jequié, onde toda a ocorrência foi registrada. “Estamos aqui atentos, com a guarda alta contra as organizações criminosas e seus líderes”, finalizou.


O Grupo Jovem JUPES (Jovens Unidos Pelo Espírito Santo) da Paróquia Cristo Rei, em comemoração aos seus 30 anos de evangelização, realiza o ‘Louva Jequié’. O grupo trás a cidade o cantor revelação da música católica Danilo Casemiro direto de São Paulo para um grande show  no próximo dia 28 de outubro, às 19:30hs.

 

O evento conta ainda com a participação da banda PHD de Brejões e todo o povo de Deus. O show será na área externa do Ginásio de Esportes Anibal Brito.

 

Ingressos ao preço de 10,00 reais, você adquire na Livraria Bandeirantes, Sol Motos, Livraria Divino Mestre ou com membros do grupo de jovem JUPES.

 

Louva Jequié, eu vou!

Apoio: Cidade Sol FM (94,9)


Um final de tarde mágico, com muita descontração, animação e alegria. Foi esse o clima vivenciado pelos participantes do primeiro ‘Pôr do Sol da Melhor Idade’, realizado na Praça Duque de Caxias, nesta quarta-feira, 11, pela Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Desenvolvimento Social. Estiveram presentes o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira; a secretária de Desenvolvimento Social, Andrea Cerqueira; o secretário de Educação, Roberto Gondim; demais secretários municipais; representantes de grupos de apoio social e entidades sociais, além de visitantes que frequentam o espaço do Alto da Prefeitura.

O evento reuniu cerca de 500 (quinhentas) pessoas que participaram de uma série de atividades recreativas, voltadas para grupos locais da terceira idade, com o objetivo de ampliar o convívio social, estimular a prática de uma vida saudável e promover a autoestima, através do lazer, da cultura, da busca pelo conhecimento e, principalmente, na luta pelos direitos de cada um. Muitos participantes da Associação de Amigos, Grupos de Convivência e Universidade Aberta com a Terceira Idade (AGRUTTI) e do Grupo de Convivência/CREAS estiveram presentes.

“A Secretaria de Desenvolvimento Social tem procurado consolidar o resgate social, a valorização da cidadania e a inclusão social, nas mais diversas frentes de atuação, indo aos bairros, povoados e distritos, levando ações importantes de fortalecimento de políticas públicas e de apoio social. Esta ação de hoje, que celebra também o mês do idoso e o aniversário da cidade, é fruto das metas de atendimento das pessoas da terceira idade e que exige muito mais atenção por parte da sociedade.”, disse Andrea Cerqueira, secretária de Desenvolvimento Social.

“Na realidade, a Prefeitura de Jequié, há muitos anos deixou de ser a prefeitura voltada para a família. É só verificar os perfis de alguns que passaram por lá e vai se perceber que a família não era o ponto central. Eu, graças a Deus, tenho uma família muito centrada e trago isto para a nossa administração. Estamos comemorando o mês dos idosos, o Dia das Crianças, o aniversário da cidade e a primeira fase da recuperação da Praça dos Poetas. São vários os motivos que a gente tem para comemorar no mês de outubro e nada melhor do que confraternizar juntamente com as pessoas da terceira idade. Quão fantástico e fundamental é este evento, pois mostra que essas pessoas, essas senhoras e senhores, têm muito ainda a nos ensinar. Um mar de alegria e descontração e, ao mesmo tempo, a demonstração de respeito e admiração à experiência de vida que eles representam. Estamos muito felizes da realização do ‘Pôr do Sol da Melhor Idade’, por entender que é através da inclusão de todo o tecido que compõe a nossa sociedade que teremos uma Jequié mais justa para todos.”, disse o prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira.


Duas pessoas morreram na manhã desta sexta-feira (13), após batida entre uma moto e uma caminhonete na BR-101, nas proximidades de Laje, cidade a cerca de 235 km de Salvador. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santo Antônio de Jesus, que atendeu a ocorrência, o motorista do carro invadiu a contramão, atingiu a moto e depois capotou.

Segundo a PRF, na moto, seguia apenas o condutor. Já no carro, além do motorista, estavam outras três pessoas. Um dos passageiros do carro e o motociclista morreram no local. Outras três pessoas ficaram feridas, mas não há informação do estado de saúde delas. A PRF informou ainda que após a batida, os veículos foram parar em uma área de mata próxima à rodovia. A polícia rodoviária ainda não soube apontar as causas do acidente. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus. (Com informação do G1).