IMAGEM_NOTICIA_5

Após opositores da prefeita Tânia Brito espalharem outdoor nas principais vias de Jequié, com a Campanha pedindo a renúncia da prefeita Tânia Britto (PP), o caso ganhou uma repercussão em todo estado, quando a prepostos da prefeitura utilizaram-se de uma máquina do Programa PAC para retirar as publicidades.

Pois é. Uma máquina da secretaria de infraestrutura de Jequié, foi flagrada tentando retirar um outdoor que pede a renúncia da prefeita Tânia Britto (PP). Um vídeo foi feito por moradores no momento em que o motorista da retroescavadeira tentava retirar a peça publicitária no bairro São Judas Tadeu. A propaganda trazia a frase: “Prefeita, para o bem de Jequié, renuncie já”. A máquina da prefeitura é oriunda de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Segundo o site Júnior Mascote, a ação só foi impedida com a chegada de policiais e de vereadores.


IMG_1983

Uma pesquisa da União Brasileira de Divulgação, que relaciona os municípios classificados adotando-se os critérios: qualidade total nos serviços do governo municipal apresenta Itiruçu na 4ª colocação na Bahia, premiando o prefeito municipal Wagner Pereira de Novaes com a medalha, ficando ainda entre os 100 melhores prefeito do Brasil. É a primeira vez que um prefeito da cidade figura entre os melhores da Bahia e do Brasil em 2015.

Na região, aparecem ainda o prefeito de Lajedo do Tabocal Adalício Almeida e Tânia Brito de Jequié, além dos gestores de Poções e Vitória da Conquista, ambos avaliados em qualidade dos serviços prestados, considerando-se a aplicação e resultados obtidos.

A União Brasileira de Divulgação – UBD,  Fundada em l0/05/2001, com a finalidade de divulgar o  através de pesquisas interativas de Gestão Pública, destacando as melhores administrações municipais do Brasil, nas esferas de educação, serviços sociais, infraestrutura e saúde. Clique em leia mais para conhecer os demais municípios baianos. 


Afrisio

O ex-deputado federal Afrísio de Souza Vieira Lima morreu na madrugada desta segunda-fera, 11, aos 86 anos. O patriarca dos Vieira Lima já vinha internado há alguns meses. A informação foi confirmada pelos seus filhos, Geddel e Lúcio, através das redes sociais. “Agora a pouco, meu amado pai, Afrisio Vieira Lima , iniciou sua viagem para eternidade, deixando saudades e exemplos”, publicou Lúcio. “Uma dor sem fim Perdi o parceiro de toda uma vida Não sei o q vai ser daqui pra frente da minha vida Vai em paz meu amor, vai em paz meu PAI”, lamentou Geddel. Afrísio será enterrado no final da tarde de hoje. O velório acontece nesta manhã, a partir desde as 9h, no Cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, em Salvador. A missa de corpo presente está marcada para às 15h30 e o enterro será às 16h30.


 11070664_1004561389567916_4194003100563023805_n

O ouvidor da prefeitura de Jequié, Reginaldo Barros (PP),  anunciou nesta sexta-feira (08), a pré-candidatura a prefeitura de Jequié. Barros disse ao Blog Itiruçu Online que o momento é de discutir o melhor nome e buscar alianças para ganhar musculatura política que o permita ser o nome de consenso dentro do grupo. “O candidato do grupo será aquele que a vontade do povo apontar através das pesquisas. Sou candidato do povo. Buscarei a união de todos em torno de um projeto de governo pra Jequié. Governo de coalizão. Todos unidos por uma Jequié forte”, disse ele ao Itiruçu Online.

Reginaldo ganhou força dentro do grupo quando se mostrou firme e aliado de Tânia Brito nos momentos difíceis, defendendo  o governo contra acusações de vereadores e no afastamento da prefeita, que ficou fora do comando da prefeitura por 24h, cargo exercido pela vice-prefeito Sérgio da Gameleira, aliado que se tornou inimigo por “frustrações políticas” contra a gestão Tânia Brito.


Foto/Blog Itiruçu Online
Foto/Blog Itiruçu Online

Após o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM), publicar o parecer prévio da prefeitura de Ubaíra, alguns equívocos foram percebidos pela gestão do prefeito Fabio Cristiano Rocha Pinheiro – Fabinho (PT).

Em seu parecer o conselheiro Raimundo Moreiras, recomenda pela rejeição das contas do gestor e atesta de que a gestão atrasos pagamento de salários ao professores do magistério, fato que segundo a gestão de Fabinho nunca ocorreu desde que ele assumiu a prefeitura. O relatório aborda ainda uma tabela com erros grosseiros conta a gestão do município, nomes de personalidades publicas de outro município baiano: Iuiu na divisa com Minas Gerais aparecem como sendo de Ubaíra.

O TCM cobra da prefeitura de Ubaíra dividas pertencentes ao município de Iuiu, de responsabilidade dos presidentes da câmara: Olímpio Pereira Guedes, Roberto Pereira Mesquita, e Valdique Fagundes Lopes e do ex prefeito de Iuiu, Reinaldo Barbosa de Góes. Juntando os erros a outros argumentos o prefeito Fabinho recorrerá da recomendação do Tribunal. Confira no Mídia Bahia. 


nimadanto

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), foi reeleito presidente da Casa em fevereiro do ano de 2015 para um mandato de dois anos. A eleição sem os votos dos deputados do PT na época representou seu passaporte para o quinto mandato e há apenas 11 meses nessa legislatura, o pedetista já estuda sua reeleição para o sexto mandato em 2017.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de ser presidente do Legislativo pela sexta vez, Marcelo Nilo tergiversou, mas revelou o interesse. “Se eu sentir que é importante para os deputados da bancada do governo e da oposição, se vocês da imprensa não forem contra, ou se eu não conseguir viabilizar minha candidatura ao Senado, é possível sim”, afirmou o pedetista.

Ainda durante a conversa com a imprensa, Nilo apontou quatro possíveis destinos na vida política. “Ou eu me aposento, ou tento uma vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE), ou me candidato a deputado federal, mas isso, se não conseguir viabilizar minha primeira opção que é me candidatar a senador na chapa de Rui Costa”, ressaltou.

Apesar da disposição em se colocar na disputa pela reeleição, o deputado deve enfrentar resistência dentro da bancada governista, como ocorreu no último pleito, quando o PT lançou o deputado Rosemberg Pinto para a presidência, mas a bancada, inconformada com permanência do pedetista no poder, se retirou do plenário no dia da votação e o parlamentar petista retirou sua candidatura em protesto. Outros governistas, na época, como o deputado Sargento Isidório (Pros) e Alan Sanches (ex-PSD), chegaram a colocar candidaturas, mas retiraram e passaram a apoiar o pedetista.


cunhaedusigilo

O presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sua mulher, Cláudia Cruz, e sua filha, Danielle Dytz da Cunha, além de pelo menos três empresas ligadas à família tiveram os sigilos fiscal e bancários quebrados por autorização do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). Zavascki é relator da Lava Jato no STF, e atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e o período de análise será entre 2005 e 2014, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

Cunha e família estão sendo investigados pelo Supremo por suspeita de terem mantido contas secretas no exterior, abastecidas com recursos de desvios de dinheiro da Petrobrás na África. Dados referentes à quebra de sigilo fiscal já teriam sido enviados aos procuradores que atuam na Lava Jato, por meio da Receita Federal. Ainda segundo a publicação, os dados obtidos embasaram o pedido de busca e apreensão realizado na residência oficial da Câmara e endereços relacionados ao peemedebista, realizada em dezembro com autorização do Supremo.

De acordo com a Folha, entre os alvos da quebra estão as empresas Jesus.com, C3 Produções e Rádio Satélite, uma vez que os ivestigadores suspeitam que contas mantidas em um banco suíço teriam repassado valores para uma das empresas.

Procurado pela publicação, Cunha minimizou a quebra do sigilo, afirmando que a decisão era antiga e mostra que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, “atua politicamente, escolhendo a quem investigar”.


Foto reprodução/ Zenilton Meira
Foto reprodução/ Zenilton Meira

A prefeita de Jequié Tânia Britto foi entrevistada na manhã desta quarta- feira (06/01), em uma emissora local de grande audiência e rebateu as acusações e inverdades do vice-prefeito e vereadores de oposição (G9), relatando a situação financeira e administrativa do município. A gestora salientou que não tem medido esforços para governar a cidade. Segundo ela sua parte está sendo feita, prova disso, são as contas analisadas pelo tribunal de Contas dos Municípios (TCM), de 2013 e 2014 que foram aprovadas. Jequié é uma das 18 cidades que obtiveram contas aprovadas na região formada por 29 municípios. A gestora ainda falou das dificuldades que o país passa, mais que Jequié tem tido avanços e que muitos projetos foram dado andamento para que o município receba recursos financeiros tanto na esfera federal e estadual. A prefeita mandou um recado para a oposição, “Eu me respeito e respeito os meus semelhantes”, respondendo aos comentários de acusações e palavras de baixo calão usado nos meios de comunicação em Jequié. Por Zenilton Meira.


Jaques-Wagner-concurso-policia

A eleição presidencial acontecerá só em 2018, mas as discussões sobre candidaturas vão se formando entre os campos de governo e oposição. Enquanto o PSDB se encaminha para decidir entre os senadores Aécio Neves e José Serra e o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, no PT, a sucessão da presidente Dilma Rousseff vai sendo afunilada para o ex-presidente Lula. Apesar do apelo dentro do partido pela volta da liderança petista, o próprio Lula trabalha com um plano B: o ex-governador da Bahia e atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner.

Segundo a Coluna Esplanada, a tranquilidade de Jaques Wagner nas críticas feitas ao PT em público, chegando a dizer que a legenda “se lambuzou’’ em instrumentos anteriormente utilizados por tucanos, tem respaldo do ex-presidente Lula. Aliado de primeira hora e fundador do PT, o agora chefe da Casa Civil tornou-se o cacique com mais poder junto ao líder em baixa no atual cenário. As declarações do ex-governador repercutiram negativamente entre nomes petistas, como o ex-governador Tarso Genro (RS) e o presidente da legenda, Rui Falcão, e evidenciaram uma disputa nas entranhas do partido.

Ainda segundo a coluna, Wagner já era o “reserva’’ de Lula em 2010, quando o líder escolheu Dilma Rousseff para sucedê-lo. O presidente o deixara de sobreaviso caso Dilma não emplacasse. Atualmente, o petista que governou a Bahia por oito anos estaria sendo motivo de ciúme, como mostrou o comportamento de Tarso Genro. O gaúcho sonhava ser o escolhido de Lula, enquanto Falcão deixou de ser o homem dos conselhos ao ex-presidente Lula, função que passou a ser desempenhada também por Wagner. Em sua passagem pela Bahia em outubro do ano passado, o ex-presidente Lula revelou que não tem muita vontade em disputar a eleição presidencial em 2018.


costarui
Foto/Blog Itiruçu Online

O governador da Bahia, Rui Costa (PT) foi avaliado como o terceiro melhor governador do Brasil em pesquisa do Instituto Paraná divulgada nesta quarta-feira (6). Ao todo, o petista teve 59,5% de aprovação dos baianos. Entre os entrevistados, 33,6% desaprovaram a administração e 6,9% não opinaram.

A primeira posição da lista foi ocupada pelo governador Renan Filho (PMDB), de Alagoas, que teve 67,5% de aprovação. A segunda maior marca ficou com o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), com 64,4%. No última posição do ranking está o paranaense Beto Richa (PSDB), com avaliação positiva de apenas 24,4% dos entrevistados. Logo acima dele está o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), com 27,9%. Na avaliação dos prefeitos, ACM Neto teve a maior aprovação do Brasil pelo terceiro ano seguido (veja aqui). Bahia Notícias.