1523de4f-5f71-46b8-b396-79bbe51a92d1

Citado como um dos nomes de oposição para sucessão municipal, o ainda petista, vereador Júnior Petrúquio, esteve hoje em Salvador para acompanhar a filiação do padrinho político, deputado Antonio Brito ao PSD, liderado pelo senador Otto Alencar.

O ato foi realizado no Centro Cultural da Câmara de Vereadores da capital baiana, superlotado com prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, filiados do partido, simpatizantes e diversas lideranças de toda a Bahia. “Políticos de destaque no cenário nacional, os Brito trazem os seus trabalhos para somar no projeto do PSD de ajudar a Bahia a crescer”, celebrou o senador Otto Alencar.

89e307fa-8b23-463e-87c2-38756ac1d4bf

Antonio Brito comemorou o ingresso no PSD, “partido que tem coerência nas decisões e nos projetos, e chego para somar, trazendo a minha experiência política com ética, defendendo a saúde para todos”. Para Edvaldo Brito, foi um reencontro, pois em 1985 Otto foi o seu vice na disputa pela prefeitura de Salvador. “Aqui é uma família, com membros compromissados com o futuro da Bahia e do Brasil”, finalizou o ex-prefeito e jurista.

O vereador itiruçuense Junior Petrúquio, ainda no PT, disse ao Blog Itiruçu Online que ficou satisfeito com a força demostrada pelo deputado Antonio Brito no evento que marcou a filiação ao PSD. “ Um evento grandioso com a presença de políticos de todo estado e figuras do cenário nacional. O deputado Antonio Brito mostrou força e nós como aliados percebemos o quanto ele continua forte no cenário político”, disse o vereador.

4762a077-dff8-4f3a-8644-4752035814cd

Mesmo demostrando lealdade ao aliado político, o vereador itiruçuense não sacramentou sua saída do partido dos trabalhadores, onde recebe o cortejo do deputado Jorge Solla, do PT (articulador de oposição em Itiruçu), para permanecer na sigla no município. A decisão, no entanto, de acordo com o Júnior Petrúquio, em contato com o Blog Itiruçu Online, não será oficializada antes que haja uma conversa mais assegurada com o deputado Antonio Brito. “Hoje tive a oportunidade de conversar com o senador Ottor Alencar e ainda estarei conversando com Brito sobre essa decisão. Não há nada definido de minha ida ao partido. Creio que até a próxima semana tomarei uma decisão, de permanecer ou não no PT”, afirmou o vereador.

Em contrapartida, o deputado quer fortalecer o partido no Vale Jiquiriçá e tem Itiruçu uma referencia, pela expressiva votação nas últimas eleições e pelos serviços oferecidos aos aliados na área da saúde, o que para Brito, lhe dá condições de lançar nomes às prefeituras, desejo que demonstra ter na candidatura do vereador Júnior Petrúquio.


itaquarrsss

A equipe administrativa da prefeitura de Santa Inês, no Vale Jiquiriçá, cometeu  um erro ao copiar um processo do diário oficial da prefeitura de Itaquara e esquecer-se de mudar o nome da cidade. Resultado, foi enviado ao Diário Oficial a Publicação com o nome da cidade vizinha, Itaquara.

decretoerradodd

Edição de Republicação, do Decreto Nº 011, de 11 de novembro de 2015 – que Aprova o QDD – Quadro de Detalhamento de Despesa da Prefeitura Municipal de Santa Inês, para o exercício de 2016. Assim deveria ter sido corrigido o texto copiado da prefeitura vizinha, mas,   a gestão não se atentou em mudar nos dados o nome da cidade.

Confira aqui a publicação no Diário Oficial


57e1c2b7-da83-4181-b02b-f0a03bad1319

O PSL vai dando sequência ao recebimento de novas adesões, o que comprova o bom momento vivido pelo partido desde quando passou a ser comandado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Nilo. 06 deputados, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, ex-prefeitos e novas lideranças passaram a compor o partido sob a liderança nilista.

459868b3-8a3b-4703-8841-e5e3b66c7765

Entre os novos filiados está a vice-prefeita de Itiruçu, Dra. Rita Novaes, que deixa o PDT, amparado na cidade por carlistas, e que sofreu o abandono de suas principais lideranças, entre elas a figura do ex-prefeito Dr. Aílton Cezarino, esposo da vice-prefeita, e de lideranças com expressões de voto nas urnas.

IMG_4735

Em uma reunião liderada pela vice-prefeita, na manhã deste domingo (13), o partido recebeu novas adesões de pré-candidatos a vereadores e simpatizantes a postura política Cezarista e Novaes. A reunião contou com a presença do aliado e prefeito da cidade, Wagner Novaes, que salientou a importância em manter-se aliado a vice-prefeita. “Aílton e Rita são duas pessoas as quais contamos sempre que precisamos. Essa liderança deles vai crescer o PSL, que de nanico se tornou gigante não só na Bahia, mas Itiruçu mostra sua força com a adesão de novos filiados e de lideranças que concorrerão ás eleições deste ano. Estamos bem servidos. Agora é continuar lutando juntos para que possamos unir cada vez mais por uma cidade melhor”, disse Wagner.

3ae21a86-4430-46c2-bbe5-9425ca5ff567

O ex-prefeito Aílton Cezarino e a vice-prefeita Dra. Rita, deram às boas-vindas aos novos filiados de Itiruçu. Eles aproveitaram a ocasião para ressaltar a necessidade do partido se aproximar dos diferentes setores da sociedade como sindicatos, juventude, mulheres e da população em geral para fortalecer ainda mais a sigla e continuarem sendo uma das opções de voto da sociedade itiruçuense e com participação decisiva nas eleições municipais.

006a17d3-5156-41c4-ac78-c3b06e893b0d

Dentre o novos filiados estão os pré-candidatos a vereadores Edelson BAR; Roque do Surucucu; Ijoil Wagner; Mazinho do Acordeom; Roberto Silva; ambos cogitados como nomes para o Legislativo. Além dos citados, ainda ingressaram nomes como do casal Meire e Antelmo, Gilvando Tavares, o Veterinário Rafaeli Di Fillippo e advogado Bruno Di Fillippo, Mary do Feto, Missias Pedreiro, Juci de Deque, Meirinha, Zelito, Arilson Caldas, Valdete Leite, dentre outros.

Os secretários de Administração, Josman Almeida; de Saúde, Erasmo Amorim; de Educação, Manoel Missias; e de Serviços Gerais, José Acácio; além do assessor Jurídico e pré-candidato a vereador, Adson Novaes, também ingressaram no partido. O Secretário de Agricultura, Enzo Tenise esteve no ato de filiação.


aecio desespero povo

O governador Geraldo Alckmin e o senador Aécio Neves, ambos do PSDB, foram vaiados na chegada à avenida Paulista neste domingo (13). Enquanto os manifestantes gritavam “ladrão de merenda” e “corruptos”, apoiadores dos políticos usavam buzinas para abafar os protestos. Mais cedo, Alckmin recebeu, na ala residencial do Palácio dos Bandeirantes, uma comitiva formada por senadores e deputados da oposição. Em entrevista coletiva concedida na sede do executivo paulista, Alckmin falou que “é preciso virar a página”.

O PSDB divulgou nota afirmando estar ‘ extremamente satisfeito’ com a recepção de Aécio e Alckmin pelos manifestantes na Paulista. Veja a nota na íntegra:   O governador Geraldo Alckmin, os senadores Aécio Neves e Aloysio Nunes e demais políticos do PSDB ficaram extremamente satisfeitos com a recepção da população que compareceu na Avenida Paulista, neste domingo (13). Eles foram convidados por movimentos sociais e entidades. Nunca estiverem previstos discursos de qualquer um deles. É, portanto, mentirosa e equivocada a informação que eles desistiram de suas falas.


1005953-13032016_dsc4352

A manifestação do Movimento Vem Pra Rua, no Rio de Janeiro, durou cerca de cinco horas e ocupou vários quarteirões nas duas faixas da Avenida Atlântica, na orla de Copacabana, zona sul da cidade, neste domingo (13). O que mais se viu foram bandeiras do Brasil, cartazes contra o governo federal e o PT, empunhados por manifestantes vestidos de verde e amarelo.

A Polícia Militar acompanhou a manifestação com viaturas e um helicóptero. Não foram registrados confrontos nem incidentes graves. A PM não divulgou número de manifestantes, mas os manifestantes ocuparam cerca de dez quarteirões da orla. A apresentação do hino nacional encerrou a manifestação.

Por volta das 9h, teve início a concentração na altura do Posto 5, seguida de uma caminhada de cerca de dois quilômetros. A diversidade de ideias marcou o encontro. Alguns defendiam a intervenção militar, faixas pediam novas eleições, outras defendiam que o juiz Sérgio Moro, que julga, em primeira instância, os processos resultantes da Operação Lava Jato, se candidate à Presidência da República.

1006004-13032016-_dsc4768 (1)

Os manifestantes também levavam faixas contra a legalização do aborto. Porém, a defesa pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff e a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva monopolizaram os discursos nos três carros de som.

O analista de sistema Ricardo Meneses, de 33 anos de idade, se manifestou contra o impeachment. “Acho que não é por aí. Temos que pressionar por uma reforma política, porque tirar a presidente não vai mudar nada, só vai enfraquecer o país”, disse.

O pedreiro aposentado Paulo Cordeiro acordou às 4h e saiu de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, de trem, para a manifestação na zona sul. “Vim para melhorar o Brasil, porque está tudo ruim. O custo de vida aumentou e o dinheiro que a gente ganha não dá mais para nada”, disse.

1006012-13032016-_dsc5199

A professora Susana da Costa Santos, 58 anos, veio em caravana de seis ônibus do condomínio onde mora na Barra da Tijuca, zona oeste. “Estamos todos focados em apoiar a Polícia Federal e o Ministério Público, que estão protegendo o povo, que é trabalhador. Estou aqui, porque temos que nos unir por um país sério e justo”.

Moradores de prédios na Avenida Atlântica apoiavam a manifestação com bandeiras do Brasil estendidas em suas janelas. Um avião, que sobrevoou a orla várias vezes com a faixa “Não vai ter golpe”, foi vaiado todas as vezes pelos manifestantes.

Por volta das 15h, os manifestantes começaram a dispersar na altura do Posto 2.

Na concentração, no Posto 5, havia uma fila em frente a uma tenda que colhia assinaturas de apoio à Proposta de Emenda à Constituição 361 (PEC), que propõe aumentar a autonomia da Polícia Federal.

São Paulo

Em São Paulo, manifestantes a favor do impeachment já se concentravam na Avenida Paulista, região central da capital, antes das 14h. Por volta das 10h, chegaram os primeiros caminhões de som dos grupos que organizam o protesto contra o governo.

A maior parte das pessoas veste verde e amarelo ou carrega a Bandeira Nacional. Os manifestantes ocupam a via que, aos domingos, costuma ser fechada aos carros e usada como rua de lazer. Dois bonecos infláveis gigantes, um representando Dilma e outro o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em roupas de presidiário, foram instalados no centro da avenida. Nos acessos à via, ambulantes vendem réplicas do boneco e bandeiras do Brasil.

Salvador

10173721_951130818289312_416062551246951298_n

Manifestantes contrários ao governo Dilma reuniram-se às 10h, na Barra, bairro de classe média em Salvador. O ato acabou há pouco, no mesmo local. Segundo a Polícia Militar, cerca de 20 mil pessoas participaram do protesto, que se encerrou no Farol da Barra, onde houve dispersão dos participantes por volta das 13h.

O Farol da Barra é um dos principais pontos turísticos da capital baiana. Do local, os manifestantes seguiram para o Mirante Cristo da Barra, outro ponto turístico, onde os participantes posaram para uma fotografia, rezaram um Pai Nosso e aplaudiram, ao meio-dia, o juiz Sérgio Moro, que julga, em primeira instância, os processos resultantes da Operação Lava Jato.

A empresária Maria da Glória Carvalho, 59 anos, diz que está protestando contra a corrupção. “Sou empresária, produtora agrícola e fazendeira. O Brasil está tomado pela corrupção e precisa mudar. Nós precisamos limpar o nome do nosso país”, disse a moradora do Caminho das Árvores, bairro de Salvador.


1457822447IMG_20160312_190019
Enquanto o governador Rui Costa está retornando da China, onde angariou investimentos para a Bahia, o vice-governador João Leão deu prosseguimento à agenda de inaugurações e entregas no estado. Após inaugurar o Ponto Cidadão na sexta-feira (11), em Bom Jesus da Lapa, Leão participou da abertura da 50ª Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Vitória da Conquista (Expoconquista), no sudoeste baiano, na noite deste sábado (12).
O evento, realizado pela Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac), no Parque de Exposições da cidade, com o apoio do Governo do Estado e da prefeitura local, contribui para a movimentação financeira do agronegócio baiano. Em 2015,  mais de R$ 150 milhões em negócios foram movimentados durante os dez dias da exposição. A expectativa para a edição deste ano, segundo João Leão, é dobrar este número. “Este é um dos maiores eventos do agronegócio da Bahia. A exposição tem potencial e foi organizada para superar as edições anteriores. Estamos muito otimistas”, afirmou Leão, que visitou toda a feira acompanhado de outras autoridades.
1457822446IMG_20160312_181413
A Expoconquista, que segue até o dia 20, deve gerar 1.300 vagas de empregos diretos e cerca de 6 mil indiretos. Nesta 50ª edição, o evento conta com 400 expositores de diversos segmentos e seis leilões, além de cursos e treinamentos de capacitação para profissionais do campo e da indústria. Três mil animais também estarão expostos na feira, sendo 1300 bovinos e equinos de dez raças diferentes.
Produtos agrícolas, maquinarias para agricultura e pecuária, carros, tratores e equipamentos de limpeza também são comercializados. Já instituições financeiras, como o Banco do Nordeste, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e a Desenbahia, disponibilizam linhas de crédito para aquisição de equipamentos. “Este é um evento importante para o desenvolvimento do setor. Ele abre o calendário do agronegócio na Bahia, trazendo oportunidades e inovação”,  ressaltou o secretário da Agricultura do Estado, Vitor Bonfim.

1457822446IMG_20160312_182522Novidades

Secretarias estaduais também devolvem atendimentos em estandes instalados no local. A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) utiliza o espaço da feira para estimular e orientar os municípios do sudoeste a aderirem ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e de Leite, além de orientar quanto ao monitoramento e execução do Programa Cisternas.
Ao todo, em Vitória da Conquista, já foram construídas 2.333 cisternas para captação de água para consumo humano e 1.179 de cisternas de captação de água para produção através do programa. “É necessário mostrar a importância de recorrer a esses programas, que contribuem para a melhoria de vida de milhares de pessoas, com a garantia do respeito aos direitos humanos”, disse o secretário da SJDHDS, Geraldo Reis.


IMAGEM_NOTICIA_5

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) discursou sob vaias no trio da organização dos protestos antigoverno que acontecem neste domingo (13), no Farol da Barra. Mesmo sendo da oposição, o parlamentar não foi poupado dos gritos de “Ih, fora” proferidos pelos manifestantes. Ainda durante a fala do democrata, era possível ver garrafas sendo jogadas na direção do veículo onde ele discursou contra o governo da presidente Dilma Rousseff. Bahia Notícias.


RTEmagicC_Greve1103.jpg

Os professores da rede municipal de ensino de Salvador decidiram, nesta sexta-feira (11), pela manutenção da greve que já chega ao nono dia. A manutenção da greve é por tempo indeterminado e foi decida em uma assembleia realizada no Ginásio dos Bancários, nos Aflitos. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Smed), 35% das escolas permanecem em greve, atingindo mais de 60 mil alunos. A adesão, segundo a Smed, é de 45% dos professores. Uma nova assembleia está marcada para a próxima sexta-feira (18).

Os docentes reivindicam que parte da jornada de trabalho seja reservada para atividades extraclasse. A carga horária dos professores municipais pode ser de 20 ou 40 horas semanais. A categoria luta pede para que 1/3 dessa jornada seja destinado aos estudos pessoais, planejamento de aulas, atendimento de pais e reuniões de equipe. Segundo a prefeitura de Salvador, o modelo já está sendo implantado. Em entrevista coletiva, o secretário Guilherme Bellintani afirmou que acredita que a greve seja motivada por questões políticas.

Com a manutenção da greve, o sindicato está descumprindo a decisão judicial que decretou ilegal o movimento. Sobre o assunto, o sindicato informou, em nota: “Na assembleia foi discutida a notificação judicial recebida pela APLB no final da tarde de quarta-feira, 9, acerca da ilegalidade da greve. A direção da APLB-Sindicato defende que o retorno às aulas cabe somente aos trabalhadores e trabalhadoras em educação”.


650x375_lula_1571014

Os promotores Cassio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique Araújo pediram a prisão preventiva do ex-presidente Lula junto com a denúncia que apresentaram nesta quarta (9) sobre o tríplex em Guarujá (litoral de São Paulo), que teria sido preparado para a família do petista. Os promotores alegam que a prisão de Lula é necessária para garantir “a ordem pública, a instrução do processo e a aplicação da lei penal”. Eles apontam que, em liberdade, Lula pode destruir provas e agir para evitar determinações da Justiça. O pedido corre sob segredo de Justiça em São Paulo. A íntegra do pedido de prisão pode ser lida aqui.

1607075

O ex-presidente é acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, crimes que podem render de 3 a 10 anos de prisão e de 1 a 3 anos, respectivamente. Sua mulher, Marisa Letícia, e um dos filhos do casal, Fábio Luís Lula da Silva, também são acusados de lavagem de dinheiro. O pedido de prisão se estende ainda ao ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, ao ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, a dois executivos da OAS (Fábio Hori Yonamine, diretor financeiro da empresa, e Roberto Moreira Ferreira, diretor da empreiteira que comprou a cozinha de luxo do apartamento na Kitchens), à ex-diretora da Bancoop (Ana Maria Érnica) e ao ex-presidente da entidade (Vagner de Castro).


12806037_248425512166258_6146215042953909777_n

O Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá (Convale) teve projeto de convênio aprovado pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS – Governo da Bahia), através da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), durante reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira (09), em Salvador.

O projeto foi exposto para os representantes dos órgãos, que deram parecer positivo para assinatura do convênio de aproximadamente 1.900.00 (Um milhão e novecentos mil reais), a ser executado no prazo de 8 meses. Este convênio prevê a capacitação de agentes municipais para elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB) nos 18 municípios consorciados.

O prefeito de Lafayete Coutinho e presidente do Convale, Zenildo Brandão (Zé Cocá) agradeceu a parceria do Governo da Bahia, através do diretor da Agersa,Rogério Costa, e do secretário da SIHS, Cássio Peixoto, ressaltando que são grandes parceiros dos consórcios e não mediram esforços para concretizarem esta parceria com o Convale.

“Hoje iniciamos mais uma etapa no fortalecimento das políticas públicas do Vale do Jiquiriçá. Tivemos o nosso projeto aprovado para iniciar uma das demandas mais importantes para os municípios que é a elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB). É um passo importante para a modernização dos municípios a partir de um planejamento da sua infraestrutura com pensamento a longo prazo”, avaliou Zé Cocá.

O PMSB é um documento e funcionará como instrumento de desenvolvimento do município na área do saneamento, estabelecendo diretrizes para o serviço no município. O saneamento básico é definido como o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações operacionais relativo aos processos de: abastecimento de água potável; esgotamento sanitário; manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo das águas pluviais urbanas. O PMSB deve abranger as quatro áreas, relacionadas entre si, tornando-se instrumento estratégico de planejamento e de gestão participativa.

Plano Municipal de Saneamento Básico

Com a publicação da Lei n.º 11.445/2007, a Lei de Saneamento Básico, todas as prefeituras têm obrigação de elaborar seu Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). O saneamento básico foi definido pela Lei n.º 11.445/2007 como o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações operacionais relativo aos processos de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo das águas pluviais urbanas. Convale.