As chuvas temporãs que caíram na tarde desta segunda-feira (03) em diversas regiões da Bahia, provocaram estragos em cidades da região. Milagres, às margens da BR 116, foi uma das que mais sofreu com a força das enxurradas.  Leitores do Itiruçu Online registraram a força da correnteza na cidade.

Imagem de capa: Criativa Online.


Aconteceu na manhã deste domingo (02.) em Jequié, a 9ª edição da Corrida do Fogo, realizada pelo 8º Grupamento de Bombeiros Militar. Uma participação expressiva de corredores de Jequié e de outros municípios da região, a exemplo do grupo de maratonista de Itiruçu, além de pessoas que são praticantes de corridas e caminhadas.

Danilo Rogério de Itiruçu fica em 2º na categoria de 18 a 34 anos.

O grupo de Itiruçu levou cerca de 30 maratonistas do publico masculino e feminino em todas as faixas etárias da corrida. Dois Itiruçuenses ficaram no pódio Geral da Corrida: Waldik venceu em 1º lugar e Dinho ficou em 3º.  Já o maratonista Danilo Rogério ficou em 2º lugar na sua categoria, de 18 a 34 anos.  Pacheco chegou em 2º lugar na categoria de 50 anos.

Pacheco ficou em 2º na categoria 50 anos.

O Tenente Moreira, que também é maratonista e lidera o grupo Guerpados, com corredores de Itiruçu e outras cidades, foi chamado para premiar os vencedores gerais na competição. Os corredores receberam apoio na logística do vereador Jó de Jú, que é presente no apoio ao desportista de Itiruçu.

O Itiruçu Online atualizará o resultado geral assim que o evento disponibilizar  o resultado. Aguarde atualização neste post.


Vítima foi socorrida com vida para o HGPV, em Jequié. Fotos/Itiruçu Online.

Dois elementos a bordo de um polo de cor preta tomaram a moto de um Mototaxista do Entroncamento de Jaguaquara na BA-250, nesta sexta-feira, por volta das 12h40, perímetro do Entroncamento de Jaguaquara. De acordo com informações colhidas pelo Itiruçu Online, o Mototaxista retornava da cidade de Itiruçu quando foi seguido pelo veículo, recebendo ordem de parada do carona, que desceu do carro, fez o Mototaxista descer da moto e em seguida deflagrou um tiro na cabeça, montando na moto e seguindo por uma estrada vicinal. O comparsa do veículo, polo preto, seguiu em direção a BR-116. O Mototaxista foi identificado   por Erisvaldo dos Santos Fontes , 25 anos de idade,  apelidado de Joabe, morador do Entroncamento.

A Ambulância do Hospital de Itiruçu foi acionada para socorrer a vítima juntamente com a equipe do SAMU, que fizeram os primeiros atendimentos no local, encaminhando-o ainda com vida ao Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié em estado gravíssimo.

A Polícia de Jaguaquara deve investigar  o caso. O estado clínico  da vítima pós socorro o Itiruçu Online não conseguiu precisar. As guarnições da PM  de Itiruçu e do Entroncamento estiveram no local para registrar o ocorrido.

Atualizada às 14h56min


Foi publicado ontem, 28 de novembro, no Diário Oficial da União, o edital do concurso para preenchimento de 500 (quinhentas) vagas no cargo de Policial Rodoviário Federal. As inscrições para o certame serão feitas no site do Cebraspe, banca escolhida para a organização do processo seletivo, e vão do dia 03 a 18 de dezembro. Para ingressar na PRF os candidatos devem ter formação em curso superior aprovado pelo MEC e carteira de habilitação na categoria B. O Coordenador-Geral de Recursos Humanos, Jesus Caamaño, comenta o esforço da instituição para que o concurso transcorra da melhor maneira possível.

De acordo com Caamaño “com o anúncio de novo concurso, passamos por diversas etapas, desde o levantamento do perfil de candidatos desejado pela PRF, escolha da banca organizadora e construção do edital de forma minuciosa obedecendo a legalidade e a experiencia do órgão nos concursos passados. A partir de agora, temos os candidatos conosco nesse caminho que leva à formação de 500 novos policiais rodoviários federais”.

Durante a assinatura do edital no fim da tarde de ontem, o Diretor-Geral da PRF citou que “a publicação do edital é apenas parte do caminho para o ingresso dos novos policiais. Antes mesmo do anúncio do concurso em fevereiro deste ano pelo Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, já estávamos tomado medidas para aperfeiçoar o perfil profissiográfico que queremos, de maneira que tenhamos a seleção daqueles que realmente são vocacionados para o trabalho policial e para a PRF”.

Todas as informações sobre o certame estão disponíveis e detalhadas no edital, que pode ser acessado através do link www.cespe.unb.br

ATENÇÃO: 

A Polícia Rodoviária Federal informa a publicação de retificação de edital de concurso público para o cargo de policial rodoviário federal em função de erro em formatação durante o fluxo de publicação. Acompanhe o novo quadro de vagas já em quadro retificado.


A situação dos imigrantes venezuelanos em abrigos instalados nos municípios de Boa Vista e em Pacaraima, em Roraima, e o reflexo desta imigração nas demandas sociais e serviços públicos do estado foram verificadas de perto por integrantes do Ministério Público brasileiro. A visita técnica, que teve por objetivo conhecer e buscar soluções para a crise migratória, foi realizada no período de 26 a 28 de novembro pelo Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH) do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG). O órgão  é presidido pela procuradora-geral de Justiça da Bahia, Ediene Lousado, que liderou as visitas.

Além de conhecer de perto a realidade oriunda da crise da imigração de venezuelanos, incluindo o acolhimento e abrigamento, a visita buscou dar especial atenção às demandas enfrentadas pelo estado e pelos municípios de Roraima diante do expressivo aumento nos índices de atendimento à população em diversas áreas. Segundo Ediene Lousado, a partir dos dados que foram colhidos, os membros do GNDH irão elaborar um relatório da situação atual dos venezuelanos no estado. “Deste relatório também sairão proposições em torno de uma atuação resolutiva e diretrizes para a implantação de soluções voltadas ao atendimento da demanda trazida pela imigração venezuelana”, explicou. A presidente do GNDH informou, ainda, que o material será apresentado ao CNPG para que os chefes dos Ministérios Públicos possam auxiliar na sensibilização dos demais estados brasileiros sobre a importância do acolhimento dos imigrantes venezuelanos.

Segundo a procuradora-geral de Justiça de Roraima, Elba Amarante, que também acompanhou as visitas, o estado recebe um contingente populacional inesperado e merece atenção especial do Governo Federal, bem como a união de esforços de órgãos das mais diversas esferas. “A visita do GNDH objetiva, principalmente, identificar as dificuldades enfrentadas pelas redes de saúde, educação, segurança pública, assistência social e demais setores”, ressaltou a chefe do Ministério Público de Roraima, desejando que o GNDH proponha algumas medidas para tentar minimizar este impacto.

Nesta quarta-feira, dia 28, foi realizada uma reunião interinstitucional na sede do Ministério Público do Estado de Roraima entre órgãos estaduais e municipais, o Exercício Brasileiro e o Alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR). Na oportunidade, foi apresentado um panorama da rede de atendimento e de acesso aos serviços prestados aos imigrantes, a exemplo de saúde e educação e segurança pública. Além de Ediene Lousado, também participaram da visita técnica a Roraima o secretário-executivo do GNDH, promotor de Justiça Rogério Queiroz, e a promotora de Justiça Nadja Brito Bastos, ambos do Ministério Público da Bahia; o procurador de Justiça do Ministério Público do Estado Paraná, Marco Antônio Teixeira; e os promotores de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas Rodrigo Miranda Leão Júnior, Antônio Mancilha e Renata Cintrão.

O GNDH

O Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH) é órgão do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG) que tem por finalidade promover, proteger e defender os direitos fundamentais dos cidadãos. Com atuação em âmbito nacional, o grupo tem como objetivo a efetivação dos direitos humanos a partir da interlocução com a sociedade civil, da articulação entre os Ministérios Públicos, da promoção de convênios e de outros meios de atuação.

Integram o GNDH sete comissões permanentes que têm por finalidade a discussão de questões práticas e teóricas e o intercâmbio de experiências. O grupo apresenta bienalmente ao CNPG um Plano de Atuação com metas e estratégias de atuação na proteção dos direitos humanos e na consolidação da democracia e da justiça social.

*com informações e fotos da Ascom/MPRR


Escorpiões assustam moradores do bairro de Olhos D’Água, em Feira de Santana — Foto: Divulgação/TV Subaé

Moradores do bairro Olhos D’Água, em Feira de Santana, cidade que fica a cerca de 100 quilômetros de Salvador, relataram o aparecimento de grande quantidade de escorpiões amarelos nas últimas semanas. Segundo eles, a causa é um terreno abandonado que fica na Rua Papa João XXIII. Os moradores dizem que o espaço tem bastante sujeira. De janeiro a outubro deste ano, o Hospital Cleriston Andrade, referência no tratamento para pessoas que são picadas por animais peçonhentos, registrou 295 acidentes causados por escorpiões.

“Inclusive, quando há relatos de se tratar de escorpião amarelo, a gente faz o comunicado em nível de município, para que haja as intervenções necessárias”, disse Gerusa Che, coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica. Alguns moradores do bairro contam que já encontraram escorpiões dentro de casa. Segundo o mecânico Ailton Rosário, o filho dele foi ficado pelo inseto.

“A perna dele inchou, aí a gente foi ver o que foi e encontrou o escorpião. Pegamos o escorpião e levamos ele para o hospital”, disse o mecânico. De acordo com a bióloga Juliana Furtado, os moradores devem evitar acumulação de entulhos, blocos, tijolos, telhas, madeiras, pois esses objetos servem de abrigos para os escorpiões. “O local específico para eles ficarem eram as florestas, mas a urbanização inadequada fez com que esse animais saíssem da floresta, já que várias casas estão sendo construídas nesses locais, e virassem pragas urbanas”, disse Juliana. Com informações do G1.


Pagamento do 13º salário deve injetar mais de R$ 210 bilhões na economia em 2018

Termina nesta sexta-feira (30) o prazo para que as empresas paguem aos seus funcionários o adiantamento da primeira parcela do 13º salário. A segunda parcela, por sua vez, precisa ser depositada na conta dos trabalhadores até o dia 20 de dezembro. Aqueles que pediram o adiantamento do 13º nas férias, contudo, não recebem a primeira parcela agora (pois já receberam), apenas a segunda. A primeira parte representa metade do salário que o funcionário ganha. O pagamento do 13º salário é feito com base no salário de dezembro, exceto no caso de empregados que recebem salários variáveis, por meio de comissões ou porcentagens – nesse caso, o 13º deve perfazer a média anual de salários. Cabe ao empregador a decisão de pagar em uma ou duas parcelas. No caso de ser apenas em uma única vez, o pagamento deve ser feito até esta sexta.

Caso o empregador não respeite o prazo do pagamento, será autuado por um auditor-fiscal do Ministério do Trabalho no momento em que houver fiscalização, o que gerará uma multa. Quem não receber a primeira parcela até a data limite deve procurar as Superintendências do Trabalho ou as Gerências do Trabalho para fazer a reclamação. Outra opção é buscar orientação no sindicato de cada categoria. O Imposto de Renda e o desconto do INSS incidem sobre o 13º salário. Os descontos ocorrem sobre o valor integral do 13º salário na segunda parcela. O FGTS é devido tanto na primeira como na segunda parcela.

O pagamento do 13° salário deve injetar R$ 211,2 bilhões na economia, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O número de pessoas com direito ao benefício soma 84,5 milhões, dos quais 57,6% são empregados formais (48,7 milhões de pessoas) e 42,4% (35,8 milhões) são aposentados e pensionistas da Previdência Social. O valor médio do 13º salário que será pago em 2018 é estimado em R$ 2.320.


O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (27/11), aprovou com ressalvas as contas do prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão Pereira, relativas ao exercício de 2017. O gestor foi multado em R$ 5 mil pela irregularidades identificadas durante a análise das contas. O conselheiro Plínio Carneiro Filho, relator do parecer, também determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$44.767,80, com recursos pessoais, devido a ausência de comprovação de pagamento.

O município de Vitória da Conquista apresentou uma receita arrecadada na ordem de R$598.842.652,83 e realizou despesas no montante de R$605.294.525,38, o que indica um déficit orçamentário de R$6.451.872,55. Contudo, os recursos em caixa foram suficientes para cobrir as despesas com restos a pagar e de exercícios anteriores, o que demonstra a existência de equilíbrio nas contas públicas.

A despesa total com pessoal alcançou o montante de R$301.397.791,18, que representa 51,59% da receita corrente líquida de R$584.216.936,47, cumprindo, portanto, o limite de 54% estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em relação às obrigações constitucionais e legais, todos os percentuais de investimento foram atendidos. O gestor aplicou 27,75% da receita resultante de impostos e de transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino no município, quando o mínimo é 25%, e aplicou nas ações e serviços públicos de saúde 25,52% dos recursos específicos para este fim, superando o mínimo exigido de 15%. Também foram investidos 76,90% dos recursos do FUNDEB no pagamento dos profissionais do magistério, sendo o mínimo 60%.

Sobre processos licitatórios, a relatoria constatou irregularidades no procedimento de inexigibilidade realizado para contratação de serviços de supervisão clínico institucional do CAPSII, no valor de R$15.200,00, vez que não ficou comprovada a notória especialização do profissional contratado nem a singularidade do serviço prestado. Já em relação ao procedimento de dispensa para contratação de serviços de locação de equipamentos e sistemas de sonorização, pelo valor de R$115.040,00, não restou configurado o estado de emergência ou situação calamitosa capaz de legitimar a despesa apresentada.

Câmara – Na mesma sessão, o TCM aprovou com ressalvas as contas do presidente da Câmara de Vitória da Conquista, Hermínio Oliveira Neto, relativas ao exercício de 2017. Por ter identificado apenas poucas ressalvas nessas contas, o relator, conselheiro Plínio Carneiro Filho, não multou o gestor.

A Câmara recebeu repasses, a título de duodécimos, no montante de R$14.745.907,80 e realizou despesas no montante de R$14.656.440,41, respeitando o limite previsto no artigo 29-A da Constituição Federal. A despesa com pessoal foi no montante equivalente a R$12.350.381,27, que corresponde a 2,11% da receita corrente líquida municipal, não ultrapassando, consequentemente, o limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

O relatório técnico registrou apenas questionamentos relacionados a ausência de contrato de prestação de serviços e irregularidades formais encontradas no exame de processos licitatórios.

Cabe recurso das decisões.


Por meio de um compromisso de longo prazo na compra de energia renovável na Bahia, a Braskem, maior petroquímica das Américas e líder global na produção de biopolímeros, viabilizará a expansão da primeira fase do Complexo Eólico Folha Larga, da EDF Renewables do Brasil. Esse novo parque de energia renovável, localizado no município de Campo Formoso, a 350 km a noroeste de Salvador, contribuirá para colocar a Bahia entre os líderes no setor nos próximos anos. Pelo acordo, a Braskem se compromete a comprar energia do projeto da EDF Renewables por 20 anos em um contrato estimado em aproximadamente R$ 400 milhões. O empreendimento foi viabilizado pela contratação de venda de energia de longo prazo nos leilões do governo, e também pela celebração do compromisso da Braskem no ambiente de contratação livre. “A Bahia tem se tornado referência nacional em energia renovável”, afirma Gustavo Checcucci, diretor de Energia da Braskem. “Estamos fazendo nossa parte para o desenvolvimento desse setor e para o crescimento do Estado da Bahia. Ao investir numa matriz limpa e sustentável, estamos reduzindo a quantidade de emissões de CO2 em 325 mil toneladas ao longo do período do contrato“, diz Checcucci. A Bahia tem atualmente 113 parques eólicos em operação, com potência instalada de aproximadamente 3,0 GW, segundo dados da Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

 

Os investimentos já contratados no setor durante o ano por meio dos leilões de energia devem fazer o Estado da Bahia ganhar mais 622 MW de energia eólica até 2024. A região de Campo Formoso onde está localizado o parque eólico apresenta vento forte e constante, muito favorável a eficiência da geração de energia eólica. A Braskem é a maior produtora de resinas das Américas, com produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e receita líquida de R$ 50 bilhões em 2017. Exporta para clientes em aproximadamente cem países e opera 41 unidades industriais, com destaque para o Polo Petroquímico de Camaçari. Estabelecida há três anos no Brasil, a EDF Renewables encontra-se entre as líderes do país no setor de energias renováveis, totalizando cerca de 1 GW em projetos de energia eólica e solar, já considerando as iniciativas que estão em operação e em fase de construção. Na Bahia, a empresa francesa conta ainda com o Complexo Eólico Ventos da Bahia, município de Bonito e de Mulungu do Morro, com capacidade para produzir 183 MW. Além disso, a EDF Renewables concluiu em 2018 a construção do Complexo Solar de Pirapora, o maior da América do Sul em operação, localizado no norte de Minas Gerais, que tem capacidade total de 400 megawatts pico em operação.


Durante a inauguração do Centro de Reabilitação Nice Aguiar, da Santa Casa de Jequié, o presidente da AACD, Marcelo Kheirallah, falou sobre o sucesso da parceria de 14 anos com a Fundação José Silveira (FJS) e sobre o Termo de Cooperação Técnica entre as instituições, em benefício dos pacientes do Centro de Reabilitação.

Foi inaugurado na manhã de ontem,  segunda-feira (26), na Santa Casa do município de Jequié, o Centro de Reabilitação Nice Aguiar, iniciativa da Fundação José Silveira (FJS). Lotado em uma área de 4.805 m2 viabilizada pela benemérita Nice Aguiar, por meio de doação, o Centro de Reabilitação em cooperação técnica com a Associação de deu Assistência à Criança Deficiente (AACD), tem a expectativa de realizar aproximadamente 400 atendimentos por mês, sendo o seu público alvo pessoas com deficiências, doenças ortopédicas e idosos.

O presidente da Fundação, o médico Geraldo Leite, comemorou a inauguração. “Serão cerca de 400 pacientes recebidos por mês e 1100 procedimentos também por mês. Esse centro é uma grande aquisição, não somente para Jequié, mas também para 25 municípios circunvizinhos. Mais de 500 mil habitantes serão beneficiados”, disse.

 

Dividido em duas etapas, essa primeira fase da inauguração inclui piscina, consultórios de atendimento e ginásio, além de instalações para o atendimento multidisciplinar de saúde e ações complementares. Um dos idealizadores do projeto, o deputado federal Antonio Brito (PSD), ressaltou a parceria firmada entre a AACD e a FJS, enaltecendo o novo modelo de gestão. “A Santa Casa anunciou juntamente com a AACD todo esse protocolo, inclusive de reforma e projeto foi feito com a supervisão da associação, pois eles não têm nenhum unidade na Bahia, e a partir desse primeiro protocolo não serão mais construídos diretamente, serão realizadas parcerias, onde existe capacidade de norral.

Então está será a primeira, onde a própria construção do centro passou pela supervisão da AACD. É um modelo novo, que começa pela Bahia e por Jequié”, afirmou o deputado. Já para a benemérita Nice Aguiar, responsável pela doação do terreno onde foi construído o centro de reabilitação, a população de Jequié merece saúde de qualidade.  “A entrega dessa obra social, me faz crer que os meus irmãos serão acolhido de forma amada, em uma época em que se clama por saúde. Contemplar essa obra erguida em Jequié,  traz para cada um de nós a certeza de que, verdadeiramente o povo merece o direito a vida”, concluiu.