O ministro do Turismo, Gilson Machado, falou neste sábado, 10, sob a avaliação dos impactos econômicos causados pela pandemia à região do Nordeste, que não deverá ter por mais um ano os festejos juninos e carnavalescos. As falas de Machados foram concedidas em entrevista ao portal ‘Muita Informação!’.

“O presidente Bolsonaro está sensível a isso e, principalmente, com o sofrimento do Nordeste que precisa do Carnaval e do São João. É um momento muito difícil. Não tem condições de ter festejos esse ano. E isso vai resultar em um prejuízo de R$ 1 bilhão e meio”, lamentou o ministro.

Gilson esteve em viagem ao estado da Bahia neste mês, juntamente com o baiano e atual ministro da Cidadania, João Roma. De acordo com o titular da pasta do Turismo, o ministério tem trabalhado com três estímulos para uma recuperação no setor. No entanto, a prioridade para o momento segue sendo manter o planejamento de vacinação aos brasileiros.

“Estamos fazendo campanha para tentar estimular o turismo de curta, média e longa distância. Porém em um primeiro momento temos que lutar para vacinar a população”, afirmou.

Por fim, Gilson Machado também disse acreditar que, daqui a algum tempo, a imunização será um critério exigido por muitas nações para autorizar a entrada de turistas.


Após suspensão de água no bairro em que reside, um homem foi preso na manhã desta segunda-feira, 12, suspeito de ferir dois funcionários da Embasa e fazer uma outra trabalhadora de refém, no município de Vitória da Conquista, no Centro-Sul baiano, por equipes da 77ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Segundo nota divulgada pela Secretaria de Saúde Pública (SSP-BA), ele “estava bastante transtornado” e informou que o motivo das agressões teria sido a suspensão de água no bairro. O homem chegou a ferir, com arma branca, um segurança e o gerente do local. Além disso, fez uma funcionária de refém, mas após negociações, atendeu as orientações e liberou ela.

O segurança foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e em seguida liberado. Enquanto que o gerente precisou ser encaminhado para uma unidade médica da cidade. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

O homem foi conduzido para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Vitória da Conquista e a arma branca utilizada foi apreendida.


Um homem identificado como Erivan Santos de Jesus, conhecido pelo apelido de Tiziu, foi ferido com um golpe de foice no pescoço na tarde da  sexta-feira (09), na cidade de Itagibá. O caso ocorreu por volta das 14h30, na Rua L, bairro Gilda Fonseca. A vítima foi socorrida por uma ambulância até o hospital local e em seguida transferida pelo Samu para o Hospital Geral Prado Valadares. Conforme relatos de moradores, ele teria perdido muito sangue. Segundo apurou o GIRO, o estado de saúde de Tiziu é delicado e ele iria passar por um procedimento cirúrgico na unidade hospitalar.

De acordo com as informações apuradas por nossa reportagem, o autor do golpe de foice foi preso pela Polícia Militar. Aos policiais, o homem conhecido como Edvaldo contou que agiu para defender o seu tio e relatou que Tiziu teria invadido a casa e estava com uma pedra ameaçando arremessa-la contra o homem. A foice foi encontrada em um dos quartos do imóvel. Edvaldo foi detido e conduzido até a delegacia local. Om informes   do Giro Ipiaú.


A Receita Federal adiou, para 31 de maio, o prazo para entrega da declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física, ano-base 2020. O período de ajuste anual, que começou em 1º de março, terminaria no dia 30 de abril, mas foi prorrogado pela Instrução Normativa nº 2.020/2021, publicada hoje (12) no Diário Oficial da União. De acordo com a Receita, a prorrogação foi estabelecida como forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, assim como aconteceu em 2019. No ano passado, o prazo foi estendido em dois meses, até 30 de junho.

“A medida visa proteger a sociedade, evitando que sejam formadas aglomerações nas unidades de atendimento e demais estabelecimentos procurados pelos cidadãos para obter documentos ou ajuda profissional. Assim, a Receita Federal contribui com os esforços do governo federal na manutenção do distanciamento social e diminuição da propagação da doença”, explicou, em nota. Em razão do adiamento, o contribuinte que deseja pagar o imposto via débito automático desde a primeira cota deverá fazer a solicitação até o dia 10 de maio. Quem enviar a declaração após esta data deverá pagar a primeira cota por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), gerado pelo próprio programa de declaração. Nesse caso, as demais cotas poderão ser em débito automático.

Para aqueles que não optarem pelo débito automático, os DARFs de todas as cotas poderão ser emitidos pelo programa ou pelo Extrato da Declaração, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) no site da Receita Federal.

Também foram prorrogados para 31 de maio de 2021 os prazos de entrega da Declaração Final de Espólio e da Declaração de Saída Definitiva do País, assim como, o vencimento do pagamento do imposto relativo a essas declarações.

A Receita destacou ainda que disponibiliza diversos serviços aos cidadãos, que podem ser acessado sem sair de casa. Por meio do e-CAC com uma conta gov.br, o portal único do governo federal, o contribuinte tem acesso, por exemplo, aos comprovantes de rendimentos informados na Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) pelas fontes pagadoras, à cópia da última declaração entregue e à declaração pré-preenchida.


Com o objetivo na contratação dos serviços de publicidade, na divulgação de atos, editais, informativos, notas, entrevistas, em rádio, som local, filmagem, gravação e transmissão ao vivo, gerenciamento em sites, áudio visual etc, a Câmara Municipal de Jaguaquara tem para o exercício financeiro de 2021, mesmo com as adversidades da pandemia do novo coronavírus, o valor de R$ 141.840,000. A adjudicação e homologação do Pregão Presencial 03/2021 foi atualizado no Diário Oficial do Legislativo, presidido pelo vereador do PP, Nildo Pirôpo.

Em comparação ao ano de 2020 para os serviços, os valores ganharam aumento em quase 85%, saído das cifras de R$ 73. 510 para o valor atual de R$ 141.840,000. Os dados estão no Diário Oficial da Câmara de Vereadores.


Diana não aceitava o fim do relacionamento de três anos e seis meses que teve com Iran | Foto: Reprodução

A estudante Diana Rosa Santos de Jesus, 27 anos, foi presa em flagrante, na noite da quarta-feira, 7, em Itabuna, após confessar ter esfaqueado e matado o ex-namorado, o comerciário Odlairan Ribeiro dos Santos, 29 anos. O rapaz levou uma facada no pescoço, durante uma suposta discussão com a mulher.

O crime foi cometido dentro da casa onde Odlairan morava, na Rua G, no bairro Monte Cristo. Diana teria invadido o imóvel. Segundo uma fonte policial, foi a própria mulher que acionou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atender Iran, como o rapaz era chamado. Mas, quando os socorristas chegaram, ele já estava morto. A faca usada teria sido pega por Diana na cozinha da residência onde o homicídio foi cometido.

Ainda conforme o policial, o crime teve motivação passional, já que Diana não aceitava o fim do relacionamento de três anos e seis meses que teve com Iran. Ele revelou ainda que, na hora do fato, a vítima estava na companhia da namorada atual, o que teria deixado Diana ainda mais revoltada. Não foi possível confirmar se a jovem que estava com Iran também foi ferida na ação. “Eles já estavam separados, pelo que sei, já tinha quase um mês, mas ela não aceitava. Disseram que ele já estava com outra. Aí deu nisso”, explicou o agente.

Em um áudio gravado no celular, um vizinho do jovem contou que, na terça-feira, 6, Diana passou o dia na rua, próximo à casa de Iran. Para ele, a mulher premeditou o crime. “Desde ontem (terça-feira), ela estava aqui em frente à minha casa ‘maquinando’ o que fazer”, concluiu o homem, pedindo oração pela família de Iran. Diana foi autuada por homicídio e está custodiada no Complexo Policial de Itabuna, à disposição da Justiça.


 

O Tribunal de Contas dos Municípios, na  quarta-feira (07/04), rejeitou as contas da Prefeitura de Jaguaquara, da responsabilidade de Giuliano de Andrade Martinelli, referentes ao exercício de 2019. O gestor, além de extrapolar o limite para gastos com pessoal, não comprovou o pagamento de multas imputadas pelo TCM em processos anteriores. O conselheiro Paolo Marconi, relator do parecer, multou o gestor em R$10 mil pelas irregularidades apontadas no relatório técnico.

Também foi imputada ao prefeito uma segunda multa, no valor de R$70.200,00, que corresponde a 30% dos seus subsídios anuais, pela não recondução do índice de gastos com pessoal ao limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Para a maioria dos conselheiros – que aplicam a Instrução TCM nº 003 – a despesa total com pessoal representou 56,50% da receita corrente líquida do município, superando, portanto, o limite de 54% estabelecido pela LRF. Para os conselheiros Paolo Marconi e Fernando Vita, que não aplicam a instrução em seus votos, esse percentual foi ainda maior, 60,03%.

No exercício, a Prefeitura de Jaguaquara arrecadou recursos na ordem de R$103.713.015,07 e promoveu despesas no total de R$107.494.292,69, resultando em déficit orçamentário de R$3.781.277,62. Além disso, os recursos deixados em caixa – no montante de R$8.080.531,65 – não foram suficientes para o pagamento das obrigações exigíveis no curto prazo, resultando em um saldo a descoberto de R$4.861.843,85. Essa situação compromete o equilíbrio das contas públicas.

Em relação às obrigações constitucionais e legais, todos os percentuais de investimento foram atendidos. O gestor aplicou 25,41% da receita resultante de impostos e de transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino no município, quando o mínimo é 25%, e aplicou nas ações e serviços públicos de saúde 15,82% dos recursos específicos para este fim, superando o mínimo exigido de 15%. Também foram investidos 71,85% dos recursos do Fundeb no pagamento dos profissionais do magistério, sendo o mínimo 60%.

Sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb, a Prefeitura não cumpriu as metas projetadas no Plano Nacional de Educação, já que nos anos iniciais do ensino fundamental (5º ano), o Ideb foi de 4,10, abaixo da meta de 4,40; enquanto que nos anos finais do ensino fundamental (9º ano), o índice foi de 3,20 ante uma meta de 3,90.

Cabe recurso da decisão.


Na manhã desta quinta-feira, 8, o prefeito de Jequié, Zé Cocá, recebeu a visita do empresário Luiz Roberto Vieira Ribeiro, presidente do Grupo Buriti. Estiveram presentes o secretário de Governo, Hassan Iossef; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Celso Galvão.

Durante o encontro, foram discutidos assuntos referentes ao fomento econômico do município e a importância da chegada de novos empreendimentos comerciais e industriais para a geração de novas vagas de emprego com carteira assinada. Com uma rede de lojas de material de construção, sediadas nas cidades do sul da Bahia, o empresário Luiz Ribeiro, anunciou a abertura de uma filial da empresa em Jequié e, ainda, a abertura de 40 novas vagas de emprego, que deverão estar disponíveis assim que a instalação do empreendimento estiver sido concluída.

“A Buriti é uma empresa do varejo de materiais de construção, que opera em Itabuna, Ilhéus, Itacaré e toda a região sul do estado. Estamos chegando para fortalecer o comércio de Jequié. Já estávamos dialogando com o prefeito sobre a nossa vinda e hoje estamos trazendo a notícia. Já estamos com o imóvel alugado, e reforma iniciada para a garantia da inauguração no próximo mês de junho. Vamos gerar, diretamente, 40 empregos na cidade de Jequié. Temos a certeza que o empreendimento vai ser muito bem-sucedido aqui, porque é uma cidade que está em crescimento, que tem uma administração voltada ao empreendedorismo e é isso que a gente busca. Crescer, investir na cidade e poder realmente participar do comércio local.”, disse o empresário, Luiz Roberto Vieira Ribeiro.

“No meio dessa pandemia que assola o país, recebemos essa ótima notícia e que é fruto do trabalho e empenho da iniciativa da gestão municipal. Gerar essa confiança, criar a expectativa positiva e que atraia novos investimentos para a cidade. A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, vem fomentando o empreendedorismo e com isso, a geração de emprego e de renda no município, por meio de ações de estreitamento de laços com empresários, industriais e comerciantes.”, afirmou o secretário de Governo, Hassan Iossef.

“O desenvolvimento econômico é a base da qualidade de vida em uma cidade. Com emprego tudo se torna mais fácil, é a dignidade do cidadão. Jequié vem sofrendo com a pandemia que impactou todo o país, mas não estamos parados. Estamos trabalhando duro na busca por novas empresas, novos investimentos e a satisfação é grande quando encontramos gente interessada em vir para cá, em abrir negócios e contratar mão de obra local. É bom para a cidade e é bom para a população.”, destacou o prefeito Zé Cocá.


leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL).

O governo federal leiloou hoje (8) a concessão de parte da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), entre o porto de Ilhéus e Caetité, na Bahia. Chamado de Fiol 1, o trecho de 537 quilômetros de extensão foi arrematado pela Bahia Mineração (Bamin), do Grupo Eurasian Resources Group (ERG), a única empresa a apresentar lance no certame.

O lance de outorga ofertado pela Bamin foi de R$ 32,730 milhões. A mineradora ficará responsável pela finalização do empreendimento e operação do trecho, em uma concessão que vai durar 35 anos, com previsão de investimentos de R$ 3,3 bilhões. Desse total, R$ 1,6 bilhão serão usados para a conclusão das obras, que estão 80% finalizadas.

De acordo com a mineradora, todos os investimentos serão bancados com recursos próprios da companhia.

Segundo o governo federal, a concessão da Fiol permitirá a criação de 55 mil empregos diretos e indiretos. “Esse é o projeto mais transformador do estado da Bahia, um investimento que vai terminar uma obra parada há 10 anos. Vamos ver, finalmente, a obra chegando no porto. A gente vai ter um sistema integrado: mina, ferrovia e porto”, destacou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

O governo federal informou que o trecho leiloado hoje deve começar a operar em 2025, já transportando mais de 18 milhões de toneladas de carga, entre grãos e o minério de ferro produzido na região de Caetité. O minério de ferro deverá compor a maior parte da carga transportada no trecho, mas também serão carregados alimentos processados, cimento, combustíveis, soja em grão, farelo de soja, manufaturados, petroquímicos e outros minerais.


Na manhã desta quinta-feira (08), um idoso de 66 anos acabou registrando um boletim de ocorrência em desfavor do prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas (PP), com acusação de agressão.

De acordo com informações da vítima, Valdir Rodrigues Gonçalves, que é borracheiro na cidade, o prefeito teria perdido a paciência sobre críticas que vinha fazendo em relação a situações do município. Segundo relatos da denúncia, o gestor teria se aproximado do ancião e pedido para ele sair do veículo, mas teria ouvindo da vítima que não iria sair do carro, pois não tinha nada a tratar com ele, sendo depois ofendido de vagabundo pelo prefeito.  Valdir estaria comentando que o carro-pipa do município estaria abastecendo a fazenda do prefeito, segundo denúncia feita por um vereador da oposição na sessão da Câmara.

“Ele meteu a mão nos meus peitos eu dento do carro com o vidro suspenso pela metade. Depois disso ele saiu”, disse Valdir. De acordo com relatos obtidos pelo IO, a vítima é um crítico da gestão na cidade e embraveia o discurso contra o gestor. O Blog entrou em contato com o prefeito, que disse ser criticado e acusado de ladrão pelo denunciante diariamente.