A Justiça CONDENOU o Pastor Reginaldo Barros a pagar ao professor Dr. Roberto Gondim, a título de danos morais, no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais), em razão da veiculação em forma de áudio gravado em grupo de WhatsApp de varias fake news imputando à campanha eleitoral do professor Roberto Gondim falsos crimes e irregularidades eleitorais . Mesmo sendo questionado em juízo e tendo a oportunidade de mostrar provas das suas alegações, o pastor Reginaldo Barros não apresentou nada que trouxesse sequer indícios de veracidade de suas alegações. A condenação ocorreu em processo cível sendo que o pastor Reginaldo Barros ainda responde a processo criminal área crime por outros delitos de mesma natureza. Mesmo sendo funcionário concursado, o réu condenado requereu ao juízo que fosse considerado pessoa pobre no intuito de se beneficiar da assistência judiciária gratuita. o pedido não foi acatado.


Na final da tarde desta terça-feira (17), uma Guarnição da Polícia Militar da cidade de Lajedo do Tabocal deteve Neuma Tavares Vieira, 40 anos, suspeita de tráfico de drogas. Segundo a Polícia, após uma denúncia anônima, dando conta de que Neuma estaria traficando drogas em sua residência localizada na Rua Antonio Honorato, centro da cidade, a guarnição foi até o local, onde constatou a veracidade do crime e apreendeu na referida residência cerca de 125 gramas de maconha prontas para comercialização, em seguida conduziu Neuma para a Delegacia Territorial daquela cidade, onde o Delegado de Polícia Dr. Arão Borges autuou e prendeu Neuma por tráfico de drogas, ela agora está à disposição da Justiça e nesta quarta-feira(18),será apresentada para audiência de custódia no Fórum da cidade de Jaguaquara.


O Projeto Psicologia & Vida, adveio da inquietação de jovens Psicólogas, objetivando o resgate da dignidade humana. Visto que a proposta deste projeto é promover para a população em geral, atendimento psicológico de qualidade e de forma acessível.
Em Parceria com o Consultório Irmã Dulce, foi possível colocá-lo em prática, possibilitando um espaço de acolhimento para o sujeito que se abre ao seu destinar-se. Desta forma, é importante ressaltar que, todas as pessoas que precisam de acolhimento, orientação e aconselhamento, podem e devem procurar o Plantão Psicológico.

Salientamos que, o Plantão Psicológico é uma prática clínica, porém, se diferencia da psicoterapia, pois a sua prática está voltada para a escuta e intervenção de uma situação problema e no acolhimento ao momento de crise.  Mediante ao exposto, é pertinente esclarecer, que não será gerado nenhum custo benefício pelo serviço.

As coordenadoras do Projeto Psicologia & Vida são: Psicóloga, Aline Batista 03/20416; Psicóloga, Débora Sintia 03/19510; e  Psicóloga Gildélia Slógia 03/19007.


A sexta-feira 13  foi de azar para o meliante que atirou contra a guarnição da CIPE Central em Jequié. Armando Reis Duarte Neto foi surpreendido pelos policiais e fez uma manobra brusca para evitar o contato policial, fugindo após efetuar disparo de arma de fogo contra os militares, no bairro Cidade Nova, iniciando uma perseguição policial. A patrulha desembarcou e de pronto realizou o cerco, a fim de identificar o indivíduo, que adentrou de forma abrupta a uma residência. A guarnição foi mais uma vez surpreendida com mais disparos de arma de fogo, no confronto o meliante vulgo “vovozona”levou a pior e foi atingido. Baleado e ferido, Armando foi socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares, não resistindo aos ferimentos e evoluindo a óbito. Armando possuía vários registros criminais, por participação direta com tráfico de drogas, além de estar ligado a Organização Criminosa local que opera clandestinamente com práticas excessivas de extorsão, ameaças, roubos diversos e aliciamento de menores para a prática de crimes.

Fonte: Cipe Central.


Na manhã desta quinta-feira (12), o prefeito Juliano Martinelli, em companhia do deputado estadual, Zé Cocá, visitou as dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, no Distrito do Entroncamento.   A Visita serviu para que a direção da Unidade de Ensino e professores discutirem solicitações de melhorias na infraestrutura.  A gestão escolar frisou a necessidade de melhorias na infraestrutura e pediu empenho para ao prefeito e deputado para viabilizarem a cobertura da quadra poliesportiva, infraestrutura das salas, dentre outras.


Esquentou o cenário Político em Lagedo do Tabocal. Já são quase 15 dias de discussões entre prefeitura e Câmara de vereadores, orientados por um projeto enviado à Câmara Municipal que solicita a regularização do Legislativo para que o município gaste os 40% dos recursos do FUNDEF (atual FUNDEB).  O assunto rendeu ainda mais depois que aliados da prefeita enviaram uma nota a Blogs  com insinuações sobre uma negativa do presidente da Câmara, vereador Joseilson Almeida, chamando os pais de alunos para irem à Câmara pressionar o presidente para pautar o projeto com urgência, na justificativa de os recursos serem destinados para reformas de escolas e geração de empregos.

As justificativas via imprensa não foram suficientes para colocar o projeto em análise  na última sessão do dia 09/10,  pois, de acordo com o presidente da Câmara, é preciso que o município  envie um projeto claro com detalhes de como será gasto os recursos citados, com detalhamento das mencionadas reformas das escolas, o que não foi enviado pelo município, sendo feito apenas relatos dos valores por escola, sem saber que tipo de reforma e especificação de obras serão  realizadas.

O assunto rendeu durante toda a semana. Na política a máxima diz que, quem não sabe rezar, xinga a Deus. E com isso a prefeita Mariane Fagundes acabou perdendo um importante aliado na política local, que por mais de 20 anos ajudou à família Fagundes: o vereador e presidente da Câmara, Joseilson Almeida, que desabafou no programa de rádio da emissora local, anunciando o rompimento político com o grupo da prefeita e com o deputado Euclides Fernandes.

“Chega de querer colocar a faca na goela dos vereadores e do presidente. Nós não colocamos projeto de urgência urgentíssima em votação, principalmente se não houver clareza no que estamos aprovando. Não pensem que irão gastar o dinheiro igual fizeram em Jequié, em Lagedo não, pois aqui temos pessoas inteligentes e que amam Lagedo. Há mais de 20 anos faço parte do grupo Político da Família Fagundes, mas quando não aceito um negócio desse, eu não presto mais? Então, estou saindo desse grupo e também não faço mais parte do grupo de apoio ao deputado Euclides Fernandes, o qual acompanho há mais de 14 anos e, mesmo assim, não teve o menor respeito por mim, pois colocou repórteres de sua rádio para fazer matérias contra minha pessoa, isso é inaceitável. Se sair hoje da política, deixarei de cabeça erguida olhando na cara de cada um e falando: não gastaram o dinheiro do jeito que eles queriam, ou gasta o dinheiro da maneira correta, ou nada passará pela Câmara, pois não aceitaremos engolir do jeito que estar este projeto”, desabafou o vereador.

O vereador encerrou o desabafo na emissora de rádio dizendo que foi engado pela prefeita. “Quero dizer para a prefeita Mariane, que ele mim enganou e também ao povo de Lagedo, quando nos prometeu que viria morar em Lagedo do Tabocal, mas ela não mora em Lagedo, apenas vem e retorna todos os dias, e é outra pessoa que comanda Lagedo, e que também não mora na cidade, vindo uma ou duas vezes por semana”, concluiu.


Policiais civis da 9° Coorpin, com sede em Jequié deflagram na manhã desta quinta-feira (13), a Operação Maestria, no combate ao tráfico de drogas em vários municípios da região.  Os policiais chegaram por volta das 5h30 da manhã em residências nas cidades de Brejões e Jaguaquara, onde foram cumpridos 9 mandados de prisão, 3 autos de prisão em flagrante e 19 mandados de busca e apreensão. Foram apreendidos pasta base de cocaína, skunk e arma de fogo.

Um dos suspeitos detido na operação é estudante universitário em Jequié, com residência em Jaguaquara. Com ele foi encontrado um caderno com nomes de colegas da faculdade que compravam drogas e estavam devendo. O grupo criminoso controlava a distribuição de drogas para as cidades de Jequié, Nova Itarana, Brejões, Santa Inês, Contendas do Sincorá e outras cidades da Chapada Diamantina. Segundo o Coordenador regional, Fabiano Aurich, foram empregados 63 policiais e 18 viaturas da Polícia Civil da Bahia. A operação ainda busca localizar outros alvos que estão foragidos. Fonte: Ascom/9ª Coorpin.


Um dos personagens da cidade de Lagedo do Tabocal, marcado pela alegria e a dança na Praça da cidade, faleceu nesta quarta-feira (11), vítima de infarto. João Dançador, como era conhecido, sentiu uma dor no peito, sendo socorrido ao Hospital Municipal, mas não resistiu a faleceu.

Ele foi homenageado pelo município e recebeu o nome da Vila Junina nos festejos de São João, para celebrar a alegria que transmitia à sociedade Lagedense. A Prefeitura da cidade decretou luto oficial. A comunidade consternada, sente a morte da lenda Lagedense.


O presidente da Câmara de Lagedo do Tabocal, Joseilson Almeida, procurou, na tarde desta quarta-feira (11), orientações junto ao Ministério Público para poder proceder com a votação de um projeto do executivo municipal enviado à Câmara pedindo autorização do Legislativo para aplicar recursos dos precatórios do FUNDEF 40. A prefeitura justifica o uso do recursos para reformas de escolas, assegurando ser investimentos que estão focados no desenvolvimento do ensino. No município o assunto é o mais comentado no meio político nos últimos dias, ainda mais pelo embate que se estabeleceu entre as declarações da prefeita Mariane Fagundes e dos vereadores via imprensa.

De acordo com o que apurou o Itiruçu online, os vereadores não estão contra a aplicação dos recursos do FUNDEF 40, mas questionando o formato que o município enviou à Câmara com planilhas de reformas de escolas, assustando pelo valor orçado para as Unidades de Ensino e sem o detalhamento técnico do que será feito em obras, citando apenas o valor global em cada unidade de ensino. De acordo com os valores orçados, o Colégio Cenas receberá investimentos na ordem de R$ 458.994,67, a Escola Lourival Souza R$ 57.917,04. A Creche Tia Rosilda R$ 220.257,06, a escola Mãe Preta R$ 108.704,18. Já a escola Manoel Pires R$ 349.834,52. A Escola Álvaro Bezerra R$ 297.629,86. A Escola Álvaro Fagundes R$ 200.138,59. A Escola 13 de Junho o valor de R$ 141.344,75. Os valores das reformas totalizam R$ 1.970.000,00.

De acordo com o presidente da Câmara, Joseilson Almeida, a reunião com o promotor de Justiça, Dr. Lúcio Meira Mendes, foi no sentido de buscar orientações quanto ao uso dos recursos e na fiscalização para que haja a correta aplicação do erário público. “O que queremos fazer é a coisa correta e com transparência. Iremos colocar o projeto em votação com base no que rege a Lei, assegurando todo detalhamento do que será gasto em cada escola e colocaremos em apreciação. O que não poderíamos fazer e jogar no escuro, não é papel do vereador dizer amém ou sim senhora a tudo. Estamos eleitos para trabalhar com justiça e respeito. Recebemos planilhas e faltou dados, não seriamos irresponsáveis de brincar com dinheiro público, se iremos aprovar, temos que saber até para facilitar a fiscalização e o acompanhamento de tudo que for feito pelo município”, disse o vereador.

Além do vereador e presidente da Câmara, Joseilson Almeida, estiveram no Fórum de Jaguaquara os vereadores Elias Barros, Elmo Santana, Antoninho e Elzinho, ambos da base aliada da prefeita Mariane Fagundes. Todos os edis tiveram oportunidade de questionar o promotor de Justiça sobre a questão, recebendo orientações sobre como procederam com o Projeto.

No Estado da Bahia, as ações pela correta aplicação dos precatórios do Fundef vêm sendo capitaneadas pela Rede de Controle da Gestão Pública, da qual faz parte o MP estadual, por meio do Ceduc e Caopam. Também fazem parte o MPF, MPC, Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Advocacia-Geral da União (AGU) e Auditoria Geral do Estado da Bahia (AGE).

Vale ressaltar que, o Ministério Público estadual, juntamente com o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público de Contas (MPC), expediu recomendações com o objetivo de orientar os gestores sobre o correto emprego dos recursos oriundos dos precatórios do Fundef, atualmente substituído pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). No documento, o MP recomendou aos prefeitos e demais gestores dos recursos da educação dos Municípios que se abstenham de contratar escritório de advocacia para prestação de serviços visando ao recebimento dos valores decorrentes de diferenças do Fundef pela subestimação do valor mínimo anual por aluno (VMAA), prevendo pagamento dos honorários contratuais com cláusula de risco ou vinculando o pagamento dos honorários contratuais a qualquer percentual dos recursos a serem recebidos a esse título.


Policiais civis interceptaram uma carreta cegonha que transportava veículos recheados com 15 kg de cocaína, a droga estava em compartimentos secretos de automóveis e até uma ambulância do SAMU. Os 15 kg de cocaína tinham como destino a cidade Jequié. O caminhoneiro, que está preso, disse que carregou o veículos em São Bernardo Campo e através de denúncia é que os policiais civis conseguiram interceptar o caminhão na rodovia Fernão Dias, na manhã desta quarta feira. A Polícia acredita que esse tipo e transporte tenha sido utilizado mais vezes para levar a droga para outros estados. O caminhoneiro está preso e a investigações agora são para descobrir quem receberia essa droga em Jequié. Fonte: R7.