Duas toneladas de maconha foram apreendidas em um caminhão na BR-116, na Bahia, durante uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Militar, após uma denúncia anônima. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a ação ocorreu na quinta-feira (18). Dois homens que estavam em um carro escoltando o caminhão que levava a droga foram presos. O motorista do veículo onde a maconha estava não foi encontrado.

A Secretaria de Segurança Pública informou que, após serem acionadas pela Polícia Federal, as unidades da Cipe Nordeste e da PRF fizeram uma barreira para o carro pequeno, que tinha placa de Piracicaba (SP), e interceptaram o veículo nas proximidades da cidade de Tucano.

Em seguida, os policiais seguiram até um posto de combustível, na cidade de Teofilândia, onde encontraram o caminhão parado. O motorista não foi encontrado. Os fardos da droga foram achados no baú do veículo, escondidos na carga de farinha.

O caminhão também tinha placa de Piracicaba (SP). Os suspeitos presos no carro que escoltava o caminhão, identificados como José Carlos dos Santos e Paulo Eber dos Santos, ambos do Paraná, foram encaminhados para a PF, em Feira de Santana. G1.


Dois elementos tombaram em ação Policial no município de Lajedo do Tabocal. De acordo com informações policiais ao Blog Itiruçu Online, a guarnição da Cipe Central realizava rondas pelo no perímetro rural do município, Povoado do São Pedro, sendo informados que dois indivíduos armados estariam causando terror, promovendo assaltos e realizando intenso tráfico de drogas, buscando refúgio no povoado de São Pedro.

Após contar com apoio de uma Guarnição da 93ª CIPM de Maracás, o efetivo policial deslocou até o Povoado e efetuo cerco contra os denunciados, que, segundo a Polícia, resistiram e  uma tentativa de fuga empregando o uso  de arma de fogo, sendo repelidos de pronto pelos policiais militares. Os elementos tentaram fugir entrando em uma residência na localidade, sendo acompanhados pelos policiais que foram mais uma vez surpreendidos por novos disparos, sendo necessário uma ação mais enérgica e proporcional ao intento da dupla criminosa. Após o cessar fogo, percebeu-se os dois indivíduos caídos ao solo alvejado, e com os mesmos dois revólveres, sendo socorridos ao Hospital Municipal de Lajedo do Tabocal, com vida, todavia o quadro evoluiu para o óbito, atestado pelo médico plantonista.

Juan Paz da Silva, 26 anos e Saulo dos Santos Oliveira foram identificados como os residentes a ação policial. Segundo a polícia, a dupla é acusada de participação em assaltos, tráfico de drogas e roubos e estaria a meses escondida na região praticando crimes. Saulo e Juan eram egresso do Conjunto Penal de Jequié e cumpriam pena em regime aberto.

Com eles foram apreendidos: 01 (um) Revólver, cal. .32, Taurus, numeração 79573 contendo munições de mesmo calibre, sendo 03 deflagradas, 02 picotadas e 01 intacta; 01 (um) Revólver, cal. .32, marca ignorada, numeração suprimida, contendo munições de mesmo calibre, sendo 04 deflagradas, 01 picotada e 01 intacta; Aproximadamente 400g de substância análoga à maconha; e 01 máscara.

O resistente identificado pela alcunha de “JUAN”, já tinha diversas passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo a veículos, bem como troca de tiros com policiais rodoviários federais. O resistente identificado pela alcunha de “SAULO”, já tinha diversas passagens por porte ilegal de arma de fogo, roubo a veículos e assalto a mão armada


Matéria reproduzida na íntegra do Blog Marcos Frahm

Um grave acidente automobilístico ocorrido na noite desta quarta-feira (17/07) deixou uma pessoa morta e três feridas na Rodovia BA-026. Conforme informações preliminares apuradas pelo Blog Marcos Frahm, uma ambulância de uma funerária de Brumado/BA e um caminhão com placa de Uberlândia/MG colidiram frontalmente entre os povoados de Cascalho, município de Iramaia, e Pé de Serra, pertencente a Maracás. Ainda segundo apurou a redação, a vítima fatal estava a bordo da ambulância. Os sobreviventes foram socorridos para hospitais da região. Não há detalhes sobre as circunstâncias do acidente, que deve ser registrado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Identificação da vítima

A vítima fatal do acidente automobilístico ocorrido na noite desta quarta-feira (17/07), na BA-026, era acompanhante de uma paciente transportada em uma ambulância de uma funerária da cidade de Brumado. O homem, que segundo o Instituto Médico Legal de Jequié, para o corpo foi levado não portava documentos e os peritos aguardam familiares para o reconhecimento no IML, conforme informações apuradas pelo Blog Marcos Frahm. Ele era esposo da mulher que era levada no veículo no momento em que a ambulância colidiu frontalmente com um caminhão com placa de Uberlândia/MG.

A mulher e o motorista da ambulância foram socorridos por equipes do Samu de Iramaia e Maracás ao Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié, onde permanecem internados com lesões graves. O condutor d caminhão também ficou ferido e socorrido. O acidente aconteceu entre os povoados de Cascalho E Pé de Serra. Não há informações sobre as causas da colisão. *Informações do Blog Marcos Frahm.


Os Municípios brasileiros recebem na próxima sexta-feira, 19 de julho, o segundo decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Será creditado nas contas municipais o montante total de R$ 798.960.237,90, já descontado a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 998.700.297,38.

Dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) mostram que o 2º decêndio de julho de 2019, comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou crescimento de 9,14% em termos nominais, ou seja, que não consideram os efeitos da inflação. Já o acumulado do mês, em relação ao mesmo período do ano anterior, teve crescimento de 14,42%.

Quando o valor do repasse leva em conta a inflação do período, comparado ao mesmo período do ano anterior, o crescimento é de 5,93%. Com relação ao acumulado do ano, verifica-se que o valor total do FPM vem apresentando crescimento positivo.

Base de cálculo
No 2º decêndio, a base de cálculo é dos dias 1 a 10 do mês corrente. Esse decêndio geralmente é o menor do mês e representa em torno do 20% do valor esperado para o mês inteiro. A soma do 1º e 2º decêndio mostra que o fundo está em crescimento de 11,06% dentro do mês, se comparado ao mesmo período de 2018, levando-se em conta a inflação do período.

O total repassado aos Municípios no período de janeiro até o 2º decêndio de julho de 2019, apresenta crescimento de 7,51% em termos nominais (sem considerar os efeitos da inflação) em relação ao mesmo período de 2018.

Confira quanto seu Município vai receber.


O Ministério Público estadual recomendou ao Município de Bom Jesus da Lapa que adote uma série de medidas para garantir a segurança e a preservação do meio ambiente urbano e do público durante a realização da “Romaria de Bom Jesus da Lapa 2019”, evento festivo religioso que acontece na cidade entre os dias 28 julho e 6 de agosto. A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Clodoaldo Anunciação no último dia 9 e decorre de reunião realizada em junho na Câmara Municipal sobre o planejamento, a organização e execução das políticas de segurança, meio ambiente e cidadania voltadas para o evento.
Foi recomendado que sejam retiradas as barracas das ruas e calçadas e transferidas para local adequado e seguro; que seja proibida na calçada e em locais não autorizados pelo Poder Público qualquer tipo de instalação que atrapalhe o trânsito, como barracas, mesas, toldos e carros de vendas de produtos de ambulantes; que sejam realizadas ações para melhorar a fluidez do trânsito, como sinalização, proibição de circulação de ônibus no circuito, além da criação de fluxo para acesso de veículos maiores, como ônibus, vans e similares, às portas dos hotéis. É recomendado ainda que veículos como esses sejam proibidos de estacionar nas ruas em horários com grande concentração de público.

Cecom/MP


O município de Planaltino, realizou neste domingo (14), a II edição da Feira de Animais e Agricultura Familiar, evento que contou com a exposição e comercialização de diversas espécies de animais, produtos e serviços e distribuição de mudas frutíferas, nativas e ornamentais. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura, com o apoio do Governo do Estado, através da SDR, Seagri, CAR, SETAF e ADAB.

 

A feira reuniu desde produtores rurais, artesãos, pecuaristas da cidade, comerciantes de produtos e implementos rurais de Planaltino, além de outros   municípios do Vale Jiquiriçá.

 

Em entrevista, o prefeito Zeca Braga, afirmou que o objetivo da Feira é gerar oportunidades. “Nosso objetivo é incentivar o pecuarista, o agricultor, o artesão, o homem do campo a produzir, mas também, a comercializar seus produtos, gerando renda e movimentando a economia local. A gente sabe do potencial de nosso município e estamos sempre buscando buscar incrementos para nossa economia.  Foi uma Feira muito positiva, onde as pessoas puderam negociar e fazer negócios de forma direta. Nossa equipe trabalhou para promover um grande evento e conseguimos obter êxito no propósito: a realização de bons negócios”, disse Zeca.

 

O deputado Rogerinho Andrade, esteve, ladeado do prefeito Zeca Braga, durante todo o dia acompanhando a II Feira de Animais e Agricultura Familiar de Planaltino. Parceiro do município, onde atua como elo de ligação na busca de recursos e projetos, Andrade ficou satisfeito de acompanhar o movimento e negócios realizados e destaca a importância de promover ações que atinge diretamente a economia da cidade. “No momento que o Brasil vive na economia, é de importância primaria que os governos pensem em métodos para provocar incrementos na economia. A gestão do prefeito Zeca pensa no melhor e faz o melhor para planaltino. Fico feliz de ser parceiro da cidade e contribuir com o povo planaltinense. Hoje assisti o quanto esta Feira é importante, ela aproxima as pessoas que passam a ter oportunidades de gerenciar bons negócios. Com isso todos saem ganhando”, disse.

 

Além da Feira de Animais, o município o município realizou festa dançante para culminar as ações, com participação das bandas Vox Banda e Cravo com Mel.


“É com grande alegria que recebemos essa notícia, de grande importância para a população de Jequié e região”, comemorou o deputado estadual Zé Cocá, informando que o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, João Leão, autorizou a elaboração de um projeto de requalificação do Distrito Industrial de Jequié. A notícia foi dada na tarde desta segunda-feira (15), durante reunião com empresários e representantes políticos do município, no auditório da SDE. Atualmente, o centro industrial possui cerca de 50 empresas operando e gera aproximadamente 7 mil empregos, diretos e indiretos.

“Esse importante equipamento tem potencial para se tornar um dos três principais distritos industriais do Estado” disse Zé Cocá, que encaminhou indicação ao governador Rui Costa, reivindicando a revitalização do DIJ, com serviços de pavimentação, drenagem, aumento da segurança, iluminação, esgotamento sanitário e coleta de lixo, além da implantação de ciclovia para atender aos trabalhadores do distrito, que residem na região e se locomovem de bicicleta.

“Estou muito feliz como essa decisão do governo”, disse Cocá agradecendo ao vice-govenador João Leão pela decisão anunciada. Leão afirmou que “é desejo do governo do Estado resolver as demandas do Centro Industrial de Jequié. Contudo, além do projeto para requalificação e orçamento para as obras de melhoria, precisamos equacionar o problema do déficit de arrecadação do distrito. Jequié é um dos mais importantes polos logísticos do estado e tem potencial de crescer”, afirmou Leão.

Com apoio e sugestão de Cocá, os empresários do Distrito Industrial de Jequié fizeram grande mobilização com deputados estaduais e federais e conseguiram mais de R$ 6 milhões em emendas parlamentares, destinadas à revitalização do distrito

Além de Zé Cocá, participaram do encontro com Leão 20 empresários, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jequié (ACIJ), Mateus Ribeiro, vereadores e o deputados federais e estaduais da região.


Uma barragem se rompeu no povoado de Quati, que fica em Pedro Alexandre, localizada a cerca de 435 km de Salvador, na manhã desta quinta-feira (11). Conforme a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região do Rio do Peixe contribuíram para o rompimento da estrutura. Não há registro de feridos. Conforme Valdomiro Pereira, secretário de comunicação de Coronel João Sá, município que fica a cerca de 45 km de Pedro Alexandre, a água da barragem deve chegar à cidade ainda na tarde desta quinta. O percurso do rio entre as duas cidades, no entanto, é de cerca de 80 km. Há risco de invasão de casas e de prejuízos materiais.

Desde o início da manhã, a administração de Coronel João Sá, que em um nível abaixo da barragem e é cortado pelo Rio do Peixe, pede para cerca de 120 famílias que moram às margens do rio deixem o local. No total, 300 pessoas vivem na área considerada com risco de ser atingida pela água. Até por volta das 15h, a prefeitura ainda não tinha conseguido fazer a retirada das pessoas das casas. Os moradores, segundo o secretário de comunicação, se recusam a deixar os imóveis.

Chove forte na região entre Pedro Alexandre e Coronel João Sá há, pelo menos, 5 dias. A barragem do Quati transbordou por volta das 6h desta quinta, e a estrutura se rompeu às 11h. Em post no twitter, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) comunicou que a barragem fica próxima à BR-235. O DNIT informou ainda que técnicos do órgão estão no local para verificar possíveis danos à rodovia.

De acordo com a Superintendência de Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec). Por conta da quantidade de lama que se misturou com a água, as estradas estão intransitáveis, o que dificulta o atendimentos pelos órgãos à população. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR-235, que liga a Bahia à Sergipe, está totalmente interditada após ser invadida pela água.

De acordo com Carla Leão, coordenadora da Defesa Civil em Pedro Alexandre, algumas casas que ficam no povoado de Quati foram tomadas pela lama.

“Algumas casas foram invadidas, mas não teve feridos. Ainda não conseguimos contato com esses moradores porque o povoado está ilhado. Tem muita lama e água no caminho. Apesar disso, sabemos que eles não foram atingidos porque entramos em contato antes, e eles deixaram as casas antes do rompimento”, afirmou a coordenadora.


O Tribunal de Contas dos Municípios, ontem,  quarta-feira (10/07), julgou procedente Termo de Ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Cravolândia, Naelson de Souza Lemos, em razão de irregularidades em gastos envolvendo recursos dos precatórios do Fundef, que somam mais de R$2,2 milhões. Para isso, recursos foram ilegalmente transferidos para diversas contas bancárias da prefeitura, sem que tenham sido informados os motivos. A movimentação irregular foi registrada nos meses de fevereiro a agosto do exercício de 2016.

O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Federal contra o gestor para que seja apurada a prática de ato enquadrado como improbidade administrativa. O ex-prefeito foi multado em R$10 mil pelas irregularidades. Os conselheiros do TCM também determinaram que a atual prefeita de Cravolândia, Ivete Teixeira Araújo, promova a devolução do montante correspondente a R$2.249.307,72, à conta específica do Precatório/Fundef, com recursos municipais.

O município de Cravolândia recebeu o montante de R$3.595.888,93, a título de precatórios do Fundef, contudo, grande parte dos recursos foram utilizados para finalidades diversas da manutenção e desenvolvimento do ensino básico. Do montante total, apenas a quantia de R$1.346.581,21, foi regularmente transferida para a conta específica do Fundeb. O saldo restante, no valor total de R$2.249.307,72, foi depositado em diversas contas bancárias pertencentes ao município – “Conta Movimento”, “Conta FPM”, “Conta FMS” -, o que caracteriza o desvio de finalidade na aplicação dos recursos.

De acordo com o relator, conselheiro Fernando Via, os recursos provenientes do Fundef devem, obrigatoriamente, ser empregados em ações voltadas à educação.

Cabe recurso da decisão.


O Papa Francisco acolheu nesta quarta-feira, 10 de julho, o pedido de renúncia apresentado por dom Bernardino Marchió ao governo pastoral da diocese de Caruaru (PE) e nomeou como novo bispo dom José Ruy Gonçalves Lopes, até o momento à frente da diocese de Jequié. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação a dom José Ruy e uma mensagem de agradecimento a dom Bernardino Marchió. Veja abaixo.

Dom José Ruy Gonçalves Lopes

Baiano de Feira de Santana, ele nasceu em 06 de agosto de 1967, filho de José Ionilton C. Lopes (já falecido) e Romilda Gonçalves Lopes. Ingressou na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos em fevereiro de 1985 e emitiu votos em 10 de janeiro de 1988. Foi ordenado sacerdote em dezembro de 1993.

Logo depois da ordenação, foi pároco em Valéria e Capelão do Leprosário de Águas Claras na arquidiocese de Salvador (BA). Eleito Definidor Provincial esteve no cargo de 1995 a 1988 quando também exerceu a função de Ecônomo Provincial. Neste mesmo período também teve a responsabilidade da promoção vocacional e foi Mestre dos pós-noviços. Entre os anos de 2002 a 2007 foi Ministro Provincial e parte desse tempo foi vice-presidente da Conferência dos Capuchinhos do Brasil (2002 a 2004).

Cursou pós-graduação em Teologia Moral na Faculdade Assunção de São Paulo em 2007 e 2008. Também atuou no Conselho de Formação Internacional dos Capuchinhos e no Conselho de Administração das Obras Sociais da Beata Irmã Dulce. Também foi professor de Teologia Moral na Faculdade Arquidiocesana e diretor do Colégio Santo Antônio de Feira de Santana (BA).

Foi nomeado bispo de Jequié (BA) pelo Papa Bento XVI no dia 4 de julho de 2012 e recebeu a ordenação episcopal no dia 7 de setembro desse mesmo ano. Sucede a dom Bernardino Marchió, cuja renúncia ao cuidado pastoral da mesma diocese de Caruaru (PE) foi aceita pelo Santo Padre por ter chegado ao limite de idade de 75 anos estabelecido pelo Código de Direito Canônico.