O Brasil conquistou seu nono título Copa América ao vencer o Peru por 3 a 1 no Maracanã, neste domingo. Everton Cebolinha, Gabriel Jesus (expulso no segundo tempo) e Richarlison (de pênalti) fizeram os gols do Brasil, e Guerrero, tamde pênalti, marcou pela seleção peruana.

O Uruguai ainda é o recordista de títulos, com 15, um a mais do que a Argentina, que tem 14. Paraguai, Chile e Peru têm dois títulos cada, enquanto Colômbia e Bolívia conquistaram apenas uma vez a Copa América. Dos países sul-americanos filiados à Conmebol, Equador e Venezuela são os únicos que nunca venceram a competição.

A próxima edição da Copa América será já em 2020, sediada de maneira conjunta por Argentina e Colômbia. Depois disso, o torneio será disputado sempre de quatro em quatro anos, seguindo o calendário da Euro.

Lista de campeões da Copa América


O favoritismo era esperado e, com isso, o resultado não foi surpreendente. A seleção feminina dos Estados Unidos venceu neste domingo, em Lyon (França), a seleção holandesa por 2 a 0 e conquistou o bicampeonato consecutivo, quarto título mundial em oito edições de Copa do Mundo. As americanas se igualam as alemãs, que foram bicampeãs em 2003 e 2007. Para as holandesas, foi a melhor campanha numa Copa e o vice-campeonato das atuais campeãs europeias garante às Leoas Laranjas uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. A Suécia, terceira colocada na Copa, e a Inglaterra, quarta colocada, são as outras representantes da Europa – na decisão de sábado, em Nice, as suecas venceram as inglesas por 2 a 1, gols de Asllani e Jakobsson; Kirby descontou para as inglesas.

A americana Megan Rapinoe foi o grande nome do jogo e da Copa. Ela foi eleita a melhor jogadora em campo, a melhor jogadora da Copa e ganhou o prêmio como artilheira do mundial. Ela passa a ser a jogadora mais velha a receber essa premiação, com 34 anos e dois dias de idade. A goleira holandesa Van Veenendaal foi eleita a melhor da Copa na posição.

A final, assistida por 57.900 pessoas, teve, ainda, outras marcas dignas de registro. Foi apenas a segunda vez na história das Copas Femininas em que duas mulheres estiveram à frente das equipes finalistas – a primeira foi em 2003, na final entre Alemanha e Suécia. Esse ano, a Holanda foi dirigida por Sarina Wiegman; os Estados Unidos, por Jill Ellis. A britânica entra para a história como a segunda técnica bicampeã do mundo – o italiano Vittorio Pozzo era o único detentor dessa marca, campeão com a Itália nas Copas de 1934 e 1938.


Talento Itiruçuense disputou o Campeonato SUB- 20 pelo Oeste, em São Paulo. O Meio Campista Rivaldinho, faz parte da equipe que realizou uma excelente campanha disputando vagas com as principais equipes paulistas. Rivaldo carrega passagens com boas atuações nas bases de equipes Baianas, como Bahia e Conquista.
.
Neste sábado (06) o jogo foi contra o São Paulo, terminando empate em 1×1. Com o resultado, o time do Oeste foi eliminado da competição. O grupo 4 da equipe foi o mais forte, com os times mais fortes do estado. .
.
Diante do Oeste, o Tricolor Paulista saiu atrás no marcador, mas conquistou o empate. O resultado deixou o Tricolor em segundo no Grupo 4.


Saiu a lista oficial da convocação da Seleção Brasileira de Futebol de 7 para a disputa da Copa do Mundo que será realizada em setembro, na cidade de Roma, na Itália. E a boa notícia é que, entre as convocadas está a jogadora Geovana Lima, mais conhecida como Geo, que é natural da cidade de Cândido Sales, mas atua pela equipe do Jequié. Geo vem sendo o destaque da equipe jequieense, ela foi uma das principais jogadoras na recente conquista do título da etapa nordeste de futebol de 7. Geo já havia sido convocada anteriormente pela seleção e chegou a se sagrar campeã na disputa da Copa América da categoria este ano. Agora, ela terá pela frente o maior desafio da sua carreira ao disputar a Copa do Mundo pela seleção. Ronny Brayner – Jornalista- Jequié Repórter.


Se fantasmas existem, eles não estiveram no Mineirão na noite desta terça-feira. Pelo menos não do lado brasileiro. No palco do 7 a 1, a Seleção foi eficiente, segurou a Argentina e venceu por 2 a 0, pela semifinal da Copa América. Se existe jejum incômodo, ele não esteve em Belo Horizonte. Pelo menos não com Gabriel Jesus. O camisa 9 despachou sua seca em jogos oficiais pela Seleção, fez um gol e deu uma assistência. Os fantasmas e a seca ficaram com Messi e companhia. Que seguem sem ganhar pela seleção albiceleste desde 1993. O Brasil, por sua vez, vai ao Maracanã, no próximo domingo, para tentar sua nona Copa América e espera por Chile ou Peru.

O Brasil retorna ao Maracanã depois de seis anos. A última vez da Seleção no maior palco do futebol brasileiro foi na final da Copa das Confederações de 2013, contra a Espanha, também o último título da Seleção. A decisão é às 17h, contra Chile ou Peru, que decidem a vaga nesta quarta-feira, em Porto Alegre. O time brasileiro tenta seu nono título da Copa América e retorna à decisão do torneio após 12 anos. A Argentina, por sua vez, disputa o terceiro lugar no sábado, às 16h, na Arena Corinthians. Veja tudo na tabela completa!


O tempo ia passando. Passando. Passou dos 52 minutos do segundo tempo na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. E aquele fantasma assombrava. Assim como em 2011 e em 2015, o Brasil não consegiu vencer o Paraguai no tempo normal por um confronto de quartas de final da Copa América. Mas, desta vez, saiu vencedor nos pênaltis. Após empatar por 0 a 0 – com um a mais no segundo tempo -, a seleção brasileira venceu a Albirroja nas cobranças de penalidades e voltou à semifinal do torneio depois de 12 anos. Agora, espera por Venezuela ou Argentina.

XÔ, FANTASMA!

A seleção brasileira encerrou a partida com 25 finalizações e nove chances reais de gol, contra 10 finalizações dos paraguaios. Foi um massacre, especialmente na segunda etapa, depois que Balbuena foi expulso – com auxílio do VAR. Everton, Arthur, Coutinho, Firmino e Willian não superaram Gatito e a trave, e os pênaltis voltaram a cruzar o caminho de paraguaios e brasileiros nas quartas de final da Copa América. Nas cobranças, Alisson pegou cobrança de Gustavo Gómez, e Derlis González mandou para fora. Firmino errou do lado canarinho. No fim, Gabriel Jesus, que havia desperdiçado pênalti diante do Peru, converteu e garantiu a classificação brasileira.


Garra, personalidade, futebol digno de um time campeão. Esses e outros ingredientes não faltaram as meninas do Jequié, que mostraram, mais uma vez, a sua força do futebol feminino do interior da Bahia, ao conquistar a Etapa Nordeste do Campeonato Brasileiro de Futebol 7 Feminino, principal competição da Liga Fut7, o Vitória, na grande final, neste domingo, dia 16, em competição realizada em Salvador. O título começou a ser conquistado no sábado com dois importantes triunfos diante a equipe de Fut7 Social (SE) por 9 x 0; e o Garra (PE) por 6 x 5. A decisão foi contra o Vitória. Após uma partida muito emocionante, que terminou em 2×2 no tempo normal, o Jequié venceu no shoot-out (pênalti) por 2×1. Com o resultado, o time da Cidade Sol será o representante do Nordeste do País na Superfinais, em agosto, na cidade de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais. As demais etapas regionais serão realizada em Porto Alegre (RS) de 20 a 23 de junho; e São Paulo (SP), 28 a 30 de junho. O técnico do Jequié, Vereador Tinho, no total de 44 equipes masculinas e 32 femininas, o campeão brasileiro de 2019, garante vaga no Mundial de Clubes que será realizado em Roma, na Itália, com tudo pago pela Confederação Brasileira de Futebol 7. No masculino o E.C. Vitória ficou com a vaga. A artilheira do Feminino foi a atleta Juliana (Ju) do Jequié, com 9 gols.

A atuação do Jequié mereceu muitos elogios. O atacante do Botafogo, Diego Souza, postou vários vídeos de lances da final contra o Vitória, nas redes sociais, e ao falar na TV Fut 7, parabenizou a equipe do interior pelo bom futebol apresentado. A equipe também foi muito elogiada pela técnica da Seleção Brasileira de Futebol 7 Feminino, Dilma Mendes, para quem a Bahia poderá ter novas convocações para Seleção Brasileira Principal e Sub 20 de atletas do Jequié, a exemplo de Geovana (Geo).


Ninguém dá nada de graça. Assim está o campeonato Itiruçuense de Futebol, promovido pela Liga Itiruçuense: disputas acirradas nos grupos A e B. Neste domingo (16), mesmo com o tempo chuvoso a rodada foi mantida e 4 equipes entraram em campo pelo grupo A.

A primeira partida entre UDI e Arsenal, um clássico local, abriu a rodada debaixo de chuva e um frio peculiar para a época do ano em Itiruçu. Em campo, as equipes começaram se estudando, sem correrem riscos de errarem. A primeira etapa terminou empatada em 0x0. Já na segunda etapa, as duas equipes ameaçaram mais as metas dos goleiros, obrigando-os a fazerem boas defesas. Numa jogada coletiva, a UDI abriu o placar com o atacante Dado, e conseguiu segurar o resultado, que leva a equipe a mesma quantidade de pontos do Arsenal, 06 cada.

O segundo jogo do grupo foi entre Portuguesa e Feto, que duelaram também sob o clima chuvoso.

Boa atuação do goleiro Iran garantiu vitória da Portuguesa e ser eleito o craque da rodada.

Ao Jogo. O time do Feto conseguiu atuar de forma diferente dos últimos jogos, impondo dificuldades ao time da Portuguesa, inclusive, com claras chances de gols e uma boa atuação do goleiro Iran, eleito craque da rodada por ajudar garantir a Vitória da Portuguesa. Mas a Portuguesa aproveitou a chance e abriu o placar, vencendo por 1×0.  O gol contou com assistência do Lateral Rafael Vidal para o atacante Marcelinho, agora com 06 gols na competição.

Vale ressaltar a boa drenagem do gramado, que mesmo recebendo uma boa quantidade de água nos últimos dias, suportou bem as duas partidas.

Com os resultados o grupo embolou de vez. Arsenal continua liderando pelo saldo de gols, seguido pela UDI na segunda colocação e a Portuguesa em 3º, ambos com 06 pontos, sendo definidas suas posições pelos critérios de desempates. O Feto ainda não somou ponto. Agora no próximo dia 17/07 as equipes fazem o jogo de volta dentro do grupo, o que definirá a classificação, mas não haverá vida fácil, pois como iniciamos acima: ninguém dá nada de graça.


O Oeste venceu o Vitória por 3 a 0, na noite desta sexta-feira, em partida disputada na Arena Barueri e válida pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O triunfo colocou fim a um jejum de cinco jogos sem vitória do time paulista, e aumentou para seis o do time baiano na competição. Os gols da vitória do Oeste foram marcados por Zé Ivaldo (contra), Bruno Gonçalves e Roberto. O resultado fez o Oeste saltar para a oitava colocação da Série B, com 11 pontos conquistados após oito rodadas. Com apenas quatro, o Vitória é o 20º e último colocado. Os dois times entram em campo agora apenas em julho, após pausa para a disputa da Copa América no Brasil. O Oeste visita a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O Vitória recebe o Cuiabá, no Barradão, em Salvador. Os dois jogos estão marcados para o dia 13 de julho.

O resultado fez o Oeste saltar para a oitava colocação da Série B, com 11 pontos conquistados após oito rodadas. Com apenas quatro, o Vitória é o 20º e último colocado. CLIQUE AQUI e confira a classificação atualizada. Os dois times entram em campo agora apenas em julho, após pausa para a disputa da Copa América no Brasil. O Oeste visita a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O Vitória recebe o Cuiabá, no Barradão, em Salvador. Os dois jogos estão marcados para o dia 13 de julho, mas podem sofrer alterações da CBF.


.Time treinado por Val Baiano na semifinal da Copa Intervale.

A Copa Intervale conheceu neste domingo (09) os semifinalistas da 6ª edição. Foram grandes jogos e disputas acirradas, com destaque para a goleada de Uruçuca diante do Macajuba.

Nos jogos, Santo Amaro venceu o selecionado de Valença por 2×0 e garantiu a vaga com tranquilidade. O time de Ubaíra recebeu o selecionado de Manoel Vitorino, treinada pelo ex-jogador Val Baiano, e perdeu em casa pelo placar de 2×1, sendo eliminada diante de seu torcedor. Laje e Gandu decidiram nas penalidades, após o time Ganduense devolver o placar de 1×0 e vencer na disputa de pênaltis pelo placar de 4×2.

Na Classificação geral da competição, Santo Amaro soma 26 pontos, Laje 25, Uruçuca 25 e Manoel Vitorino 18 pontos. Mais duelos gigantes na Semifinal:

Manoel Vitorino x Santo Amaro é o duelo definido e Laje e Uruçuca duelarão pela outra vaga na final. A ordem de mando do primeiro jogo ainda será divulgada pela competição, já que as duas equipes estão empatadas com 25 pontos na classificação geral.