enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve 28,64% de abstenção, o que equivale a 2,4 milhões de candidatos. Mais 1.519 foram eliminados por desrespeitarem as regras do exame. Desses, 236 foram eliminados por uso indevido de celulares. O balanço foi divulgado nesta noite pelo ministro da Educação, Henrique Paim. Na análise do ministro, a aplicação transcorreu com “tranquilidade, o que mostra que chegamos a um momento de consolidação desse processo”. O Enem foi aplicado neste sábado e domingo em 1,7 mil municípios.

“Tomamos medidas importantes no sentido que houvesse maior conscientização das pessoas que se inscreveram no Enem, chamando a atenção delas de que é importante a participação [no respeito às regras]. Tivemos uma melhora pequena”, avalia o ministro. “Vamos trabalhar e ver qual medida que temos que tomar, especialmente com os reincidentes”, acrescentou, ressaltando que podem ser tomadas medidas mais duras. No ano passado, a taxa de abstenção alcançou 29,7%, e as eliminações chegaram a 1,5 mil, sendo 47 por uso indevido de celular. Os números desse ano, segundo Paim, ainda podem aumentar com a análise das atas de cada local de prova. “Nós vamos continuar ampliando o processo e o rigor para que qualquer tipo de perturbação e fraude seja coibido”, disse.


ifbaiano

No período de 13 de outubro a 16 de novembro, o Instituto Federal Baiano (IF Baiano) inscreve para o Processo Seletivo 2015 para ingresso de novos estudantes. São 2.50vagas ofertadas em cursos técnicos distribuídos pelos 10 campi localizados nas cidades de Catu, Senhor do Bonfim, Guanambi, Santa Inês, Governador Mangabeira, Bom Jesus da Lapa, Valença, Teixeira de Freitas, Uruçuca e Itapetinga. As inscrições serão feitas apenas pela internet, no site do Instituto, e terá taxa de R$ 10,00. Interessados em solicitar isenção têm até o dia 31 de outubro para enviar pedido.

Os cursos ofertados são para as modalidades integrada (para quem concluiu o ensino fundamental), subsequente (para quem concluiu o ensino médio) e PROEJA (para quem possui ensino fundamental completo e tem idade acima dos 18 anos). No ato da inscrição, o candidato deverá preencher o formulário online com seus dados pessoais, o curso escolhido e optar pela ampla concorrência, cotas para estudantes oriundos de escolas públicas ou cotas para candidatos com necessidades educacionais específicas.

Edital

Inscrições

Nota (Mudança na data de entrega da documentação) (5/11/2014 às 15h49)

Cronograma (5/11/2014 às 15h50)

Ascom/Jornalismo/Reitoria


Reprodução Zenilton Meira

Reprodução Zenilton Meira

O Prof. Dr. Pe. Maurício Ferreira, reitor da Universidade Católica do Salvador – UCSAL, e a prefeita de Jequié, Tânia Britto, anunciaram na manhã desta quinta-feira, 06 de novembro, a implantação de um campus da UCSAL na cidade. A reunião aconteceu no auditório Jonas Almeida, no Sindicato Rural, e contou com a presença do bispo Diocesano Dom José Ruy, o Pároco da Catedral de Santo Antônio, Padre Vitor, representantes do Conselho Comunitário de Jequié, da Associação Comercial e Industrial de Jequié, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jequié, da Associação Jequieense de Imprensa, representantes da sociedade civil organizada e professores.
A prefeita de Jequié Tânia Britto agradeceu ao reitor da Universidade Católica e ressaltou a importância da implantação da universidade em Jequié, além de reafirmar a parceria e do seu empenho para implantação do campus da UCSAL na cidade.
Dom José Ruy falou da importância como um ato histórico na cidade. Para o reitor da UCSAL, Padre Mauricio Ferreira, “quando o projeto é absolvido tudo fica mais fácil”, ele enfatiza o empenho da comunidade na implantação da unidade em Jequié, “eu queria que todos os municípios fizessem como está sendo feito aqui em Jequié”, pontuou o reitor.
taniabritojequie
A reunião serviu para reafirmar a vinda da Universidade Católica do Salvador para a cidade de Jequié, como afirma o reitor Padre Maurício. “Jequié tem todas as condições de ter aqui os cursos que oferecemos em Salvador, desde a última reunião foi pontuado alguns cursos para a cidade entre eles Medicina, Engenharia e Direito na graduação e a universidade pode oferecer ainda cursos de extensão, pós-graduação e ensino à distância”, afirmou. .


Raiana Soares, 17 anos é ESTUDANTE do Colégio da Polícia Militar de Jequié

Raiana Soares, 17 anos é ESTUDANTE do Colégio da Polícia Militar de Jequié

A ESTUDANTE Raiana Soares, que afirma estar dando os primeiros passos na carreira de escritora ao tomar conhecimento de agressões direcionadas nas redes sociais contra o povo nordestino, após o resultado do segundo turno das eleições que cominou na vitória e reeleição da presidente Dilma Rousseff , o que raiana considera um absurdo são as críticas e ofensas ao povo nordestino , então ela fez um poema de sua autoria com esse tema e postou em sua página pessoal no Facebook, onde segundo ela, vem obtendo boa repercussão, principalmente por parte de internautas de outras cidade.

União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Jequié e Região – UMES

 

Veja o poema abaixo:

O meu Nordeste!

Fico triste em ver
Tanta gente ingrata
Ferindo com as palavras
E usando seu preconceito feio como arma
Para atingir aquele que a favor de todos trabalha

Me desculpe, mas não entendo seu preconceito
Deixa eu ver se entendi direito…
Para você o Nordeste
É quem empobrece a nação?
Se assim você pensa
Volte e procure saber
De onde vêm os melhores artistas
Aqueles que você paga para ver

Uma terra de sol, Agricultura
Praia, seca e muita luta
Terra da literatura
Vocês dizem que no Nordeste só tem gente burra
Mas por que você lê Graciliano Ramos, Gonçalves Dias,
Aluísio Azevedo ou Ariano Suassuna?

Falam do meu povo
Porque não conhecem
Meu povo guerreiro e cabra da peste
Todo o respeito eles merecem
E do cinema brasileiro
Você também se esquece?
Posso te lembrar rapidinho e sem engano
José Wilker, Wagner Moura e o Lázaro Ramos

Se pra você Nordestino é gente suja
Comece a se preocupar
Pois temos o Chico Anysio, Renato Aragão
E o Tiririca, olha onde ele foi parar!

“Sem o Nordeste o Brasil seria melhor”
Nossa tenho até dó!
Já imaginaram o que seria da música brasileira
Sem Raul Seixas, Luiz Gonzaga, Alceu Valença,
Zé Ramalho, Fagner e Lenine
Seria tão pobre e pequena pare um pouco e imagine

Retornando para a história
O Nordeste é região de glória
Guerras, conflitos como o de Canudos
Mostra que o nordestino sim não desiste nunca
Não foge e por seus princípios luta
Terra linda e castigada
De sertão e de mares
Terra onde surgiu o Quilombo dos Palmares
Que merece todos os bons olhares

Como pode dizer que o Nordeste não oferece nada a você?
Com os guerreiros de meu sertão vocês devem aprender
Me desculpe o sudeste
Mas a maior parte da cultura desse Brasil
Está no meu Nordeste!

Fonte: Umes Jequié


Escritora

A escritora, palestrante, coach e consultora na área de Desenvolvimento Humano, em empresas nacionais e multinacionais, Sussane Andrade, estará na noite desta quinta-feira (30/10), a partir das 20h no Cerimonial Catedral, lançando o livro de sua autoria,  intitulado “O Segredo do Sucesso é ser Humano”. A jovem escritora jequieense, é especialista em promover a Humanização das Relações para Conquistar Melhores Resultados,  sócia-diretora da Andrade & Barros Consultoria. Referindo-se ao livro, Sussane revelou que, “o leitor vai mergulhar em histórias que irão lhe tocar, inspirando a resgatar o seu valor, enquanto pessoa especial que é, com motivação para o dia a dia. Descobrirá uma ferramenta que será o início para a conquista de melhores resultados e  se sentirá um importante bem estar e entusiasmo em sua vida”. Os exemplares do livro estarão disponíveis para comercialização na Livraria Nobel, no Hiper G. Barbosa.


Foto/Blog Itiruçu Online

Fotos/Blog Itiruçu Online

Continua o embate entre o município de Itiruçu e o Sindicado dos Professores-APLB. A discussão está  acirrada pelo cumprimento do Piso Nacional dos Professores desde quando o Ministério da Educação anunciou o reajuste do piso salarial dos professores da educação básica (ensinos fundamental e médio. O aumento foi  de 8,32%, e o valor subiu  para R$ 1.697. As prefeituras , assim como Itiruçu, alegam falta de condições financeira para cumprirem o índice do Piso.

A situação tende a ficar pior, vez que, o novo Piso para o ano de 2015 será de 13,01%, segundo os critérios adotados pelo Ministério da Educação (MEC). Este porcentual foi calculado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), com base na metodologia utilizada pela pasta. Ela considera a última estimativa para 2013 e a estimativa vigente em 2014 do valor aluno/ano do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Foram várias reuniões ao logo do ano e o embate continua até os dias atuais, agora com a participação da Justiça, que ajuíza um pedido da prefeitura para efetuar o pagamento do Piso, sob a alegação de que com o cumprimento do PISO o município inadimpliria a Lei de Responsabilidade Fiscal-LRF.

 SAM_0047

Em uma nova reunião entre o Sindicato e a categoria, realizada na noite desta terça-feira (28) foi discutida a situação de negociações com a prefeitura. O Sindicato alega dificuldades nos cumprimentos dos acordos feitos com a prefeitura e negou que tenha descumprindo ‘acordos’ com o município, conforme a Coordenadora do Núcleo Sindical Margarete Fróes disse em entrevista para o Blog Itiruçu Online.

-Desde o primeiro momento de diálogo com a prefeitura estamos falando de todas as questões e não somente do cumprimento do Piso, mas também dos direitos e vantagens da categoria. Está difícil, pois a questão que o prefeito alega, em não ter o índice, é complicada, pois sabemos que é uma realidade nacional e, ele (Wagner) sendo prefeito, infelizmente, existe situações que ele tem que administrar. Agora, se é de interesse dele cumprir o índice, nós da APLB já discutimos e mostramos o caminho de observar e identificar os excessos na folha, mas infelizmente não temos uma mesa com a Secretaria de educação para controvertemos e avaliarmos para tentar enxugar a folha de pessoal. Hoje não vemos o índice como único ponto do não pagamento- Disse Margarete. 


zuzu

Dizem que ao visitar a terra de José Inácio, você tem por obrigação de ir ao Morro Grande e de lá admirar e contemplar as belezas que cercam a região, tem que ir até o Beija-flor e beber um pouco da sua água que de tão cristalina purifica a alma e por fim sentar no “Pau da Zuzu”. Esse em particular, é um dos lugares mais visitados na atualidade.

A fama é tanta que virou até assunto de programa de TV. Dizem até que tudo o que passa na terra de José Inácio, você fica sabendo sentado no “Pau da Zuzu”. Uma certa feita, houve uma insinuação de que “o pau” não deveria ficar onde está e que o melhor lugar para ele era virar cinzas. Quando esse assunto chegou aos ouvidos de Dona Zuzu, foi aquele “panavuê”.

Os mais chegados comentam até hoje, que a velha ficou uma “arara” e não arredou o pé da janela, esperando que um filho de não sei o que, aparecesse para mexer um milímetro no seu “pau” e a guerra começar. Comenta-se ainda, que ela já tinha avisado ao juiz, a policia, ao prefeito e todas as autoridades que se alguém se atrevesse a mexer no seu “pau”, o pau ia quebrar. O assunto foi tão sério, que ela tinha tentado até uma audiência com o governador e tinha escrito até uma carta, para que este tomasse conhecimento de que haveria um movimento articulado para que tirasse o seu “pau” do lugar.

Os mais curiosos conseguiram até um trecho da carta que ela iria ler para autoridade maior do estado: “Senhor governador, querem tirar o “pau” que sento todo final de tarde e que é o meu aconchego. Isso é um absurdo!”. Só que a carta, não se sabe porque, acabou sendo extraviada e não chegou as mãos do governador. A paz só reinou mesmo, quando foi feita uma comissão que incluiu até o padre para dizer a Dona Zuzu que ninguém iria mexer no seu “pau”, já que ele era um patrimônio inconteste do município. Desse dia em diante, o “pau” da Dona Zuzu ganhou notoriedade em todo o mundo.

 Por Joselito Fróes/Blog Itiruçu Online.


alunas

Duas estudantes brasileiras foram selecionadas em um programa que incentiva projetos inovadores de empreendedorismo social promovido por alunos da Universidade Harvard, nos Estados Unidos. No total, entre 80 inscritos, além de Georgia Gabriela da Silva Sampaio, de Feira de Santana (BA), e Raíssa Müller, de Novo Hamburgo (RS), ambas com 19 anos, outros três participantes vindos do Sri Lanka, Nepal e Filipinas, foram premiados. Em novembro eles vão participar de um conferência no campus de Harvard para expor seus projetos para investidores do mundo todo e conhecer a universidade. Continue a leitura; clique aqui


barradorochaescola

Um novo ataque contra Escola Municipal Juliana, na zona rural de Barra do Choça (a 32 km de Vitória da Conquista), foi registrado esta semana. Adolescentes quebraram janelas, televisores e o quadro da sala de aula. Utilizando uma marreta, eles destruíram até a cerâmica que seria colocada na escola na próxima reforma. Tudo foi revirado! Antes de fugir, os jovens infratores escreveram no quadro dois artigos do código penal.

barradorocha

Essa foi a segunda vez que a escola foi atacada em menos de uma semana. No dia 11 de outubro, um ex-aluno ateou fogo na unidade de ensino. Ele foi identificado e confessou a autoria do delito. Após ser apreendido, o menor foi liberado. Colocado em liberdade, o adolescente decidiu terminar o que havia iniciado. Desta vez, ele voltou acompanhado de dois comparsas e destruiu novamente a escola.

escola

Do lado de fora da escola, ficou o que sobrou desse ataque: livros, cadeiras e até um armário queimado.  Sem condições de manter as aulas no mesmo lugar, a direção da escola improvisou outro espaço para atender 150 alunos que estudam na unidade. Enquanto isso, um mutirão foi montado para recuperar a unidade de ensino.

Os moradores da comunidade estão assustados com essa violência. Os adolescentes foram apreendidos e estão custodiados no fórum de Barra do Choça a disposição da justiça.

Por Mateus Novais/Renha Geral.
Fotos: Sec. Municipal de Educação


fundeb

Para atender uma regulamentação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) o município de Itiruçu terá que devolver recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação- Fundeb por uso irregular de recursos  glosados  em despesas para as contas do próprio FUNDEB.

A decisão implica no uso de recursos do FUNDEB de forma irregular durante os anos de 2003 a 2012. No entanto, não há prejuízos para o município, uma vez que, fará somente a transferência de recursos próprios para contas do Fundeb do município, uma devolução para cumprir as normas estabelecidas; melhor dizendo: a prefeitura não devolve recursos, apenas transfere de uma conta para outra. O não cumprimento sujeitará a rejeição das contas do exercício em curso.

Essa é uma prática comum nas administrações municipais, inclusive na gestão atual já houve a necessidade de devolver recursos para o próprio município por uso irregular; ou seja, aplicou errado e para corrigir é necessário devolvê-los para a conta da qual foi retirado o recurso.

Publicações feitas no diário oficial e no Site Oficial do município confundiram alguns professores quanto ao termo “Devolver recursos para o Fundeb”, dando entendimento de que os recursos poderiam ser usados para pagamento do piso nacional dos professores, uma luta constante da categoria com o município.

Uma coisa é certa: já que a gestão na anda bem, um erro da equipe administrativa confundiu os professores (que não deveriam, pois são conhecedores do Fundeb), pois, não havia a necessidade da publicação no Diário Oficial dos Municípios (Clique aqui), bastaria tão somente cumprir as normas do Tribunal de Contas (Como assim já foi feito várias vezes pela prefeitura nos últimos 10 anos) e devolver de uma conta para outra os recursos à má aplicação. Lembrando que os processos do Tribunal referem-se aos anos de 2003 a 2012; basta conferir pelos números: TCM 08185-00, Processo TCM 07238 05, Processo TCM 3093 09 e o Pronunciamento Técnico TCM nº PT. 2013.00199.

Confira como o município parcelou a devolução:

Art.1º.

Fica a Secretaria Municipal de Finanças designada a proceder à devolução de recursos ao FUNDEB, decorrentes de despesas glosadas em exercícios anteriores, no valor total de R$ 230.363.15 (duzentos e trinta mil trezentos e sessenta e três reais e quinze centavos), em 25 (vinte e cinco) parcelas, sendo 24 (vinte e quatro) parcelas no valor unitário de R$ 9.214.52 (nove mil duzentos e quatorze reais e cinquenta e dois centavos), e 1 (uma) parcela no valor de R$ 9.214,67 (nove mil duzentos e quatorze reais e sessenta e sete centavos). Clique aqui e leia a publicação no Diário Oficial.