ifba

Eles foram personagens de reportagens de emissoras de televisão, de rádio, saíram em jornais. Mailson, professor, e Igo Romero e Ícaro Ramires, irmãos e estudantes do curso de Sistemas de Informação do Ifba, foram responsáveis pelo projeto “Detecção de Vazamentos na Rede Urbana de Água com Redes de Sensores sem Fio”, que ganhou notoriedade na Campus Party Brasil, principal evento de nacional de tecnologia, realizado em São Paulo.

Pesquisadores e empresários de setores ligados às inovações tecnológicas elogiaram e se interessaram pelo projeto dos alunos, por se apresentar como uma alternativa viável, inovadora e de baixo custo para enfrentar a crise hídrica, vivenciada em todo o mundo.

Segundo Mailson Souza Couto, professor do Ifba e cabeça de todo o projeto, a resultado do projeto foi melhor do que pensavam. “A gente não esperava essa repercussão tão grande. Um protótico elaboradao aqui dno Instituto e ganhou muitos elogios.” De acordo com ele, o próximo passo é ampliar o sistema, desde a parte hidráulica até melhorias de funcionalidades: “Hoje, nós trabalhamos na ideia de montar um projeto em grande escala, para, depois, ser disponibilizado à população”.

Ainda sem o registro do invento, eles correm para deixar tudo em ordem, tanto para que não haja uma cópia do invento, como também para que apareçam ainda mais pessoas interessadas em saber mais e, quem sabe, apoiar a boa ideia. “Agora, o próximo passo é o registro do projeto com o Ifba, já que o projeto foi desenvolvido dentro do Instituto.” De acordo com o professor, já apareceu gente interessada em apoiar as ideias dos três inventores: “Já tivemos resposta, retorno, e pensamos na parte do registro, as melhorias, mas faremos parcerias, tanto com patrocínio e melhoria no estudo”.


drarita

Vice-prefeita abriu a Jornada pedagógica.

Professores, diretores e coordenadores de ensino participaram, na noite desta segunda-feira (23), na Creche Escola Edésia Novaes da Jornada Pedagógica, que marcou o início das atividades na rede municipal de ensino. O evento contou com a presença da vice-prefeita Dra. Rita Novaes, Além dela (vice-prefeita), os vereadores Gilmar Machado, Alexandre Maimone e Nilman Brochini estiveram prestigiando a abertura do ano letivo, dentre muitos secretários municipais e a diretora do núcleo local da APLB, Margarete Fróes.

Palestrante Pr. Silvio Lamego

Palestrante Pr. Silvio Lamego

A secretária de educação Iomara Bastos esteve representada pela Coordenadora Alane Cardoso, ausência justificada em virtude do passamento do Avô da Secretária, ocorrido hoje, segunda-feira (23).
Os trabalhos seguiram coordenados pelo professor Manoel Missias, ex-secretário de Educação e cerimonialista do evento. Os discursos foram iniciados após a execução do Hino Nacional e uma oração conduzida a Deus pela professora Jaqueline Bittencourt, pedindo benção para a Educação Municipal.


Anteciparam o palestrante da noite a diretora da APLB, Margarete Fróes, o vereador Gilmar Machado e o secretário de Administração, Josman Almeida.

Novo Secretário de Administração, Josman Almeida.

Novo Secretário de Administração, Josman Almeida.

O ano letivo da rede municipal de ensino foi iniciado em clima de otimismo e mobilização para os professores que estão gerindo a educação, numa rede de fé daqueles que sempre se colocaram à disposição de Itiruçu em todas as épocas, sabendo diferenciar e colocar Itiruçu acima dos objetivos individuais. O evento, aberto pela vice-prefeita Dra. Rita Novaes, tem como objetivo preparar e motivar a rede para receber os alunos no retorno às aulas, no dia 02 de Março.

turma

Pr. Sílvio Lamego, palestrante da noite, deixou uma mensagem de reflexão aos docentes na forma da valorização da educação. Destaca-se, neste início de mais um ano letivo, a importância de que todos estejam dispostos a realizar esta etapa escolar com determinação ao êxito, que é o ideal definido para a progressiva qualificação de todo o Processo Educacional no município.
A vice-prefeita Dra. Rita Novaes, enfatiza a importância da jornada para a qualidade da educação no município. “Tenho certeza que, nesta jornada pedagógica, teremos mais um momento de êxito na educação que estamos ofertando para os nossos alunos, pois, temos um grupo de professores, gestores, coordenadores e funcionários comprometidos e competentes continuarão gerindo a educação com muita dedicação”, destacou Dra. Rita.   Assessoria de Comunicação. Veja aqui as fotos da Jornada. Clique.


juiz

Estudantes de Conceição da Feira, que forem flagrados “matando” aula serão conduzidos ao Conselho Tutelar. A medida austera, intitulada de “Toque de Estudo”, passa a valer a partir de 2 de março.

Segundo determinação do juiz José Brandão Neto, que já instituiu a obrigatoriedade do hino nacional em Santo Estevão, os pais dos alunos faltosos responderão a processos e podem ser multados pela Justiça. A justificativa para a medida é que há na cidade muitas crianças e adolescentes matriculados que não frequentam regularmente as escolas locais.

O juiz diz ainda que 80% a 90% das portarias que publica servem para fazer o cumprimento da lei. A portaria, publicada nesta quinta-feira (19), também veta celulares nas escolas, proíbe visita a lan house no horário escolar, e prevê a execução de hino nacional uma vez por semana.

Para enfrentar a situação, o magistrado conta com a fiscalização de conselheiros tutelares, agentes de proteção à infância e policiais, que terão autorização para verificar qualquer suspeita de evasão escolar em Conceição da Feira. Pais de jovens analfabetos também podem ser multados pela portaria do juiz.


alunos

Tudo pronto para a matrícula dos estudantes na rede estadual, que tem início nesta terça-feira (24) e prossegue até o dia 3 de março, em todas as 1.369 escolas dos 417 municípios baianos. A matrícula pode ser feita em qualquer escola, de maneira simples e ágil, e independente de qual unidade o aluno vai estudar.

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto, ressalta a importância do envolvimento das famílias nesse processo e convoca “todos os pais, mães e responsáveis para que não deixem seus filhos fora da escola, e para que possam fazer a matrícula e acompanhar a vida escolar destas crianças e jovens durante o ano letivo”.

Segundo o secretário, “esse envolvimento de todos é fundamental para a melhoria da qualidade do ensino, conforme vem destacando o nosso governador Rui Costa ao adotar a Educação como uma prioridade da sua gestão”. Nas escolas, a expectativa é a de que o atendimento seja realizado com agilidade, contemplando a todos que procurarem uma vaga na rede pública estadual.


estudante

Afastada da escola por 14 anos devido ao fato de não ter respeitada a sua identidade de gênero, a transexual Luana Neves, aluna do 3º ano do ensino médio, do Colégio Estadual Senhor do Bonfim, em Salvador, voltou a estudar ao ser reconhecida pelo seu nome social. “É muito difícil quando você não é aceita. Eu fiquei 14 anos sem estudar por causa do constrangimento de ouvir na escola meu nome de batismo. Quando fiquei sabendo que poderia usar o nome social, não pensei duas vezes e voltei a estudar”, disse.

Luana é uma das estudantes beneficiadas com a Resolução CEE/BA Nº 120/2013, do Conselho Estadual de Educação, publicada pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, em atenção às demandas sociais e à construção de uma educação de enfrentamento ao racismo, sexismo e homofobia, a partir da escola. Trata-se de um documento normativo para a inserção do nome social de estudantes transexuais e travestis no tratamento e nos registros escolares, baseado nos marcos legais e nas experiências que vinham ocorrendo em todo o Brasil. Na Bahia, destaque para unidades escolares, como o Colégio Estadual Senhor do Bonfim. 


karinee

Mais um ano letivo se inicia e logo se apresenta um grande desafio: preparar os gestores para o planejamento anual. Garantir que esse momento possibilite trocas entre especialistas, gestores, coordenadores pedagógicos, professores e representantes da comunidade escolar é fundamental para que as ações previstas para o ano sejam implantadas com qualidade.

A secretária de Educação de Itiruçu realizou a pré-jornada pedagógica 2015. O público alvo foram os coordenadores pedagógicos e os gestores.  Desde ontem, terça-feira (10) na Escola Vivaldo Bastos, foi iniciada a pré-jornada com a presença do prefeito municipal Wagner Novaes, que afirmou está firme no propósito de reunir esforços para a educação caminhar no caminho da construção do futuro.

Akx8BCZ17sLiECtCN3SvlUB1PHd6p2LQf1tQpKmben58

É importante que no planejamento da rede as secretarias valorizem a realidade das escolas e deem condições para que as diretrizes sejam implementadas. Por isso que nestes dois dias de “Encontro entre Gestores” a troca de experiências focada na melhoria da educação foi de suma importância para educadores que dirigem a educação municipal. Continue a Leitura, clique aqui. 


Ministros Guilherme Afif  e Cid Gomes firmam acordo na área do Pronatec AprendizAntônio Cruz/Agência Brasil

Ministros Guilherme Afif e Cid Gomes firmam acordo na área do Pronatec AprendizAntônio Cruz/Agência Brasil

O ministro da Educação, Cid Gomes, espera oferecer 12 milhões de vagas para jovem aprendiz até o final de 2018.

“A meta do Pronatec para esse período [segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff] é abrir 12 milhões de vagas. Existe já um programa nacional, que é o Menor Aprendiz. E esse programa está muito presente em grandes e médias empresas, até por obrigatoriedade. Mas essas empresas só representam 5% do universo empresarial, então agora queremos massificar”, disse Cid Gomes, após um encontro com o ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif, em que assinaram cooperação entre as pastas para custear o treinamento de jovens em empresas de pequeno porte.

Afif explicou que, atualmente, cabe às grandes empresa arcar com os custos de acompanhamento do jovem durante o período de estágio dentro da empresa. No caso das micro e pequenas empresas, que representam 95% do universo empresarial do país, o Pronatec Aprendiz vai cobrir os custos de treinamento e acompanhamento, cabendo a elas apenas o pagamento do salário. Outra mudança é a possibilidade de o jovem ingressar no mercado com 14 anos.

Cid Gomes ressaltou ainda a necessidade de garantir mais acesso a programas de capacitação técnica voltados aos jovens do país. De acordo com ele, em países como a Alemanha e a França, a relação entre profissionais com nível de instrução técnica é de cinco para cada um com nível superior.

“No Brasil, que já padece de um histótico baixo de profissionais de nível superior, embora esse quadro esteja mudando aceleradamente, a relação é de um profissional [com nível superior] para meio [com nível técnico]. Essa é uma das razões que motivaram o governo a colocar em ação esse programa Pronatec”, disse. “Vai ser um oportunidade para milhões de jovens e isso, sem dúvida nenhuma, terá impacto positivo na nossa economia”, completou Cid Gomes. Agência Brasil.


matricu
A Secretaria da Educação do Estado da Bahia inicia, no próximo dia 24, a matrícula da rede estadual de ensino que prossegue, até o dia 3 de março, e pode se feita em qualquer escola estadual dos 417 municípios baianos ou diretamente, via internet, pelos estudantes que já são da rede e por alunos do município já conectados com o Sistema de Gestão Escolar (SGE) do órgão.

Para se matricular pela internet, os estudantes devem acessar o Portal da Educação .Também podem fazer a matrícula em qualquer escola estadual e em qualquer município, independentemente da unidade em que vai estudar. No ato da matrícula é preciso apresentar  original do histórico escolar, original e cópia da certidão de nascimento ou carteira de identidade (RG), CPF e comprovante de residência. Quem optar pela internet deve apresentar os documentos na escola conforme o prazo estabelecido pelo comprovante de matrícula.

A matrícula integrada, com todas as escolas operando online, acontece desde 2007, a partir do Sistema de Gestão Escolar, que contribuiu para eliminar as longas filas nas portas das escolas, permitindo acesso com comodidade e segurança para as famílias e oss filhos.


Nesta semana, o Jornal Nacional está exibindo uma série de reportagens especiais sobre a situação dos professores no Brasil. Vamos mostrar que um dos principais problemas na qualidade do ensino vem da falha na formação acadêmica. Pitágoras foi mestre uns 500 anos antes de Cristo, época em que o professor tinha tempo para observar o mundo, fazer descobertas e ensinar.

No século XXI, Pitágoras é professor no Brasil. Dá aula no Rio de Janeiro e a vida dele não é fácil. Após a primeira aula, Pitágoras Cyriaco pega de novo a moto, percorre ruas da Zona Norte do Rio, come rapidinho no balcão e chega na segunda escola onde leciona. Pensa que parou por aí? O Pitágoras carioca chega à terceira escola onde ensina matemática para jovens e adultos. “Não se esqueça que amanhã é sábado e amanhã de manhã ainda eu trabalho”, lembra o professor.

É a realidade de boa parte dos colegas dele: dos professores das escolas públicas. Não é à toa que o mestre não tem seguidores. Perguntamos na sala de aula: “alguém aqui quer ser professor?” Ninguém responde. Ensinar é só parte do trabalho. Ainda tem a preparação de aula, correção de trabalhos e provas. “Para mim fica em torno de umas 250 provas e trabalhos por mês. E olha que Pitágoras ainda deu sorte. Mesmo sem fazer curso de doutorado, como gostaria, teve boa formação. O pai foi um apaixonado professor de matemática.


prounir

O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira (2) a primeira chamada de aprovados no Prouni (Programa Universidade para Todos). A segunda lista será divulgada no dia 19 de fevereiro.

Os selecionados devem ir até o dia 9 à instituição para a qual foram aprovados. É preciso levar os documentos que comprovem as informações da ficha de inscrição.

O programa oferece bolsas no ensino superior privado com base nas notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Em 2015, serão ofertadas 213.113 bolsas – 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas serão para 30.549 cursos, em 1.117 instituições de ensino superior privadas.

Podem concorrer às bolsas estudantes que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede particular, na condição de bolsista integral. É preciso ainda comprovar renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser de até três salários mínimos.

Para se inscrever, o candidato deve ter participado do Enem de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado zero na redação. Outra condição é que ainda não tenha diploma de curso superior.

Professores do quadro permanente da rede pública de ensino que concorrerem a cursos de licenciatura também podem participar do Prouni. Nesse caso, não é necessário comprovar a renda.