Serão selecionadas propostas que estimulem a produção, criação e fruição das artes através de plataformas virtuais
Em tempos de combate à Covid-19 e isolamento social em todo estado e país, as Artes vivem um momento delicado, sem precedentes, com profissionais se reinventando para manter a Cultura ativa nas mais variadas formas. Com o intuito de potencializar essas iniciativas, a Fundação Cultural do Estado (Funceb/SecultBA) lança a 8ª edição do projeto Calendário das Artes, e vai premiar 200 propostas nos diversos territórios de identidade do estado que estimulem a produção, criação e fruição das artes através de plataformas virtuais. Inscrições online e gratuitas vão de 13 de maio a 1º de junho de 2020.

Calendário das Artes 2020 – 8° Edição é voltado para artistas baianos integrantes de todos territórios de identidade. O edital é um mecanismo de incentivo a projetos artístico-culturais de pequeno porte, podendo concorrer propostas inéditas nos seguintes segmentos: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas (propostas que envolvem mais de uma destas áreas artísticas). A inscrição é gratuita e será feita por meio de preenchimento de formulário online.

Esta 8ª edição do Calendário das Artes se soma às demais iniciativas de políticas públicas no contexto de enfrentamento da Covid-19, atendendo a um dos princípios e objetivos orientadores da Política Estadual de Cultura que determina “a integração com as demais políticas públicas do Estado”.

Serão premiadas 28 propostas por Macroterritório da Bahia (6). De Salvador serão selecionadas 32 propostas. Ao total, 200 propostas serão selecionadas pela Fundação Cultural, disponibilizando recursos de R$ 500 mil em todo edital. Cada proposta será premiada no valor de R$ 2.500,00.

“O modelo desta premiação é um exemplo muito simbólico de estímulo à criação artística com a justa compreensão das diversidades territoriais. Com as restrições de circulação social, estes princípios tornam-se ainda mais importantes. A inscrição por Pessoa Física possibilita o alcance de um número maior de artistas e, mesmo as propostas individuais trarão em sua execução o envolvimento, tanto de profissionais da cena como das áreas técnicas. Vislumbramos neste cenário, alcançar, minimamente, 400 artistas na materialização das ideias premiadas”, mensura a diretora geral da Funceb, Renata Dias.

O resultado final da produção artística premiada será entregue no formato de conteúdo digital, registrados em vídeos que podem ser realizados com qualquer tipo de equipamento (celulares e/ou filmadoras). Os mesmos serão publicados nas plataformas virtuais institucionais da Funceb (Youtube, Redes Sociais), nas redes sociais da TVE, e em plataformas pessoais dos proponentes, de modo a ampliar a divulgação artística.

Nas sete edições do Calendário das Artes, a FUNCEB já disponibilizou mais de R$ 4 milhões para a execução de 317 projetos,  contemplando todos os 27 Territórios de Identidade do estado.

SERVIÇO
Calendário das Artes 2020 – 8° Edição
Como: premiação de 200 propostas em Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas.
Inscrições online: 13 de maio a 1ª de junho de 2020 (www.funceb.ba.gov.br)
Gratuito


Músico gravou Violão Solo durante quarentena em Itiruçu.

O guitarrista e compositor Tarcísio Santos, lançou o álbum Interior, já disponível para venda em sua plataforma digital. O disco de violão solo foi gravado durante o período de quarentena no município de Itiruçu.  Saiba mais detalhes, clique aqui.

-Um quarto comum com equipamento básico era usado para acompanhar as músicas, na tentativa de capturar o espírito e a essência do que o título evoca. O álbum é repleto de referências à música brasileira, variando de valsas brasileiras a coco e baião (ritmos tradicionais do nordeste do Brasil). A música permanece fiel às suas raízes e o faz de maneira visceral e genuína, trazendo a inquietação e a vitalidade que só podemos sentir quando visitamos o interior desta parte do país. Este é um registro íntimo que merece atenção- postou em referência ao álbum.

Para as pessoas que desejam ter acesso ao álbum, há três formas possíveis:

1º- Adquirir o disco em formato digital e contribuir com o trabalho do artista no valor de R$ 10,00 , recebendo o envio de link para download – mp3 ou wav;

2º – Adquirir o disco físico (produção limitada a 50 unidades artesanais e exclusivas) – R$ 35,00 (taxa para envio inclusa);

3º- Ouvindo 3 faixas pelo Bandcamp (conheça o trabalho e a proposta). Há possibilidade de comprá-las e contribuir com o trabalho pelo site (em dólar) – $ 1,00.

Créditos

lançado em 26 de abril de 2020 Gravado de março a abril de 2020 em meu quarto na cidade de Itiruçu-Brasil por Tarcísio Santos; Misturado e masterizado em estúdio 12/8 por Pablo Moreno Pires 1. Inominada 03:04 2. Interior 02:13 3. Bosco Samba 03:21 4. Saudoso 04:09 5. Financeiro 03:32 6. Melancolia 02:12 7 Uma Lira 04:52 8. Breve Rosa 01:13 9. Coco pro Riachão 02:54 10. Inquietude e Calmaria 02:31 11. Minha Infância no Quintal 02:50 12. Encontro do Dia com a Noite 02:29 13 São Pedro em Itiruçu 02:31

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Tarcísio Santos (@tarcantos) em

 


A dupla Jorge e Mateus faz um show em Goiânia transmitido pela internet neste sábado. O show se chama Na Garagem e os cantores tocam os principais clássicos da carreira. Pelas redes sociais, os fãs pedem as músicas que não podem faltar. A live atingiu 3 milhões de visualizações simultâneas. O show foi  transmitido no canal da dupla no Youtube. Em uma postagem, a dupla falou sobre o significado de tocar na garagem de casa: “em tempo de isolamento e questionamento do futuro nós queremos voltar par ao começo. Aquele lugar que abrigava tantos sonhos. Ali onde os primeiros registros da nossa música ganhavam vida para depois ganhar o Brasil”.

Na transmissão, que já ultrapassou 13 milhões de acesso acumulados, Jorge até brincou com a diferença de fazer um show sem plateia. “A gente fica esperando as palmas”, disse.

Já Mateus reforçou a necessidade de se manter o isolamento social devido à pandemia do coronavírus. “Estamos fazendo isso para que vocês fiquem em casa, mas fiquem com música, fiquem felizes”, completou.

O Ministro da Saúde, Luiz Mandetta, enviou uma mensagem para os músicos agradecendo a atitude deles em levar diversão, mesmo nesse período de quarentena. “É importante que a música chegue, mas é importante não aglomerar. O show não pode parar, mas a aglomeração tem que parar”, disse no vídeo.

A live mantém um clima descontraído, com direito a copo quebrando ao cair no chão, pausa para pegar encomenda na porta de casa e erros na hora de começar músicas. Tudo foi levado com muito bom humor pela dupla. Muitos fãs cobraram uma live da dupla após o Gusttavo Lima fazer uma transmissão em que cantou 100 músicas e alcançou 10 milhões de visualizações. O cantor ainda arrecadou R$ 100 mil e toneladas de donativos para doar a instituições de caridade.*Com informações do G1.


Neste ano o cantor Itiruçuense, Lucas Araújo, se apresenta pelo segundo ano consecutivo no carnaval de Salvador- Circuito Principal da Folia; Campo Grande/Avenida. O artista se apresentará juntamente com as Bandas O Pretinho e Dinho Santos, no Bloco Vamos Nessa, tradicional desde 2017, de responsabilidade da Jhá Produções. Lucas já se apresentou com artistas consagrados, a exemplo de Pablo, Viola de Doze, no mesmo circuito onde se apresentam outros artistas nacionais: Ivete, Bell Marques, Banda Eva, Tomate e muito mais…

O interior para Capital, Lucas passou a ter suas músicas tocadas nas principais rádios de Salvador e no recôncavo. O artista tem uma agenda de shows no interior bastante povoada, principalmente na região do Vale do Jiquiriçá, onde se apresenta para grandes públicos em festas tradicionais com público acima de 20 mil pessoas. A tradicional “Festa das Flores” e no então considerado Maior São Pedro da Bahia, em sua terra natal, Itiruçu.

Persistente na carreira, o cantor se dedica a música e sonha se tornar um cantor nacionalmente e internacionalmente conhecido. O talento já lhe sobra.


Dean-Charles Chapman tornou-se conhecido como Tommen em Game of Thrones. George MacKay foi um dos filhos de Viggo Mortensen em Capitão Fantástico. Ambos fazem agora Blake e Will em 1917, o épico de guerra de Sam Mendes (Beleza Americana, 007 – Operação Skyfall). No começo do mês, 1917 venceu os Globos de Ouro de melhor filme de drama, direção e fotografia. Foi também o grande vitorioso na premiação do Sindicato dos Produtores, o que o converte em favorito no Oscar, ao qual concorre em dez categorias.

“Quando fizemos a audição, sabíamos apenas que era um filme de guerra, mas não as particularidades da produção, que seria filmado num único plano contínuo. E só depois descobrimos que seria um projeto muito pessoal de Sam, que queria contar a história do avô dele durante a 1ª Grande Guerra”, disse Chapman.

“O que temos aqui é o horror da trincheira, recriado com todos os detalhes, e quando você está correndo no campo de batalha, com fumaça, explosões e estilhaços, e a cena se estende, e você não ouve nunca o ‘Corta!’, a coisa fica muito real e assustadora”, completa MacKay.


Ativistas, grupos culturais e religiosos comemoram hoje (20) o Dia da Consciência Negra com várias atividades em frente à estátua de Zumbi dos Palmares, no centro do Rio de Janeiro.

Na semana em que se comemorou o Dia da Consciência Negra, a TV Brasil apresentou a série de reportagens Ubutu: Eu Sou o que Nós Somos. Os afrodescendentes no Brasil representam a maior parcela de empreendedores. Conheça os desafios e as ideias inovadoras que impulsionam o protagonismo negro no mundo dos negócios. Qual é o impacto do racismo na saúde mental da população negra? Conheça iniciativas positivas de trocas de experiências e formação especializada de atendimento psicoterapêutico.

Ancestralidade, futuro e protagonismo. O encontro desses três elementos em áreas como a cultura deu origem ao Afrofuturismo. Veja como esses elementos se relacionam e como o Afrofuturismo está presente em diferentes expressões culturais como a moda, a dança e o cinema.

Qual é a importância da representação da população negra e o impacto disso na maneira como essa população se vê?

Televisão, publicidade. Como esses espaços vêm trabalhando a representatividade e como a internet vem sendo um espaço de debate e construção de novas narrativas? Assista na reportagem da TV Brasil.


Prefeita acompanha apresentação de quadrilhas na Praça do Forró.

No último dia do São Pedro de Itiruçu, à noite de domingo (30),  a prefeita Lorenna Di Gregorio comemorou a realização da festa cultural do município, dando, sobretudo, ênfase nas apresentações dos artistas locais, que, para a gestora, não ficou devendo nada para as grandes atrações que subiram no palco do Forró. Lorena qualificou a festa como tranquila e brilhante.

Clique aqui e confira a cobertura completa do Evento na Carlo Magnum. 

– “Foi uma festa perfeita. Não tivemos nenhum inconveniente ou problemas durante os três dias do São Pedro. Montamos uma mega estrutura de som, iluminação e decoração que ficou linda. As bandas mais uma vez surpreendendo, principalmente as da cidade, que já espera que fossem fazer grandes apresentações, mas realmente superaram minhas expectativas e foram brilhantes. Se eu pudesse, faríamos uma festa apenas com bandas da cidade, mas enquanto gestores somos cobrados por grandes atrações, as consideradas caras no mercado, inclusive, fomos cobradas pela demora na divulgação da grade do evento. Quando as pessoas perguntavam sobre as atrações eu respondia dizendo que, sem dúvida, a maior atração do São Pedro é o folião, mas graça a Deus realizamos uma festa bonita com grande público e as bandas de Itiruçu não ficaram devendo nada as de fora. Quero agradecer ao governo do estado, a Bahiatursa pelo apoio em mais um ano de nossa festa. A Polícia Militar também por ajuda garantir a segurança e permitir que nosso São Pedro ocorre tudo em paz”,- disse a prefeita ao Itiruçu Online.

Quadrilhas:

Na tarde de domingo o município assistiu a volta da Quadrilha Jacutinga, ação coordenada pela diretora de cultura do município com ajuda de amigos e a inclusão de jovens no Projeto. A praça recebeu grande público para prestigiar as apresentações, que além da Quadrilha Itiruçuense, contou com outra belíssima apresentação da Quadrilha Jaguaquarense, que arrancou aplausos do público. No Sábado, dia 29, abriu as apresentações das Quadrilhas a Rala

“Sabia que a quadrilha estava se preparando e tinha certeza que seria uma brilhante apresentação. Quero parabenizar nossa diretora de Cultura, Gilvania Pureza, pela iniciativa de resgatar a tradição da quadrilha. Fiquei surpresa como a população abraçando o projeto e vindo assistir na Praça com olhares parados prestigiando e aplaudindo. Parabéns aos nossos jovens que também abraçaram e fizeram uma belíssima apresentação”, disse Lorena.


A Prefeitura do Planaltino realiza desde o dia 20 o São João da cidade, que começou com abertura da Vila Junina. O São João só termina amanhã na sede do município. Nos povoados a festa só termina no dia 12 de julho. O tema trabalhado na edição 2019 é o Cordel, dando a cidade o titulo de: Cidade em Cordel; com decorações tipicas ao tema.

“O São João é uma das principais festas da Cidade de Planaltino. Não podemos deixar a cultura popular morrer. Ela precisa ser preservada e esse é um dos grandes objetivos desse evento. Dentro da nossa tradição, cultura e economia, temos a festa Junina como umas das fontes para aquecer a economia Planaltinense. Estamos impulsionando o desenvolvimento e gerando renda”, explicou Zeca Braga.

A grade de atrações foi confirmada pelo município, com destaque para Peruano Cavaleiro, Forrozão, Papazoni, Filomena Bagaceira, Nenho, Fabinho, Banda Magnatas, ED Rossi, Pizada Forrozeira e Cigano Cantador. Os festejos contam também com os artistas: Periquitos do Forró, Marcos Luiz, Zezé dos Teclados, Roque Sanfoneiro, Luba e Adriano Sax, Pegada R, Cravo com Mel, Manoel Mathias, Maurício Santos e JL do Forró.

Nesta segunda acontece, a partir das 13h, o famoso Jegue Trio, atração do São João de Planaltino que atrai turistas de várias cidades baianas. Às 13h Ed Rossi abre os festejos. Às 17h é a vez de Peruano animar os festejos. Logo após, às 19h assume o público PAPAZZONI.  JL do FORRÓ fecha a programação de domingo.


O departamento de Cultura de Itiruçu irá promover no próximo domingo, dia 30, durante os festejos de São Pedro, o resgate da Quadrilha Jacutinga, fazendo uma homenagem a Rua mais animada da cidade e às personagens que se envolviam nos festejos do antigo Barracão de João Batista.  Serão lembrados músicos artistas que levantam o nome do município, entre outros. É a juventude se resinificando com o tradicional.

Em Itiruçu as quadrilhas eram movimentos significativos quando os festejos tinham menores proporções, com o passar dos anos a cultura de apresentação de quadrilhas foi sendo escassa. De fato, tradições precisam retornar com força aos festejos populares e iniciativas desta natureza precisam do prestigio do público Itiruçuense, como forma significativa de incentivar cada vez mais a participação dos jovens, adultos e idosos em ações culturais.

No Vídeo abaixo, integrantes da quadrilha convidam os munícipes para assistirem a nova quadrilha Jacutinga, que promete muita animação na Praça do Forró durante a tarde de domingo.

Esta é uma tradição que permanece há séculos, cuja atribuição é dada a uma dança típica realizada pelos franceses campesinos durante as comemorações. No Brasil, ela começou a ser praticada pelos nobres em suas festas e acabou sendo incorporada à tradicional festa junina. Pares de casais são formados e eles dançam fazendo e desfazendo os pares. Muito comum nas regiões interioranas, hoje é motivo inclusive de concursos realizados nas comemorações juninas. Grupos acabaram se tornando especialistas nas danças que sempre acontecem ao som de músicas folclóricas. Boa sorte aos novos integrantes em Itiruçu.


Programado para acontecer entre os dias 28, 29 e 30 de junho, o São Pedro 2019, em Itiruçu, já possui algumas das atrações confirmadas. Ao todo, mais de 12 atrações devem se apresentar na Praça Gilberto Scaldaferre.

Nesta sexta-feira (14) o município confirmou o Show da Amazonense Marcia Fellipe, conhecida como “a fenomenal”, que é apontada como a nova voz do forró eletrônico, acumulando passagens por várias bandas, como Companhia do Forró, Aviões, Garota Safada e Forró do Muído. A cantora irá fechar os festejos, com data confirmada para o domingo, dia 30.

Além da Amazonense, a festa contará ainda com bandas locais, a exemplo de Déa Oliveira, Keylla Batista, Sete Love, Taine e Dan, Toque Novo, dentre outras a serem confirmadas pela organização do evento público.

Forrós alternativos

A cidade ainda possui como atrações os Forrós alternativos, onde o folião pode comprar seu acesso para curtir outras atrações. O Forró Coffe é o preferido, realizado nas dependências da Fazenda Nova Itália, tem atraído um público fiel em todas as suas 17 edições, e vem agregando a cada ano novos frequentadores interessados no forró tradicional. Em 2019 as atrações são: Wesley Safadão, Harmonia, Dorgival Dantas, Saia Rodada e a dupla Guto e Flavinho. A festa acontece no sábado, 29.

Forró Tio San

Outra festa para o folião escolher acontece na tarde do dia 30. A atração Dedé da Paraíba, Keylla Batista e Vitor & Diogo, são as atrações. O Forro nasceu homenageando o empresário Santino D’Tônio, de onde nasce o Tio SAN.