Situação epidemiológica da Covid-19 no Brasil

O Ministério da Saúde atualizou nesta segunda-feira (12), feriado nacional, o boletim de casos de covid-19 no Brasil. Com 201 novos óbitos registrados em 24 horas, o país soma 150.689 mortes pela doença. O número acumulado de infectados desde o início da pandemia é de de 5.103.408. Do total de infectados desde o início da pandemia em todo o país, quase 4,5 milhões estão recuperados e outras 457 mil seguem em tratamento.

A taxa de letalidade está em 3% e a mortalidade por 100 mil habitantes está em 71,7. A incidência de casos do novo coronavírus por 100 mil habitantes é de 2.428,5.

Estados
O estado de São Paulo tem o maior número de diagnósticos da doença. Desde o início da pandemia até hoje, o estado de São Paulo soma 1.038.344 casos confirmados do novo coronavírus, com 37.279 mortes. Do total de casos confirmados, 920.961 pessoas estão recuperadas da doença. Em todo o estado, 8.702 pessoas estão internadas em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, sendo que 4.251 delas estão em estado grave. A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) é de 42,9% no estado e de 41,1% na Grande São Paulo.

Em seguida vem a Bahia (326.634 casos e 7.159 óbitos), Minas Gerais (323.967 casos e 8.130 mortes) e Rio de Janeiro (283.858 casos e 19.312 óbitos).

O Acre é o estado com menor número de infectados, com 29.063 casos e 675 mortes, seguido pelo Amapá (49.424 casos e 726 óbitos), Roraima (52.659 infecções e 670 mortes) e Rondônia (67.973 casos e 1.398 óbitos).


A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 29 mortes, 993 novos casos de coronavírus (taxa de crescimento de +0,3%) e 1.015 curados (+0,3%). Dos 325.957 casos confirmados desde o início da pandemia, 312.069 já são considerados curados e 6.760 encontram-se ativos. Ja o número total de óbitos por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.128, representando uma letalidade de 2,19%. Os dados foram divulgados às 17h32 deste domingo (11) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (27,19%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (7.170,85), Almadina (6.551,98), Itabuna (6.240,88, Madre de Deus (6.210,59), Apuarema (5.648,02).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 657.777 casos descartados e 78.750 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (11).  Na Bahia, 27.063 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.


Belo Horizonte registrou, nesta sexta-feira (9), a primeira morte de um pré-adolescente vítima da COVID-19. Trata-se de um paciente entre 10 e 14 anos, informa a prefeitura em boletim epidemiológico e assistencial. Até o balanço desta sexta, todas as vítimas da doença em BH eram maiores que 20 anos. Entre elas, 1.107 (82,6%) idosos, 200 (14,8%) tinham entre 40 e 59 e 33 (2,5%) entre 20 e 39 anos.

Portanto, a capital mineira chegou nesta sexta a 1.341 mortes por COVID-19. Com isso, a capital computou 10 óbitos pela doença nas últimas 24 horas. Dessa maneira, a semana é fechada com salto de 10 ou mais mortes pela virose em todos os cinco boletins divulgados pela prefeitura. Foram 64 óbitos registrados nesse intervalo de tempo: 11 na segunda; 12 na terça; 21 na quarta e 10 em cada um dos dois últimos levantamentos. Quanto ao número de casos, a cidade chegou a 44.354 – diferença de 227 diagnósticos para o levantamento anterior. A cidade tem, além dos mais 1,3 mil mortos, 2.357 casos em acompanhamento e 40.656 recuperados.

No levantamento por regionais, a Oeste é aquela com o maior número de mortes: 168, uma a mais que a Noroeste. Na sequência, aparecem Nordeste (165), Venda Nova (157), Leste (153), Barreiro (149), Norte (136), Centro-Sul (122) e Pampulha (124).

Quanto à raça/cor, 49,4% das pessoas diagnosticadas com casos graves eram pardas, 27,3% brancas, 9,3% pretas, 0,8% amarelas e 0,1% indígenas. De acordo com a PBH, 13,2% não tem raça/cor especificada ainda.

Além disso, 97,5% das mortes são de pessoas com fator de risco, segundo a prefeitura. Apenas 34 mortes sem comorbidades: 29 homens e cinco mulheres. A idade, cardiopatia, diabetes, pneumopatia, obesidade, nefropatia e doenças neurológicas são as comorbidades mais comuns.

Indicadores


A Bahia registrou 26 mortes e 1.412 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) nas últimas 24h, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) no final da tarde desta sexta-feira (9). No mesmo período, 1.455 pessoas foram consideradas curadas (+0,5%). Dos 323.210 casos confirmados desde o início da pandemia, 309.324 já são considerados curados e 6.811 encontram-se ativos.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (27,34%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (7.040,23), Almadina (6.551,98), Itabuna (6.207,59), Madre de Deus (6.205,85), São José da Vitória (5.568,32).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 649.926 casos descartados e 80.673 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (9).

Na Bahia, 26.874 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

Óbitos
O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 26 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da covid-19.  Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.


Foto/Blog Itiruçu Online

Não parece que ainda existe pandemia, mas não acabou. É preciso manter os cuidados orientados desde o início. Nesta segunda-feira (05), o município de Itiruçu registrou mais 05 novos casos ativos  do novo coronavírus e chegou 81 casos positivos no geral, com até agora 03 mortes confirmadas. Segundo os dados, 71 pessoas já estão recuperadas da doença. 01 casos já foi diagnosticado recuperado, por isso o titulo de apenas 05, considerando ativos.

Apesar dos dados, não há mais a mesma preocupação da sociedade e as orientações que antes eram feitas semanalmente, por conta do período eleitoral, não acontece com a mesma interatividade com o público, o que conota tranquilidade maior.

O caso de número 76° é uma mulher 33 anos, contactante de caso positivo, apresentou sintomas leves. O 77° trata-se de uma criança de 01 ano, contactante de caso positivo, assintomático. Já o 78° é uma mulher 57 anos, contactante de caso positivo, apresentou sintomas leves.  O caso de número 79° é uma mulher 32 anos, contactante de caso positivo e apresentou sintomas leves.  O 80° é uma mulher 21 anos, contactante de caso positivo.

O caso de número 81° trata-se de uma mulher de 51 anos, que realizou Teste Rápido para Covid 19, com resultado positivo IgG, que são anticorpos de uma infecção tardia, ou seja, demonstra que a mesma já teve contato com o vírus há mais de 21 dias.

Confira dados das cidade do Vale Jiquiriçá:


O Brasil chegou a 4,9 milhões de casos acumulados de infecção pelo novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram 26.310 novos registros confirmados de covid-19, totalizando 4.906.833. Até ontem, o número de casos da pandemia estava em 4.880.523.

Desse total, ainda há 512.272 casos em acompanhamento e outras 4.248.574 de pessoas já se recuperaram da doença. Os dados são do boletim do Ministério da Saúde, divulgado no início da noite de hoje (3). O órgão consolida diariamente as informações enviadas pelas secretarias estaduais de saúde de todo o país.

De acordo com o balanço, o total de mortes em razão da pandemia é de 145.987. Nas últimas 24 horas, as secretarias de saúde acrescentaram às estatísticas 599 novos óbitos. Outros 2.412 mortes estão em investigação.

Covid-19 nos estados

O estado de São Paulo atingiu um milhão de infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. Ao todo, o estado acumula 1.003.429 de casos confirmados de covid-19. Desses, 865.135 pessoas estão recuperadas.

De acordo com o boletim do Ministério da Saúde, o total de mortes em São Paulo chegou a 36.136. O Rio de Janeiro vem em segundo lugar na estatística com 18.749 óbitos, seguido de Ceará (9.050), Pernambuco (8.318) e Minas Gerais (7.569). As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (661), Acre (667), Amapá (715), Tocantins (966) e Mato Grosso do Sul (1.335).


Acostumados a viver em sociedade e conviver com o outro há muito tempo, as pessoas se depararam com um novo cenário em tempos de pandemia: o viver em isolamento social. Foi o tema do Programa Papo Online com Tiago Santos em entrevista com a psicóloga Yallina Fontoura: como manter a saúde mental em tempos de pandemia?

Você pode acompanhar a integra da entrevista no vídeo acima. Mas, não esqueça de se inscrever no canal e ativar o sininho das notificações.


O Governo do Estado está destinando 230 mil máscaras reutilizáveis de tecido para agricultores e pequenos produtores, para ampliar a prevenção contra o Coronavírus. As máscaras foram entregues nesta quinta-feira (1º) pela Secretaria do Planejamento (Seplan) às secretarias da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) e de Desenvolvimento Rural (SDR), que farão a distribuição.
As máscaras foram adquiridas junto a 603 associações, cooperativas e empresas habilitadas para a produção de mais de 12 milhões de unidades, gerando oportunidade de trabalho em toda a Bahia, em uma ação realizada em parceria entre a Seplan, SDR e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

“A pandemia do coronavírus continua em todo o mundo e o envio dessas máscaras vai proporcionar mais segurança para as pessoas que trabalham no campo, fortalecendo nossa economia, gerando renda e abastecendo as feiras e mercados com alimentos de qualidade. Vale destacar que a produção de máscaras também gera renda para milhares de pessoas em toda a Bahia”, disse o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

“Em todo o período da Covid-19, as diversas secretarias de Estado da Bahia vêm realizando, de forma colaborativa, iniciativas que protejam nossa população e amenizem, em diversos setores, o impacto da pandemia. O trabalho no campo não parou na pandemia e os números positivos do agronegócio na Bahia mostram a força do setor e sua importância para a retomada econômica no estado. Iniciativas como essa valorizam e reconhecem esse intenso e importante trabalho de quem produz riquezas para o Brasil, através de seus contínuos esforços nos sítios e fazendas”, ressaltou o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia, Lucas Costa.

Foto: Ascom/Seplan


O boletim diário do Ministério da Saúde, divulgado nesta quarta-feira (30), revela que o Brasil tem 4.810.935 casos confirmados acumulados do novo coronavírus.Nas últimas horas, foram 33.413 novos casos confirmados de covid-19.

O país voltou a registrar mais de mil óbitos por dia, decorrentes da covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 1.031 mortes por covid-19. O total chega a 143.952.  O último registro acima de mil mortes ocorreu em 15 de setembro.

Registro diário de mortes provocadas por covid-19 no Brasil


Itiruçu agora soma 70 casos, sendo apenas 03 ativos. Foto/Blog Itiruçu Online.

Os dados do Boletim Diário da Covid-19 do município de Itiruçu desta segunda-feira (28), divulgou mais três casos positivos depois de ter anunciado, no domingo, dia 27, o número zerado de casos. Isso nos casos que o município consegue identificar, já que não há testagem em massa da população.

De acordo com os dados, o 70° caso positivo para Covid-19 é um homem 40 anos, que apresentou sintomas leves. Realizou RT PCR para Covid 19, com resultado detectável.  O 71° caso positivo trata-se de uma mulher de 38 anos, que apresentou sintomas leves. Realizou RT PCR para Covid 19, com resultado detectável.  Já o 72° caso é uma jovem de 19 anos, que apresentou sintomas leves. Realizou RT PCR com resultado detectável. Ambos estão estáveis em recuperando em casa, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde