Câmara de vereadores é pressionada e ainda aguarda copia do projeto do PAC 2 chegar à casa legislativa

A câmara de vereadores está sendo pressionada e tendo de forma proposital, a comunidade sendo lançada contra os vereadores por atos de politicagens partidárias, onde funcionários da prefeitura estão indo a bairros citados como referência para calçamentos no projeto que a prefeitura solicita liberação de mais de três milhões de reais. O curioso é que tanto foi falado pelo prefeito em sua rádio, no programa que divulga ações de sua administração, que os edis teriam que votar em urgente-urgentíssima para que o município não venha a perder o prazo da analise na caixa econômica e que em mais de 30 kg de papeis estão relatados os dados do referido projeto. Porem até o momento o mesmo (projeto original com todos os dados) ainda não foi encaminhado para as comissões da câmara de vereadores para ser analisados, tendo as comissões apenas o pedido da autorização encaminhado e apreciado em plenário na ultima sessão da casa, que é apenas quatro folhas que não explica detalhes do empréstimo, onde foi encaminhada para uma analise mais cuidadosa e responsável pelos vereadores, que espera o projeto verdadeiro. Informações cedidas à população quanto ao parcelamento, foram equivocadas, uma vez que, as somas dos juros com os demais encargos que o projeto exige, as parcela do empréstimo chegará a mais de 50 mil reais ao mês consignado junto à receita do município e, também resta saber se o município irá ter a contrapartida para receber os valores que é de 10% do montante pleiteado, que soma pouco mais de 300 mil reais, segundo dados do programa PAC2.



Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas