“Cada macaco no seu galho”, diz Rui sobre TCU

ruimacaconoganho

As obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) serão a pauta de uma reunião do governador Rui Costa com técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU), nesta quarta-feira (28), em Brasília. O gestor estadual vai à sede do Tribunal acompanhado pelos senadores baianos Walter Pinheiro (PT), Lídice da Matta (PSB) e Otto Alencar (PSD), com a intenção de discutir o que ele define como “tecnocracia” em torno da execução do sistema ferroviário. O Tribunal recomendou que a Fiol não seja construída.

Para Rui Costa, a decisão de construir ou não uma obra é de competência da presidência da República, dos governadores e de prefeitos. “Cada macaco no seu galho. Cabe ao TCU fiscalizar a execução da obra dentro do marco legal vigente e não determinar que a obra seja paralisada”, argumentou ele, na tarde desta terça-feira (27), na Governadoria.

De acordo com o chefe do Executivo baiano, que visitará ainda o Ministério da Saúde, o Tribunal teve entendimento “errôneo”. “Tem que avaliar a legalidade dos atos e o cumprimento das normas. Não cabe ultrapassar os limites do Tribunal e fazer juízo de valor sobre a necessidade da obra”.

“A infraestrutura é indutor de desenvolvimento. Levam indústrias, emprego e renda para regiões que não têm. Seja uma linha de abastecimento de água, não cabe ao TCU. É descabida e despropositada a avaliação de alguns técnicos que recomendaram a redução do tamanho da Fiol”, disse Rui, que ainda visitará a Comissão de Finanças e Controle do Senado. *Bocão News.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas