Prefeita visitou área onde será construída escola na Terrabras. Foto/Divulgação.

Jaguaquara ganhou com a construção do maior polo do IFBA no nordeste e caminha para mais três grandes obras na educação.  A construção do IFBA já conta com estruturas formadas por salas de aula e seis laboratórios, além disso, o campus de Jaguaquara também terá ginásio poliesportivo e piscina, tendo o maior investimento em relação a outras cidades.

Três novas escolas

Desta vez o Distrito Stela Câmara Dubois – Entroncamento- vai receber duas grandes obras: a construção de duas escolas; a Escola  Terrabrás e a Irmã Dulce. Já a Eraldo Tinoco será  na sede.

A prefeita Edione Agostinone (PP), acompanhada da Secretária de Educação e do Controlador do Município no Distrito, foram recebidos pela Diretora da Escola Terrabraz, para uma visita de avaliação da área para construção da obra.  De acordo com a assessoria do município, com o projeto aprovado, as obras já se iniciam.  “O trabalho não vai parar. Três novas escolas serão construídas no município. Por uma educação de qualidade. Pra Jaguaquara seguir avançando.”, comemora Edione.


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, assinou nesta sexta-feira (26) um novo decreto para determinar lockdown total na cidade, 24 horas por dia, por causa da elevada taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) na capital do país, em decorrência da covid-19. O texto foi publicado no início desta noite em nova edição extra do Diário Oficial do DF.

O lockdown passará a vigorar a partir da 0h01 deste domingo (28). Mais cedo, uma edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal já trazia um decreto do governador determinando o fechamento das atividades não essenciais no DF de 20h às 5h, com início apenas na segunda-feira, dia 1º de março. A medida havia sido anunciada pelo próprio Ibaneis, em publicação nas redes sociais na noite de ontem (25). Porém, com o agravamento da pandemia na região e o risco de colapso no sistema de saúde, ele decidiu ampliar as restrições.

Pelo decreto, eventos de qualquer natureza, que exijam licença do poder público, estão proibidos. Também ficam suspensas as atividades coletivas de cinema e teatro; atividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, tanto da rede pública quanto privada; funcionamento academias de esporte de todas as modalidades; funcionamento de museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos e urbanos; boates e casas noturnas; atendimento ao público em shoppings centers (com exceção de delivery e laboratórios), feiras populares e clubes recreativos; estabelecimentos comerciais, de qualquer natureza, inclusive bares e restaurantes; salões de beleza, barbearias e centros estéticos; quiosques, foodtrucks e trailers de venda de refeições; oficinas mecânicas; comércio ambulante em geral; e construção civil.


Foto/Blog Itiruçu Online.

A partir das 17h de sexta-feira (26) até as 5h da segunda-feira (1º), ficam suspensas todas as atividades que não estejam relacionadas à saúde pública, alimentação e segurança em toda a Bahia. A medida terá início gradual às 17h de sexta, com o fechamento do comércio de rua. Às 18h, bares e restaurantes com atendimento presencial devem fechar e, às 19h, os shoppings, galerias e demais centros comerciais. Essa diferença de horário serve para escalonar o uso do transporte público e evitar aglomerações nos veículos. Os estabelecimentos deverão encerrar suas atividades com até 30 minutos de antecedência, de modo a garantir o deslocamento de seus funcionários às suas residências.
Serviços de alimentação por delivery poderão funcionar até meia-noite. Mercados e padarias poderão funcionar até as 20h. As feiras livres também poderão funcionar, desde que em local aberto e com distanciamento entre as barracas. Já a venda de bebidas alcoólicas está proibida em qualquer estabelecimento comercial, inclusive supermercados e delivery, a partir das 18h de sexta-feira.
Está restrita também a circulação noturna de pessoas na rua em todo o estado, das 20h às 5h, de sexta-feira (26) a segunda (1º). A exceção é para deslocamentos por motivos de saúde ou que fique comprovada a urgência.
As medidas, que têm como objetivo conter o acelerado avanço da pandemia de Covid-19, foram anunciadas nesta quinta-feira (25) pelo governador Rui Costa em coletiva de imprensa virtual com o prefeito da capital baiana, Bruno Reis, e o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro. As novas determinações serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (26).


O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, está se recuperando da inflamação dos pulmões que adquiriu após contrair a Covid-19. É o que informa o boletim médico divulgado em suas redes sociais nesta sexta-feira, 26.

Por meio de vídeo, o médico que cuida do caso relatou que Vilas-Boas está “bem, consciente, sem febre, sem falta de ar,  usando oxigênio em baixo fluxo e com todos os sinais de inflamação controlados.”

No entanto, ele ainda segue internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Aliança, em Salvador, onde permanece com a fisioterapia respiratória.

O secretário ainda não tem previsão de alta. “Ele está no final da segunda fase da doença, que é aquela fase mais inflamada, e tudo leva a crer que, em breve, já teremos essa previsão”, informou o médico


Foi prorrogado pelo governo do estado o decreto que suspende as aulas presenciais nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia, até 14 de março de 2021. O decreto nº 19.586 venceria no próximo domingo, 28. A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado, 27.

O decreto também suspende as atividades de recadastramento de servidores inativos e pensionistas que fazem aniversário nos meses de janeiro, fevereiro e março. A suspensão do recadastramento tem como principal objetivo preservar idosos e pessoas em grupos de risco, mais vulneráveis ao novo coronavírus, evitando o deslocamento a uma unidade da Rede SAC para validar seus dados cadastrais junto à Previdência Estadual.



O Morumbi terminou com festa em dobro nesta quinta-feira, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo venceu por 2 a 1, garantiu sua vaga na fase de grupos da Libertadores, mas a comemoração no gramado ficou por conta do Flamengo, campeão brasileiro de 2020, repetindo a conquista de 2019, mas desta vez com muito mais sufoco. Os jogadores do clube carioca acompanharam por telefones celulares os minutos finais do empate entre Internacional e Corinthians em 0 a 0 em Porto Alegre e explodiram ao serem informados do fim do jogo.

Campeões em sequência

Com as conquistas de 2019 e 2020, o Flamengo atual igualou o feito do Flamengo dos anos 80, campeão em 1982 e 1983, quando contou o atacante Nunes em seu elenco. O ex-jogador foi o responsável por entregar a taça de campeão nesta quinta-feira.

Na era dos pontos corridos, desde 2003, apenas São Paulo (2006, 2007 e 2008) e Cruzeiro (2013 e 2014) haviam sido campeões em anos seguidos.

O começo do drama


O prefeito Bruno Reis e o governador Rui Costa anunciaram nesta quinta-feira (25) um ‘lockdown’ na Bahia com fechamentos começando de maneira escalonada a partir das 17h da sexta-feira (26) e se encerrando às 5h da segunda (1º)  por conta do crescimento dos casos de covid-19. Nesse período, só poderão funcionar atividades consideras essenciais (veja mais abaixo). Quem descumprir o decreto poderá ser conduzido à delegacia por crime contra a saúde pública. “É o pior momento da pandemia”, disse Rui.

17h – Comércios de rua
18h – Bares e restaurantes
20h – Shoppings e centros comerciais

Quase um ano depois que o primeiro caso de covid-19 foi confirmado na Bahia, o estado passa por mais um momento difícil na pandemia, com o sistema de saúde muito pressionado, conforme destacaram os dois políticos.

“Apesar de todas as ampliações de leitos que fizemos e continuaremos a fazer, cresce o número de pacientes internados. Então nós, conjuntamente, resolvemos fechar as atividades não essenciais”, disse o governador. “Essa diferença de horários é para escalonar o transporte, não sair todo mundo na mesma hora. Resolvemos fracionar. 17h comércio de rua, 18h bares e restaurantes e 20h shoppings. Com isso dilatamos um pouco prazo do primeiro fechamento até o último fechamento”, acrescentou.

Ele explicou o que é considerado atividade essencial “Toda e qualquer atividade que não esteja relacionada à saúde pública ou alimentação das pessoas. Todas as outras estarão inclusas nesse fechamento. Sábado e domingo todos os horários”; disse. “Isso valerá para todas aglomerações, mesmo em comunidades, eventuais encontros de qualquer natureza não serão permitidos. O objetivo que queremos alcançar é o distanciamento social”.


A Secretaria Estadual de Comunicação retificou, na manhã desta quinta-feira, uma informação do órgão a respeito da proibição da realização de jogos no estado, que passaria a valer após a partida entre Bahia e Santos, marcada para esta quinta. Diferente do que foi divulgado, os jogos não serão suspensos. De acordo com a Secretaria, “ajustes futuros poderão ser feitos e serão amplamente divulgados caso sejam consolidados”. Atualmente, na Bahia, vigora o toque de recolher das 20h às 5h. Com isso, as partidas da Copa do Nordeste e do Campeonato Baiano estão mantidas.

Veja a nota divulgada pela Secom

Diferentemente do que foi informado pela Secretaria Estadual de Comunicação na noite de quarta-feira (24), a Secom esclarece nesta quinta (24) que os jogos de futebol dos campeonatos Baiano e Copa do Nordeste não serão suspensos.

Ajustes futuros poderão ser feitos e serão amplamente divulgados caso sejam consolidados. O tema poderá envolver discussão com outros estados da região.

Números da Covid-19 no estado

A Bahia registrou 4.398 casos de Covid-19 nas últimas 24h, de acordo com boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), divulgado nesta quarta-feira. Pelo sexto dia seguido, a Bahia registrou o maior número de pacientes internados em UTIs. De acordo com o boletim, são 930 pacientes adultos e pediátricos internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no estado. O boletim ainda contabiliza 68 mortes, ocorridas em diversas datas. No total, 11.388 pessoas perderam a vida em decorrência da doença, o que representa letalidade de 1,71%. Fonte Secom.


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu nesta terça-feira, 23, inscrições para 181.898 vagas para recenseador do Censo Demográfico 2021. Os empregos são temporários, inicialmente por três meses, e têm remuneração atrelada à produtividade, ou seja, ao número de domicílios visitados e de pessoas recenseadas. O trabalho do recenseador envolve a visita a domicílios e a aplicação do questionário do Censo aos moradores desses locais e exige o ensino fundamental completo.

As vagas são para 5.300 municípios e o local de trabalho deverá ser escolhido no momento da inscrição, que deve ser feita até 19 de março pela internet. O valor da taxa de inscrição é de R$ 25,77.

A seleção será feita através de prova a ser realizada no dia 25 de abril. No site do Censo é possível obter informações sobre o processo seletivo e também será possível simular o salário de recenseador.

Agente censitário

Também estão abertas inscrições, até 15 de março, para os processos de seleção de agentes censitários supervisor (16.959 vagas) e municipal (5.450). Os agentes supervisionam o trabalho dos recenseadores e devem ter o ensino médio completo.

Os agentes censitários municipais terão a remuneração de R$ 2.100. Já os supervisores ganharão R$ 1.700. Ambos empregos são temporários, com duração inicial de cinco meses e carga horária semanal de 40 horas.

A inscrição também é feita pela internet e custará R$ 39,49. A prova para esses cargos será aplicada no dia 18 de abril, o que permite que o candidato concorra tanto para recenseador quanto para agente censitário.

O Censo é realizado a cada dez anos e estava previsto para o ano passado, mas acabou sendo adiado para este ano devido à pandemia de covid-19.

A pesquisa pretende visitar os mais de 70 milhões de endereços do país, com o objetivo de conhecer informações como as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo.