A Largo Resources | Vanádio de Maracás acaba de ganhar mais um reconhecimento pela qualidade de sua atuação no mercado brasileiro. A companhia teve um projeto indicado ao 23º Prêmio de Excelência da Indústria Minero Metalúrgica, organizado pela Revista Minérios & Minerales, um dos veículos de comunicação mais relevantes dos setores de mineração, metalurgia e siderurgia no Brasil.

A premiação destaca o “Estudo geometalúrgico da influência do material pegmatítico no blend de minério produzido no Alvo Gulçari A da Vanádio de Maracás”. O trabalho registra o resultado de uma pesquisa que buscou uma nova solução para otimizar o processo de separação do material magnético do material estéril. As equipes envolvidas identificaram aumento da qualidade e da produtividade, além de redução do uso de reagentes químicos. Ainda em fase experimental, a inovação deve ser colocada em prática a partir do ano que vem.

O estudo foi apresentado por Leonardo Rangel, coordenador de geologia da mineradora. “O principal ganho para a empresa é estar entre as melhores do Brasil. E, para os funcionários, essa visibilidade também funciona como um motivador”, diz Rangel, que contou com o apoio de uma equipe de mais cinco pessoas, entre estagiários, auxiliares e geólogos: Rosa Oliveira, Antônio  Santos, Charles Silva, Samile Regis e Fábio Damasceno.

Os projetos indicados serão apresentados em uma cerimônia de premiação durante o XII Workshop OPEX – Redução de Custos, Aumento de Produtividade e Otimização de Processos Na Mina e na Planta, nos dias 01 e 02 de setembro, em Minas Gerais. Além de contar com um júri independente composto por especialistas no setor da indústria mineral, o evento deve reunir equipes técnicas e gerenciais das 200 maiores minas brasileiras, que farão um intercâmbio de suas experiências de sucesso.


Após mais de dois meses sem reajuste, o preço do diesel nas refinarias da Petrobras subirá 3,7% a partir desta terça (6). A estatal anunciou ainda aumento de 6,3% no preço da gasolina. Os reajustes acompanham a alta das cotações internacionais do petróleo. Segundo a estatal, o litro do óleo diesel será vendido por suas refinarias a um preço médio de R$ 2,81, alta de R$ 0,10. Já a gasolina sairá, em média, por R$ 2,69, R$ 0,16 a mais do que o valor vigente até esta segunda (5).

O anúncio ocorre em um momento de questionamentos no mercado sobre a política de preços da estatal, que começou a observar prazos mais longos antes de decidir por mudanças. Na sexta (2), a Ativa Investimentos publicou relatório apontando defasagem de 20% no preço da gasolina.

“Pelo que estamos acompanhando, tal reajuste não deverá ser dado pela Petrobras tão em breve, uma vez que a companhia tem esperado intervalos maiores para reajustar os preços”, escreveu o economista-chefe da Ativa, Étore Sanchez.

Nesta segunda, pouco antes do anúncio da Petrobras, a Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis) havia calculado as defasagens em 12% na gasolina e 7% no diesel. A entidade lembrou que a última mudança no preço do diesel ocorreu há 66 dias.

Nesse meio tempo, as cotações internacionais do petróleo dispararam, levando o Brent, referência internacional negociada em Londres, a superar a barreira dos US$ 75 por barril pela primeira vez desde 2018. Na sexta, a cotação estava em US$ 76,17.

“Se não houver o reajuste, será uma sinalização muito ruim para o mercado”, disse antes do anúncio o presidente da entidade, Sérgio Araújo. Após o reajuste, diz a Abicom, as defasagens cairão para 7% na gasolina e 3% no diesel.

O últímo reajuste anunciado pela empresa foi uma redução de 2% no preço da gasolina, no dia 11 de junho, quando as cotações internacionais já vinham em alta. Na ocasião, a companhia anunciou também aumento de 6% no preço do gás de cozinha.

Um dia antes, a Folha publicou levantamento feito pelo Ineep (Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) que já indicava que a estatal vem evitando repasses imediatos das volatilidades externas após a mudança no comando da companhia.


A Polícia Militar encerrou uma festa com cerca de 300 pessoas, no último domingo, 03, em Barra do Choça, no Sudoeste baiano. Segundo a PM, os agentes chegaram ao local após denúncia anônima.

Além da PM, agentes da Vigilância Sanitária participaram da ação. O responsável pela festa – que está proibida como medida para conter a disseminação da Covid-19 – foi notificado.


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. Em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira, 5, Bolsonaro disse que não entende a posição do ministro contra o voto impresso auditável, uma de suas bandeiras.

“Não sei o que tem na cabeça dele, ou se ele é refém de alguém para estar nessa campanha, interferindo dentro do parlamento, se reunindo com lideranças e falando seus argumentos contra o voto auditável”, disse Bolsonaro, que completou afirmando que Barroso terá de “inventar uma forma de tornar transparentes as apurações. Senão ele vai ter problemas”.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/2019 tramita na Cãmara dos Deputados e é de autoria da deputada Bia Kicis (PSL-DF), apoiadora do presidente Bolsonaro. A proposta que teve parecer favorável do relator Filipe Barros (PSL-PR), no entanto, deve encontrar dificuldades para ser aprovada.

Na última semana, líderes de onze partidos, entre eles, siglas do chamado Centrão se reuniram e decidiram votar contra a aprovação da PEC, mantendo o atual sistema de votação pela urna eletrônica.

Participaram do encontro ACM Neto (DEM), Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB), Ciro Nogueira (PP), Gilberto Kassab (PSD), Luciano Bivar (PSL), Luis Tibé (Avante), Marcos Pereira (Republicanos), Paulo Pereira da Silva (Solidariedade), Roberto Freire (Cidadania) e Valdemar Costa Neto (PL). Os partidos representam ao todo 326 deputados, o equivalente a 63,5% das cadeiras na Câmara. De acordo com o Congresso em Foco, os líderes dos partidos defendem a confiabilidade do sistema eleitoral e que “mudar as regras do jogo” poderia gerar incertezas no processo.

O ministro Luís Roberto Barroso defende a manutenção do modelo atual. Em entrevistas ele afirmou que a PEC é um “retrocesso” e que “traria risco às eleições”.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) segue combatendo o narcotráfico e mais uma grande apreensão foi registrada na tarde da sexta-feira (02), em Jaguaquara. Desta vez foram retirados de circulação 225 Kg de cloridrato de cocaína. Um homem foi preso.
Equipe realizava fiscalização de combate a criminalidade, quando abordou um Hyundai HR/HDBo na altura do quilômetro 632 da BR 116.
Durante a fiscalização o condutor apresentou respostas vagas aos questionamentos realizados pelos policiais, quando então decidiram fazer uma busca minuciosa na caminhonete. Na vistoria, os PRFs perceberam indícios de alteração na estrutura da carroceria do veículo, quando encontraram 212 tabletes de cloridrato de cocaína, pesando aproximadamente 225 quilos da droga.
Ao ser questionado, o homem de 34 anos informou que iria visitar parentes no interior da Bahia. Ele não quis dar maiores informações sobre a origem e o destino da droga.
A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil. O motorista foi preso e responderá pelo crime de tráfico de drogas, conforme dispõe o art. 33 da Lei 11.343/2006 que tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.
Com a apreensão, a PRF causa um prejuízo ao narcotráfico de quase 34 milhões de reais. Desde o início do ano, a PRF, na Bahia já aprendeu mais de 5 toneladas de drogas

Começa hoje (5) o prazo de adesão das instituições de educação superior públicas ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em sua segunda edição de 2021. O edital com cronograma e procedimentos, que valem tanto para federais como estaduais ou municipais, foi publicado no Diário Oficial da União pelo Ministério da Educação. As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de julho.

A adesão das instituições de educação superior públicas ao Sisu à segunda edição de 2021 do processo seletivo deve ser feita por meio de assinatura eletrônica. A portaria estabelece que “todos os procedimentos operacionais referentes ao Sisu serão efetuados exclusivamente por meio do sistema. O acesso ao Sisu é feito por meio do cadastro no login único do governo federal.

O Sisu é o programa do Ministério da Educação para acesso de brasileiros a cursos de graduação em universidades públicas do país. As vagas são abertas semestralmente, por meio de um sistema informatizado.

Candidatos
A seleção dos candidatos às vagas disponibilizadas por meio do Sisu será efetuada com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2020. O processo seletivo do Sisu para o segundo semestre de 2021 está previsto para ocorrer em agosto.


Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou portaria, no Diário Oficial da União de hoje (5), prevendo a possibilidade de seus beneficiários com dificuldades de locomoção solicitarem a realização de prova de vida em casa, mediante visita de representante do instituto. Idosos acima de 80 anos também poderão solicitar o serviço por meio de um requerimento.

De acordo com a Portaria 1.321, a visita favorecerá beneficiários “sem procurador ou representante legal cadastrado”. O requerimento que possibilita a comprovação de vida “por meio de pesquisa externa”, pode ser feito por terceiros, por meio da Central 135; pelo aplicativo MEU INSS; ou por meio de outros canais a serem disponibilizados pelo INSS, “sem a necessidade de cadastramento de procuração para esse fim específico ou do comparecimento do beneficiário ou interessado a uma Agência da Previdência Social – APS”.

A portaria esclarece que um atestado médico ou declaração emitida pelo profissional competente deverá ser apresentado, nos mesmos moldes dos documentos exigidos para inclusão de procuração para fins de recebimento de benefício”.

Nos casos de requerimento feito por meio do Meu INSS, é obrigatório que seja anexada a comprovação documental da dificuldade de locomoção, “sendo dispensada a apresentação de documentação original na solicitação”.

Nos casos em que o requerimento é feito pela Central 135, a própria central fará o cadastramento da tarefa. Também agendará o cumprimento de exigência para apresentação da documentação comprobatória, “de forma que o requerente seja cientificado de imediato da data para comparecimento ou da possibilidade de anexação pelo Meu INSS”.

Beneficiários com dificuldade de locomoção deverão selecionar o serviço “Solicitar Prova de Vida – Dificuldade de locomoção”, do tipo tarefa, modalidade atendimento a distância, código 4972, sigla PVIDADIFLO, cujo cumprimento deve ser feito de forma emergencial e prioritária.

Acima de 80 anos

Beneficiários com idade acima de 80 anos podem solicitar o atendimento por meio da tarefa “Solicitar Prova de Vida – Maior de 80 anos” – código 4952, sigla PVIDAIDOSO, cujo cumprimento deve ser realizado de forma emergencial e prioritária.

“A tarefa ‘Solicitar Prova de Vida – Maior de 80 anos’ criará automaticamente a subtarefa ‘Pesquisa Externa – Prova de Vida’ – código 4953, sigla PEXPROVIDA, que também deve ser cumprida de forma emergencial e prioritária”, informa a portaria.

De acordo com o INSS, a rotina de bloqueio de créditos, suspensão e cessação de benefícios por falta de comprovação de vida não abrangerá os benefícios cujo procedimento esteja pendente de pesquisa externa a cargo do INSS, requerida até o processamento da folha de pagamento referente à competência de aplicação da rotina.

A portaria prorroga por mais duas competências (julho e agosto) a rotina de suspensão de benefícios por impossibilidade da execução do Programa de Reabilitação Profissional.


Uma pessoa acusada de envolvimento com o tráfico de drogas morreu em uma intervenção da Polícia Militar de Jequié, na noite deste sábado, 03 de julho, no Residencial Beira Rio, bairro Curral Novo.

Segundo a polícia, a guarnição do SOINT juntamente com o grupamento de motocicletas abutres foi recebida a tiros e acabou alvejando um individuo que conseguiu fugir do local e minutos depois deu entrada na UPA 24h, onde foi a óbito em decorrência dos ferimentos.

Ele foi identificado como Ricardo Anunciação Santos, vulgo “Bolinho”, 22 anos, natural de Candeias-BA. No local foi apreendido revolver cal. 38, uma balança de precisão e certa quantidade de drogas que foi entregue na delegacia.

Baleada

Neste domingo (04), uma mulher foi baleada às 16h37, na Rua Perminio Amorin, bairro Joaquim Romão por um homem que estava no interior de um veículo Ônix de cor branca. A mulher foi socorrida para o Hospital, e o autor do disparo localizado pela polícia no ponto de apoio com uma arma de fogo. Ele foi detido e apresentado na delegacia


Durante o ato solene em comemoração à Independência da Bahia, na manhã desta sexta-feira, 2, o governador Rui Costa (PT) reverenciou os valores de luta do povo baiano e agradeceu aos prefeitos e prefeitas baianos pelo empenho para conter o avanço da Covid-19 no estado. O ato simbólico, no Largo da Lapinha, em Salvador, celebrou os 198 anos de luta dos baianos, mas, pelo segundo ano consecutivo, as comemorações aconteceram sem o tradicional cortejo.

“Quero fazer um agradecimento especial a todos os prefeitos e prefeitas da Bahia por toda a dedicação ao longo desse um ano e meio. Essa dedicação e diálogo garantiu que a Bahia estivesse com uma das menores taxas do país em mortalidade. E conseguimos minizar o efeito dramático desse vírus”, agradeceu o líder baiano.

De acordo com Rui, a expectativa é acelerar a vacinação na Bahia com a possível chegada de 10 milhões de doses da Sptunik V, o que vai garantir a vacinação de 100% da população baiana. “Fica aqui a esperança nesse 2 de Jullho para que a gente possa voltar com as atividades. Estamos conversando com os prefeitos e, se os números continuarem caindo, ao longo da próxima semana iremos anunciar novas medidas de flexibilização e, quem sabe, o retorno das aulas, porque estamos ansiosos para retomar e recuperar o tempo perdido na educação”, afirmou.

A cerimônia de hasteamento das bandeiras contou com a presença ainda do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Adolfo Menezes (PSD); e do o presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), Eduardo Morais de Castro. Este ano, os profissionais de saúde que atuam no combate à Covid-19 foram os homenageados. Durante a cerimônia, os caboclos ficaram posicionados do lado de fora, vestidos pelo artista plástico João Marcelo de “Verde Esperança”. Ao final do ato solene, foram recolhidos.

Na sequência, a Pira do Fogo Simbólico foi acesa por dois profissionais de saúde, em um gesto que representa a luta do povo da Bahia na batalha contra a pandemia. Sob o tema “A Chama da Esperança”, as comemorações pelo Dois de Julho começaram de maneira virtual ontem, 1º, com o projeto #Meu2deJulho. Atarde.


Foto: José Paulo Lacerda

A produção industrial aumentou 1,4% na passagem de abril para maio, após três meses consecutivos de queda. Nesse período, houve perda acumulada de 4,7%. Com o resultado de maio, a indústria atingiu o mesmo patamar de fevereiro de 2020, no cenário de pré-pandemia de covid-19. Apesar do avanço, o setor ainda se encontra 16,7% abaixo do nível recorde registrado em maio de 2011.

O setor acumulou ganho de 13,1% no ano e de 4,9% nos últimos 12 meses. Na comparação com maio do ano passado, a produção industrial cresceu 24%, a segunda taxa mais elevada desde o início da série histórica da pesquisa, em janeiro de 2002. A mais alta foi registrada no mês passado (34,7%). É o nono mês consecutivo de crescimento nesse indicador.

Produtos alimentícios (2,9%), coque, derivados do petróleo e biocombustíveis (3%) e indústrias extrativas (2%) puxaram a alta no mês. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada hoje (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O gerente da pesquisa, André Macedo, afirmou que o resultado positivo de maio não significa uma reversão do saldo negativo acumulado nos meses de fevereiro, março e abril. “Há uma volta ao campo positivo, mas está longe de recuperar essa perda recente que o setor industrial teve. Muito desse comportamento de predominância negativa nos últimos meses tem uma relação direta com o recrudescimento da pandemia, no início de 2021, que trouxe um desarranjo para as cadeias produtivas”, disse, em nota.

O pesquisador destacou que o desabastecimento de matéria-prima e o encarecimento dos custos de produção estão entre as consequências sentidas pelo setor industrial. “Embora o resultado de maio na comparação com abril tenha sido positivo, quando olhamos o início de 2021 face ao recrudescimento da pandemia e todos os seus efeitos, o saldo ainda é negativo, haja vista que, quando pegamos outros indicadores, como o índice de média móvel trimestral, a leitura ainda é descendente”, disse. Em maio, o índice de média móvel trimestral caiu 0,8%.

Segundo o IBGE, o resultado positivo do índice geral em maio foi disseminado por 15 das 26 atividades analisadas pela pesquisa. “Esse número maior de atividades com crescimento está relacionado ao fato de termos, nos meses anteriores, um perfil bastante disseminado de atividades em queda. Isso faz com que haja uma volta natural ao campo de crescimento em função das quedas mais acentuadas nesses meses”, afirmou Macedo.

Outros resultados positivos vieram das atividades de metalurgia (3,2%), de outros produtos químicos (2,9%), de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (8%), de bebidas (2,9%) e de confecção de artigos do vestuário e acessórios (6,2%). Já as atividades que mais impactaram negativamente o índice foram produtos de borracha e de material plástico (-3,8%), máquinas e equipamentos (-1,8%) e produtos têxteis (-6,1%).

Segundo a pesquisa, houve avanço em duas das grandes categorias econômicas: bens de consumo semi e não-duráveis (3,6%) e bens de capital (1,3%). Já os setores produtores de bens de consumo duráveis (-2,4%) e de bens intermediários (-0,6%) recuaram em maio.