O governador Rui Costa foi recebido pelo secretário de Estado do Ministério de Economia e Energia alemão, Thomas Bareis, para tratar de financiamentos a novos projetos de produção de energia limpa na Bahia. Durante o encontro, nesta segunda-feira (18), Rui apresentou o potencial eólico e solar baiano e os planos para o uso desse tipo de energia no suprimento de sistemas de irrigação da agricultura familiar, bem como a possibilidade do aproveitamento de biomassa gerada por esses produtores.
“Precisamos de canais de financiamento mais ágeis e acessíveis, e o governo alemão pode nos ajudar permitindo que os pequenos agricultores baianos tenham acesso a essa tecnologia”, explicou o governador. Na reunião, também foram tratados possíveis financiamentos para instalação de usinas de hidrogênio verde que, de acordo com o secretário alemão, são prioridades dos europeus.
“Diante da importância que a Alemanha dá à energia renovável e às ótimas pré-condições baianas, são concretas as possibilidades de fazermos parcerias de financiamento a esses projetos. A Alemanha tem um grupo de trabalho governamental focado nesse tema e vamos levar essas propostas para construir uma cooperação muito estreita com a Bahia”, afirmou Thomas.
A comitiva baiana também se reuniu com empresas que têm interesse em investir no novo aeroporto de Porto Seguro. Entre elas, o grupo Hirmer, que cuida do aeroporto de Munique, reafirmou o desejo de participar da licitação e inclusive já está desenvolvendo um projeto para isso. “Será um importante aeroporto que vai intensificar o turismo do extremo sul da Bahia. No início do ano que vem, faremos o leilão e licitaremos este grande investimento para o estado”, disse Rui.
Pela manhã, o governador se reuniu com executivos da Siemens Energy, líder do mercado de pesquisa, produção e transmissão de energias renováveis, que já investe na Bahia por meio da Siemens Gamesa. A empresa apresentou projetos de novos tipos de energia, como o hidrogênio verde, e pretende estreitar laços com o estado, que tem capacidade para receber projetos desse novo combustível.
A comitiva ainda foi recebida pelo embaixador do Brasil na Alemanha, Roberto Jaguaribe, que se comprometeu a ajudar a Bahia na consolidação desses investimentos.

A partir desta segunda-feira (18), as atividades letivas na rede estadual de ensino passaram a ser 100% presenciais. Isso significa que não há mais a oferta de atividades online em função do avanço da vacinação contra a Covid-19 e da redução da taxa de contaminação do novo coronavírus. Ainda assim, os protocolos sanitários estão sendo exigidos nas unidades escolares de todo o estado, como o uso obrigatório de máscaras, medição de temperatura, higienização das mãos e distanciamento social. Esta é a terceira etapa do plano de retorno às aulas da Secretaria da Educação do Estado, antecedida pelo ensino totalmente remoto e pelo modelo híbrido.
“Aproveitamos esses outros modelos para experimentar o formato, aprendermos como conviver com a situação e prepararmos toda a infraestrutura da escola com álcool em gel, máscara, farda, ventiladores e capacitação dos servidores, a exemplo da equipe que prepara a alimentação escolar e da recepção. Toda a infraestrutura está pronta para acolher e receber. Se tivermos em alguma situação, algum estudante ou servidor que comprovadamente precise ficar em casa por algum efeito psicológico ou por algum grau de comorbidade, nós daremos a assistência devida a essas pessoas”, explica o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues. As atividades letivas na rede estadual seguem até 29 de dezembro.
Em Salvador, no Centro Estadual de Educação Profissional Formação e Eventos Isaías Alves (Iceia), o primeiro dia do novo modelo 100% presencial foi tranquilo em função do feriado dos comerciários, pois algumas famílias optaram por não enviar o estudante à escola. Na chegada ao colégio, um funcionário mede a temperatura e uma pia com dispenser de sabão e papel toalha dá ao aluno a opção de lavar as mãos ou usar álcool em gel. Tapetes sanitizantes são utilizados para higienizar os sapatos. Nas salas de aulas, as carteiras são mantidas afastadas em pelo menos 1,5 metro. Durante o intervalo, os funcionários ficam atentos para garantir que os protocolos sejam mantidos nas áreas comuns.
“A gente está o tempo todo fiscalizando, informando, orientando em relação às questões sanitárias. Hoje, boa parte dos alunos já está completamente adequada a essas mudanças. No caso de alguns que chegaram posteriormente, a gente tem chamado a atenção e feito advertência”, afirma a vice-diretora do Iceia, Mariângela Barreto. Segundo ela, o período de atividades híbridas foi fundamental para a adaptação da comunidade escolar à nova realidade.
A professora Regina Araújo considera a retomada oportuna. “A gente tem um pouco de receio, claro, porque ainda estamos na pandemia, mas acredito que, para os estudantes, é importante o retorno, principalmente porque eles já têm acesso à primeira dose da vacina. Temos a expectativa de um bom retorno”, destaca.
Estudante do 1º ano do Ensino Médio, Khisna Damodara, 16 anos, comemora a nova fase. “Apesar de ter conseguido me adaptar bem ao ensino remoto, eu não penso só em mim. Eu penso nos alunos que tiveram dificuldades por algum motivo. Estou muito feliz de encontrar meus amigos, mesmo que não muito perto, mas perto”, declara o jovem.

O Bahia é o campeão baiano feminino de 2021. No sábado (16), no jogo de volta da final, o Tricolor goleou o Doce Mel por 4 a 0, em Pituaçu. O destaque foi a atacante Gadu. A camisa nove fez três gols e ainda garantiu a artilharia da competição, com 12 marcados. Dan completou a goleada. O Doce Mel, pela primeira vez finalista, chegou a vencer o jogo de ida por 1 a 0, no Waldomiro Borges. Mas, o time de Jequié comemorou o vice-campeonato inédito. Após a partida, a diretoria da Federação Bahiana de Futebol realizou a cerimônia de premiação no gramado de Pituaçu. As campeãs e vice-campeãs receberam troféus e medalhas e celebraram juntas, em clima amistoso, o sucesso da competição. Giro Ipiaú.


Sede da CIPM. Foto Itiruçu Online

Por volta das 15h30, a guarnição do 1º  Pelotão  da 93ª CIPM, atendeu a uma solicitação de Violência doméstica. Chegando ao local, o indivíduo foi avistado e, dada a voz de abordagem, o mesmo apresentou resistência ativa, agredindo fisicamente a guarnição.  Tendo em vista o comportamento apresentado pelo agressor, bem como a aglomeração de familiares e populares, tentando arrebatar o detido da guarnição. Foi solicitado, então, o apoio da guarnição do PETO.

Ao chegar na localidade para apoio, a guarnição do PETO prestou o devido apoio aos policiais que se encontravam na situação. A progressão no uso da força necessária foi utilizada para conter o indivíduo e populares que atentavam contra a atuação dos militares. Após o uso de instrumentos de menor potencial ofensivo, o acusado foi contido e apresentado, juntamente com um familiar para a adoção das medidas cabíveis.


A União Desportiva Itiruçu segue realizando amistosos visando fortalecer a Base local em jogos difíceis, mesclando juventude com experiência, além de promover a volta de atletas ao futebol pós pandemia.

O jogo marcou um momento especial para o apoiador do Esporte em Itiruçu, que deixou de comemorar seu aniversário na cidade e viajou dando suporte a equipe. O vereador Jó de Jú recebeu o carinho dos jogadores que antes do jogo entoaram os parabéns, agradecendo pela disponibilidade em servir à comunidade.

O jogo

Sob uma temperatura de quase 40Cº, os jogadores sentiram dificuldades até adaptarem ao clima seco, mas conseguiram igualar ao ritmo do time de Laje. A partida foi bem disputada, sendo vencida pelo time local por 2×1, depois de um erro grosseiro do arbitro local Tiago, que num lance de tiro livre indireto  assinalou pênalti para a equipe da casa.

No final da partida os jogadores participaram de uma confraternização com o time local organizada pelo jogador Bandola, que já defendeu a seleção de Itiruçu em Intermunicipal.

O time da UDI contou com o plantel de atletas: Jerry Adriano, Werik, Didito, Ramon Trindade, Ramon Vidal, Rogério, Ney Baiano, Rick Baiano, Robinho, Jeferson, Wiliam, Walesson, Jr. Xexéu, Kael e Paulinho.


A promotora de justiça, Solange Anatólio, flagrou um caminhão da Prefeitura de Iguaí ajudando na realização de um evento particular. O evento estava sendo organizado por um familiar do prefeito Rony Moitinho (PSD). Ao gravar um vídeo no local, a promotora foi até ameaçada por um funcionário da prefeitura que estava no local. Há expectativa de que a promotora acione o prefeito na justiça. (Informações do Políticos do Sul).


Barragem da Embasa em Lagedo Tabocal. Foto/Itiruçu Online.

A Bahia está com 101 municípios com decretos de emergência por seca/estiagem reconhecidos pelo estado e 97 com reconhecimento também pela Defesa Civil nacional, atingindo diretamente uma população de mais de um milhão de pessoas que necessitam de água através de programas da União e do Estado. Nesta situação estão os moradores do município de Remanso, vizinho ao Lago de Sobradinho, que enfrentam sérias dificuldades de acordo com o diretor do Sindicato dos Produtores Rurais de Remanso, João Neto.

Ele afirmou que na última temporada as chuvas não caíram conforme o esperado e por isso muitas lagoas, aguadas e barragens estão secando totalmente. Ele citou como exemplos a Lagoa da comunidade de Igarapé e a barragem da comunidade dos Negros, um dos maiores reservatórios da zona rural do município. Segundo o diretor sindical, este ano não teve colheita, porque as chuvas esperadas para os primeiros meses do ano não foram suficientes e as sementes que plantaram foram perdidas. Disse ainda que o custo de ração para manter os animais “está alto demais e muitos produtores rurais não sabem o que fazer”.

Na região do Sertão do São Francisco, Remanso, tem decretos de emergência por seca, reconhecida pelo estado e pela União. A distribuição de água acontece pela Operação Carro Pipa através do Exército. “Mas não chega em todas as casas e está uma loucura a procura por água”, enfatizou Neto.

O produtor rural pontuou que “tem muita água ainda no rio São Francisco, apesar de estar baixando também. O problema é que esta água não chega nas nossas comunidades”, criticou. Segundo João Neto, a esperança é para chuvas no final de outubro e novembro. “Se chover bem, melhora em 70% o sofrimento da população”, concluiu.

Embora a maioria dos municípios que enfrentam a situação de seca no estado seja atendida pelo Programa do Exército, 18 municípios baianos recebem água através do programa do governo estadual.

Incêndios florestais


A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, subiu de 8,59% para 8,69% neste ano. Trata-se da 28ª elevação consecutiva da projeção. A estimativa está no Boletim Focus de hoje (18), pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central (BC), com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Para 2022, a estimativa de inflação ficou em 4,18%. Para 2023 e 2024, as previsões são de 3,25% e 3%, respectivamente.

Em setembro, puxada pela energia elétrica e combustíveis, a inflação subiu 1,16%, a maior para o mês desde 1994, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o indicador acumula altas de 6,9% no ano e de 10,25% nos últimos 12 meses.

A previsão para 2021 está acima da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,25% e o superior de 5,25%. Para 2022 e 2023 as metas são 3,5% e 3,25%, respectivamente, com o mesmo intervalo de tolerância.

Taxa de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, definida em 6,25% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Para a reunião no final deste mês, o Copom já sinalizou que pretende elevar a Selic em mais um ponto percentual.

As projeções do BC para a inflação também estão ligeiramente acima da meta para 2022 e ao redor da meta para 2023. Isso reforça a decisão da autarquia de manter a política contracionista de elevação dos juros.

Para o mercado financeiro, a expectativa é de que a Selic encerre 2021 em 8,25% ao ano, mesma projeção da semana passada. Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica suba para 8,75% ao ano. E para 2023 e 2024, a previsão é de Selic em 6,5% ao ano.

Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Desse modo, taxas mais altas também podem dificultar a recuperação da economia. Além disso, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

PIB e câmbio

As instituições financeiras consultadas pelo BC reduziram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 5,04% para 5,01%. Para 2022, a expectativa para Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – é de crescimento de 1,5%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2,1% e 2,5%, respectivamente.

A expectativa para a cotação do dólar se manteve em R$ 5,25 para o final deste ano. Para o fim de 2022, a previsão é de que a moeda americana fique nesse mesmo patamar. Com informações da Agencia Brasil.


As inscrições para os 43 cursos do Programa Educar Para Trabalhar entram na reta final e seguem abertas até o dia 19 de outubro, pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). São ofertadas vagas em 10 eixos tecnológicos, dentre os quais está o de Produção Industrial, que oferece grandes oportunidades de inserção no mundo do trabalho. São eles: Operador de Processos Químicos Industriais e Operador em Petróleo e Gás.
Outra área bastante procurada é a de Controle e Processos Industriais, que oferece vagas para o curso de Desenhista Mecânico. Já o eixo de Produção Alimentícia tem vagas para os cursos de Operador de Processamento de Frutas e Hortaliças; Operador de Processamento de Grãos e Cereais; e Padeiro.
Os cursos terão duração média de três a cinco meses e serão ministrados em parceria com o Sistema S, composto pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), com direito à certificação. O objetivo é promover a qualificação profissional dos estudantes e egressos da rede estadual de ensino, oferendo oportunidades de aprendizagens e maiores condições de inserção no mundo do trabalho, conforme as demandas dos setores produtivos dos Territórios de Identidade da Bahia.
Durante o ano de 2021, o Educar para Trabalhar ofertou 200 mil vagas. Nesta nova etapa, cujas ofertas são para 151.179 vagas, além de Informação e Comunicação, envolve mais nove eixos tecnológicos na modalidade Educação à Distância (EAD), de Formação Inicial e Continuada (FIC). A lista de eixos e cursos ofertados estão disponíveis no Portal da Educação e nas redes sociais da Educação Bahia.
Podem se inscrever estudantes regularmente matriculados no Ensino Médio ou da Educação Profissional Técnica de Nível Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021 e egressos dos cursos técnicos de nível médio da rede estadual de ensino que tenham concluído os estudos no período de 2016 a 2020.

No dia 20 de outubro será realizado o sorteio eletrônico e as matrículas ocorrerão de 24 de outubro a 7 de novembro. As aulas serão iniciadas no dia 8 de novembro para a primeira entrada e no dia 7 de fevereiro de 2022 para a segunda entrada.


Em decisão terminativa, a 1ª Vara da Justiça Federal julgou improcedente o mandado de segurança impetrado pelo presidente afastado do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia, Jimi Hendrex Medeiros, para retornar ao cargo. A decisão, assinada na quinta-feira (14), pelo juiz Marcelo Gentil Monteiro, frustra a terceira tentativa de Hendrex retornar ao cargo por via judicial.

“Não há que se falar, assim, em comprovada ilegalidade da Decisão COFEN nº 0102/2021, que menciona como motivo para o afastamento o teor do Parecer 165/2021 e a necessidade de afastamento cautelar dos conselheiros investigados para garantir a não interferência nas investigações, considerando os cargos que ocupam”, ressalta o juiz em trecho da sentença, ao complementar que “revela-se necessário, assim, permitir o prosseguimento da apuração pelo COFEN”.

O Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) determinou, em 25 de junho, o afastamento cautelar do presidente e da primeira tesoureira do Coren-BA. A decisão visou evitar interferência em processo administrativo disciplinar.