A partir deste último  domingo (1º), o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) oferecerá uma programação especial aos seus trabalhadores e pacientes em atenção à campanha Agosto Dourado. Mundialmente, esse é o mês dedicado ao incentivo do aleitamento materno – isso porque o leite humano é o alimento padrão ouro para o recém-nascido.

Em consonância com a Semana Mundial de Aleitamento Materno (Smam), que, neste ano, abordará o tema ‘Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos’, a equipe multidisciplinar da ala neonatal do HGRS promoverá atividades para aumentar a conscientização e estimular ações relacionadas ao aleitamento materno na unidade. A agenda conta com quiz de amamentação, sarau musical, rodas de conversa, jogo da memória e recital de cordel, entre outros.

Com isso, os profissionais da unidade pretendem comemorar a Smam e intensificar as práticas de incentivo ao aleitamento materno no hospital, conforme conta a enfermeira Ana Carolina Meireles, que atua no Banco de Leite Humano do HGRS. “A amamentação é indicada para crianças de até dois anos ou mais e para bebês exclusivamente até os seis meses. O leite materno é o melhor e mais completo alimento que o bebê pode receber, considerado padrão ouro pela sua qualidade”, lembra.

De acordo com ela, a rede de apoio tem papel fundamental no início e na continuidade da amamentação. “Quando falamos em rede de apoio, não estamos nos referindo apenas à família da mulher que amamenta. Estamos falando de toda a rede que, de alguma forma, protege essa mulher para que ela e seu bebê exerçam esse direito. Incluímos aqui as leis que regulamentam a venda de substitutos do leite, as leis trabalhistas que garantem a licença-maternidade e paternidade, os profissionais de saúde que oferecem suporte técnico para essa família, a comunidade onde está inserida essa mulher. Enfim, todos somos responsáveis pela proteção ao aleitamento materno. Se você pode, amamente seu filho. Se você conhece alguém que amamenta, ofereça apoio e incentivo”, completa Carolina.


O governador Rui Costa visita o município de Banzaê, no Nordeste baiano, nesta segunda-feira (2),  quando entregará obras e se reunirá com prefeitos das cidades que compõem o Consórcio Intermunicipal Semiárido Nordeste II (CISAN). A reforma da Igreja da Ascensão do Senhor, situada na localidade de aldeia indígena Mirandela, será uma das obras inauguradas. O trabalho foi realizado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (SEDUR).

Os moradores de Banzaê também serão beneficiados com a entrega de um ônibus escolar, pela Secretaria de Educação do Estado (SEC).

Também serão entregues oficialmente a praça do povoado de Queimada Grande e a pavimentação em paralelepípedo na Rua do Colégio e Rua Principal, na comunidade de Tamburil, além das ruas “E”, “F”, “G” E “I”, na localidade de Campo do Brito. As obras são resultado de parceria entre a CONDER e a Prefeitura de Banzaê.

Rui também vai inaugurar o Sistema Integrado de Abastecimento de Água das localidades de Raso da Jitirana, Jitirana e Bonlucrá, implantado pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB), vinculada à Secretaria de Infraesttutura Hídrica e Saneamento do Estado (SIHS). Também coordenada pela CERB, será entregue a obra de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água das comunidades de Massaranduba e Mirorós.


Marcada para acontecer na próxima semana, a Prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, revelou que vai adiar o retorno às aulas na rede municipal de ensino da cidade, de acordo com o Blog Rodrigo Ferraz..

“A gente ainda está se preparando, se adequando, porque são várias exigências, protocolos, então decidimos adiar mais um pouco”, disse a Prefeita, em entrevista a Rádio Clube nesta sexta-feira (30). A data do retorno não foi divulgada.


Teve fim o sonho da primeira medalha de ouro olímpica para o futebol feminino nas Olimpíadas de Tóquio. Após um jogo tenso, disputado e que apresentou problemas de criação, o Brasil empatou em 0 a 0 com o Canadá, pelas quartas de final.

 Quadro de medalhas de Tóquio 2020

Se no tempo normal, o Brasil teve dificuldades para criar, na prorrogação conseguiu jogar melhor e esteve muito perto de abrir o placar. Ainda assim, parou na defesa canadense e a definição da vaga foi para os pênaltis. Na disputa das penalidades máximas, a criticada goleira Bárbara defendeu a primeira e Marta deixou o Brasil na frente. Mas nas duas últimas cobranças, Andressa Alves e Rafaelle pararam na goleira. Atarde.


A taxa de desemprego no Brasil foi de 14,6% no trimestre encerrado em maio, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (30). Com o resultado, manteve estabilidade em relação ao trimestre de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021 (14,4%) e apresentou alta de 1,7 ponto percentual ante o mesmo trimestre de 2020 (12,9%). O número de desempregados foi estimado em 14,8 milhões entre março e maio. Os dados integram a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) com divulgação mensal.

Pelas estatísticas oficiais do IBGE, uma pessoa está desocupada quando não tem emprego e segue à procura de novas vagas. O levantamento considera tanto trabalhadores formais quanto informais. O desemprego em nível elevado é motivo de preocupação enquanto a economia brasileira tenta retomada após o baque da pandemia. Segundo especialistas, a melhora consistente do mercado de trabalho depende de uma retomada mais firme da atividade econômica. O aquecimento dos negócios, por sua vez, está associado ao avanço da vacinação contra a Covid-19.

A imunização é considerada peça fundamental para destravar setores como o de serviços, o principal empregador do país. Na pandemia, serviços diversos foram abalados por restrições, incluindo hotelaria, alimentação e eventos. O desemprego elevado também preocupa economistas porque é registrado no momento em que a inflação ganha força no Brasil. Ou seja, a combinação entre dificuldades no mercado de trabalho e preços em alta prejudica o poder de compra das famílias.

No último dia 20, relatório do Banco Mundial apontou que os reflexos econômicos da pandemia devem afetar os salários de trabalhadores brasileiros por até nove anos. Na visão da instituição, os efeitos da crise na América Latina serão sentidos principalmente pelos profissionais com menor qualificação e em uma posição mais vulnerável no mercado.

Em junho, o país completou 12 meses sem aumento real de salários, conforme o projeto Salariômetro, da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). O boletim informou que o reajuste mediano no mês ficou 0,6 ponto percentual abaixo da inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Apenas 27,4% das negociações resultaram em ganhos reais para os trabalhadores. Leonardo Vieceli/Folhapress


Em um site feito para “combater fake news”, o Governo do Estado negou o plano de aumentar o ICMS de combustíveis a partir do dia 1º de agosto, este domingo. “O imposto estadual não é reajustado há cerca de 4 anos e não há previsão para que ocorra um novo reajuste”, garante a nota.

“Como a alíquota significa um percentual a ser aplicado sobre o valor de venda do produto, o valor arrecadado do imposto varia quando o preço do combustível é reajustado nas bombas, ou seja. Não é o Governo do Estado quem define o valor de mercado dos combustíveis”, continua.

De acordo com a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), “a cobrança do imposto ocorre nas refinarias de petróleo em regime de substituição tributária, a partir de valores de referência que tomam por base os preços médios nas bombas”.

“A política tributária do Governo do Estado não mudou, explica a Sefaz: o que aconteceu foi alteração na política de negócios da Petrobras, verdadeira raiz do descontrole ocorrido nos últimos anos”.

Ainda conforme o comunicado divulgado no site, desde 2017, “a companhia tem aplicado sucessivos reajustes em seus preços internos com base na paridade com o mercado internacional de petróleo e na cotação do dólar”.

“Enquanto mantém subutilizada a capacidade máxima de refino de suas plantas, a Petrobras, ao precificar seus produtos como se fossem integralmente importados, vem maximizando seus lucros não em função de ganhos de gestão ou performance, mas com base em sua condição de detentora de monopólio no setor”, conclui.


Um dia após Jair Bolsonaro fazer durante live seu principal ataque ao sistema de votação brasileiro e repetir com alarde teorias já desmentidas sobre as urnas eletrônicas, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta sexta-feira (30) não ver chances de a PEC (proposta de emenda à Constituição) do voto impresso ser aprovada na comissão especial da Casa.

Na avaliação de Lira, o texto não terá apoio suficiente para chegar ao plenário. “A questão do voto impresso está tramitando na comissão especial, o resultado da comissão impactará se esse assunto vem ao plenário ou não. Na minha visão, tudo indica que não”, afirmou.

O comentário foi feito em uma live realizada pelo Conjur, que também teve a participação do ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Eleito para comandar a Câmara com apoio de Bolsonaro, Lira afirmou que confia no sistema atual, mas disse não ver problemas em dar mais transparência ao processo de votação. “Onde não há problema, a gente precisa deixar ainda mais claro”, defendeu.

A proposta quase foi derrotada na última reunião da comissão do primeiro semestre, mas uma manobra de governistas adiou a votação para 5 de agosto, depois do recesso parlamentar. O relator da PEC, deputado Filipe Barros (PSL-PR), aposta em Ciro Nogueira à frente da Casa Civil para fazer o texto avançar no Congresso. Além disso, Barros promete reformular o parecer para tentar vencer resistências.


As contas públicas registraram saldo negativo em junho, com piora em relação ao mês anterior devido ao aumento de despesas com precatórios e antecipação do 13º salário dos aposentados. O setor público consolidado, formado por União, estados e municípios, apresentou déficit primário de R$ 65,508 bilhões no mês passado. Os dados foram divulgados hoje (30) pelo Banco Central (BC).

Houve aumento do déficit em relação a maio, quando foi registrado resultado negativo de R$ 15,541 bilhões. O chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, explicou que o déficit do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passou de R$ 27,416 bilhões em maio para R$ 55,141 bilhões em junho, devido à antecipação a aposentados e pensionistas. Além do aumento de R$ 16 bilhões na comparação mensal de gastos do governo federal com despesas judiciais e precatórios.

“Esses dois fatores exclusivamente explicam 87% dessa piora no resultado do déficit primário no setor público na passagem de maio para junho. São dois fatores pontuais que explicam a mudança e a trajetória fiscal do país segue a mesma”, disse, durante coletiva virtual para apresentar os dados.

Por outro lado, o resultado de junho é melhor em relação ao déficit primário de R$ 188,682 bilhões de junho de 2020. Rocha destacou que junho de 2020 foi, provavelmente, o ponto mais alto dos gastos fiscais de combate aos impactos econômicos, sociais sanitários da pandemia de covid-19. “Naquele mês tivemos déficit primário recorde em termos mensais. E esses impactos são menores agora”, disse, para explicar a redução significativa na comparação interanual.


Considerado um dos mais arrojados e modernos projetos de iluminação pública do interior da Bahia, o Jequié Inteligente, criado pela Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Serviços Públicos e Secretaria de Infraestrutura, vem promovendo a recuperação, ampliação e modernização da estrutura da iluminação pública em todo o município, um investimento de quase um milhão reais, que já contemplaram praças, ruas e avenidas nos bairros e distritos mais distantes.

Do montante de recursos investidos na execução da recuperação e modernização da iluminação da cidade, R$ 243, 964,99 (duzentos e quarenta e três mil reais, novecentos e sessenta e quatro reais e noventa e nove centavos) vieram da Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (Cosip), e o restante do valor do que foi investido, até o momento, vieram de recursos próprios do município.

As equipes de trabalho já fizeram a recomposição de cerca de 1.600 pontos de iluminação e constam no registro, solicitações para a intervenção técnica em mais 1.400 pontos, o que totalizará 3.000 pontos de iluminação que terão passado, ao final desta primeira etapa, por algum dos serviços de substituição, ampliação, recuperação ou modernização, o que vai representar, além da eficiência, uma redução na conta de energia do município em mais de 50%.

Para que pudesse ser executado, o programa Jequié Inteligente contou com treinamento da equipe técnica e de monitoramento, que utiliza uma moderna sala de controle, onde os postes de iluminação que receberam o QR-Code são registrados e identificados via georreferenciamento, informações que vão alimentar o aplicativo SipuB Iluminação Fácil. O aplicativo, disponível para download, tanto para a plataforma iOS quanto Android, é uma ferramenta que vem agilizando todo o processo de solicitação dos serviços de iluminação pública para a população.

“Tivemos até agora, uma receita de R$ 243 mil reais da Cosip e já investimos quase um milhão de reais, exclusivamente na iluminação pública. O processo de ampliação e modernização da iluminação pública ainda não acabou, pois temos muito ainda a fazer, nos quatro cantos da cidade e quando assumimos o compromisso de fazer mudanças, assumimos o compromisso de, verdadeiramente, efetuar melhorias estruturais que fossem, além de importantes, que fossem urgentes para o avanço da cidade. Jequié vinha de um gigantesco déficit no setor da iluminação pública e o que tinha, ou estava quebrado, ou estava abandonado, ou funcionava de forma muito ruim ou, o pior de tudo, não existia. Bairros inteiros às escuras! Graças a Deus, conseguimos promover as transformações no setor, contando com o trabalho de uma equipe eficiente e que soube entender a urgência de fazer os reparos, as reformas, a reestruturação da iluminação pública e o resultado é este que a população vem acompanhando ai: Jequié mais iluminada, mais bonita e, o mais importante, muito mais segura para as famílias frequentarem as praças, as vias públicas.”, afirmou o prefeito de Jequié, Zé Cocá.