Mais de 108,3 mil famílias, integrantes do Programa Auxílio Brasil, começam a receber nesta segunda-feira (27) o Auxílio Gás. Os beneficiados são moradores de 100 municípios que decretaram estado de calamidade por conta das chuvas na Bahia e em Minas Gerais. O valor do benefício é de R$ 52 e corresponde a 50% da média do preço do botijão de 13 quilos (kg) de gás.

Segundo a Caixa, as famílias beneficiadas receberão o depósito na conta do programa social. A consulta ao benefício está disponível pelos aplicativos Auxílio Brasil e CAIXA Tem, ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão, pelo telefone 111.

As demais famílias que têm direito ao Auxílio Gás receberão seus benefícios retroativamente a partir de 18 de janeiro, seguindo o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.

O Auxílio Gás foi instituído pela Lei nº 14.237, de novembro de 2021, e regulamentado pelo Decreto nº 10.881, de 2 de dezembro de 2021. Pelas regras será concedido um benefício por família a cada dois meses.

Critérios – Os critérios de participação são: famílias inscritas no Cadastro Único com renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo e integrantes do Benefício de Prestação Continuada (BPC).


Do G1- As cidades de Itabuna e Ilhéus, que têm estado mais crítico no sul da Bahia, seguem com pontos sem eletricidade. Já no caso das rodovias interditadas, a que tem maior quantidade de trechos com tráfego interrompido é a BR-101.

Diversas cidades do interior da Bahia tiveram a energia elétrica suspensa por questões de segurança, depois das inundações e enchentes causadas pelas fortes chuvas, que atingem o estado desde o mês de novembro. Vários pontos de rodovias federais também foram interditados. De acordo com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), nesta segunda-feira (27) o desligamento seguem em Iguaí, que tem situação crítica, além de Itabuna, Ilhéus e Itambé, que têm bairros sem eletricidade.

Outras áreas também tiveram energia suspensa, mas o fornecimento foi retomado, como Itororó, Itapetinga e Poções. Ainda em Itambé, o fornecimento de eletricidade foi retomado apenas no bairro Agenor Novais e em parte do Centro da cidade.

Interdição nas rodovias
Ao menos quatro rodovias federais têm pontos de interdição nesta segunda-feira, a maioria delas com interdição parcial. Veja:

Interdições nas BRs

Rodovia Cidade Trecho Motivo Tipo de interdição
BR-101 Itapebi Km 660 Desmoronamento de barranco Parcial
BR-101 Aurelino Leal Km 468 Deslizamento e queda de árvore Parcial
BR-101 Presidente Tancredo Neves Km 314 Desmoronamento de acostamento Parcial
BR-101 Presidente Tancredo Neves Km 316 Queda de barreira Parcial
BR-101 Teolândia Km 351 Desmoronamento de acostamento Parcial
BR-101 Wenceslau Guimarães Km 359 Queda de barranco Parcial
BR-330 Jequié Km 792 Deslizamento, queda de árvores e alagamentos Total
BR-330 Ubatã Km 863 Afundamento de pista (desvio sendo feito pela cidade) Total
BR-415 Ilhéus Km 30 Alagamento Total
BR-420 Laje Km 244 Risco de queda de ponte Total

O corpo de um homem identificado como Genivaldo Cruz dos Santos foi encontrado boiando no Rio de Contas, na tarde do domingo (26), no município de Jitaúna. De acordo com o Blog Júnior Mascote, não foi possível fazer o reconhecimento facial por conta da decomposição do cadáver, mas familiares que compareceram ao IML afirmaram ser o Genivaldo por causa de uma tatuagem no braço. A necropsia será feita nesta segunda-feira com exame da digital ou de arcada dentária para se chegara identificação e a causa morte, afogamento ou assassinato. Do Giro em Ipiaú.


A Prefeitura de Santa Inês vem, por meio desta nota, comunicar a toda população que vários foram os danos causados pelas fortes chuvas neste final de semana. O ocorrido se caracteriza como um grande transtorno estrutural e emocional em nossa cidade, várias foram as localidades atingidas pelas chuvas e aumento do nível do Rio Jiquiriça, desfazendo lares, ruas, histórias…
Até o momento, apesar dos danos estruturais, não registramos nenhum desaparecimento ou óbito em nossa comunidade. No entanto, devemos continuar cuidadosos ao extremo! Evitem se aproximar de áreas de riscos (barrancos, margem do rio, estrutura que esteja ameaça de desmoronamento, evitem proximidades para capturar registros como fotografias ou filmagens), devemos prezar pela segurança, em caso de qualquer ameaça ligue para a Defesa Civil através do número (73) 98834-0443.
Nossas equipes estão apostas e acompanhando os afetados pelos danos para que após o ocorrido possamos auxiliar com o que for necessário.


As regras da aposentadoria do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vão mudar a partir do dia 1º de janeiro de 2022. O gatilho nas condições mínimas para ter o benefício ocorre ano a ano desde que a emenda constitucional 103, que instituiu a reforma da Previdência, começou a valer, em novembro de 2019.

As alterações são em três das regras de transição aplicadas a quem já estava no mercado de trabalho: por pontos, por idade mínima e na idade da mulher para ter a aposentadoria por idade. As regras que exigem pedágio de 50% ou 100% do tempo que faltava para ter o benefício na data de publicação da reforma não sofrem alteração.

As medidas também não afetam os profissionais que passaram a integrar o mercado de trabalho a partir de novembro de 2019, sejam eles celetistas ou autônomos que contribuem com a Previdência. Nesses casos, eles só se aposentam com idade mínima de 65 anos, para os homens, e 62 anos, para as mulheres. O tempo mínimo de contribuição é de 15 anos.

Para o trabalhador com carteira assinada, que pede a aposentadoria diretamente ao instituto por meio do aplicativo ou site Meu INSS, um dos principais impactos é na idade mínima das mulheres para ter o benefício por idade. A exigência, a partir de 1º de janeiro é de 61 anos e seis meses. Até 31 de dezembro deste ano, consegue a aposentadoria a segurada que tiver 61 anos.

Antes da reforma, no entanto, as mulheres se aposentavam com 60 anos. No caso dos homens, a idade mínima não mudou. Eles já se aposentavam aos 65 anos e essa continua sendo a exigência para ter o benefício.

Na regra de transição por pontos, a partir de 1º de janeiro, consegue a aposentadoria por tempo de contribuição quem atingir, na soma da idade com o tempo de contribuição ao INSS, 89 pontos, no caso das mulheres, ou 99 pontos para os homens. É preciso ter, no mínimo 30 anos de pagamentos ao instituto, para as mulheres, e 35 anos, no caso dos homens. Até 31 de dezembro deste ano, a pontuação mínima é 88/98.


A 1ª Igreja Batista de Itiruçu abriu as portas e iniciou a campanha de doações para as famílias desabrigadas e desalojadas após as fortes chuvas que atingem a Bahia, em especial cidades do Vale Jiquiriçá.

Os donativos podem ser doados na sede da Igreja, que fica no centro da cidade, próxima ao Jardim principal. A chave pix para doações em dinheiro é o CNPJ da Igreja: 13.266.630/0001-54.



De acordo com os dados repassados pelos municípios e totalizados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), o estado tem 16 mil e um (16.001) desabrigados pelas chuvas, 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos. A divulgação dos números ocorreu durante reunião de monitoramento e alinhamento, realizada na base de apoio às vítimas das chuvas, montada em Ilhéus, na região Sul, no fim da tarde deste domingo (26).

O número de feridos (286) não foi alterado, em relação ao boletim anterior, por falta de informações atualizadas. A população total afetada é estimada em 430.869 pessoas. Participaram da reunião o governador Rui Costa, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Adson Marchesini, o superintendente da Defesa Civil do Estado, coronel Carlos Miguel de Almeida filho, e outras autoridades e representantes dos órgãos de apoio e socorro às cidades afetadas.

A Bahia tem, neste momento, 72 municípios em situação de emergência reconhecida pelo Governo do Estado. Até ontem, 25 cidades faziam parte da lista, mas hoje o governador Rui Costa reconheceu outras 47 nesta condição. Do total de 72 cidades, 58 delas estão também em situação de crise por conta das enchentes.


Nas cidades de Ubaíra, Santa Inês, Jiquiriçá, Mutuípe e Laje foram bastante afetadas. Ruas ficaram alagadas e várias casas ficaram debaixo d’água. Famílias ficaram desabrigadas e foram encaminhadas para abrigos.

Pontes foram interditadas e estão sob forte vigilância. Há pontos de deslizamentos de terras. As prefeituras das cidades estão constantemente emitindo alertas aos moradores. Há previsão de que as chuvas continuem e o nível do Rio seja ainda maior.


As chuvas que caem nas últimas horas têm deixado um cenário de destruição e dezenas de desabrigados e desalojados no município de Ubatã. No Pontalzinho, um dos locais mais afetados, a casa de uma comerciante ficou totalmente destruída pela força da correnteza do rio Água Branquinha e a água passa sobre a ponte que dá acesso à localidade. Há também registros de alagamentos no 31 de Março, Várzea, Rua da Pista, Relíquia, Beco do Cacau e Bairro Glória. A Prefeitura de Ubatã mobilizou todas as Secretarias e dezenas de servidores públicos para prestar assistência às famílias atingidas pela enchente. Famílias estão sendo levadas para duas pousadas que foram contratadas pelo poder público e também para as escolas da rede municipal. Ainda não há números oficiais, mas a gestão municipal já estima em mais de 400 as pessoas atingidas pelas chuvas.

Uma enorme cratera foi aberta em um trecho urbano da BR-330, na altura do Ginásio de Esportes, na madrugada deste domingo, 26. Um buraco se estende de um lado ao outro da pitas. Em baixo do local possui um grande tudo, por onde passa o rio Água Branquinha.

A Secretaria de Infraestrutura informou ao Ubatã Notícias que já notificou o Dnit, que deve comparecer ainda neste domingo ao município para avaliar os danos causados. Os motoristas que desejam seguir viagem devem pegar um desvio, entrando na cidade. A Prefeitura, no entanto, informou que vai proibir o tráfego de veículos pesados.

Apoio aos desabrigados

Conforme o prefeito Tinho (PSB), a Prefeitura de Ubatã alugou duas pousadas para acomodar os desalojados. A Secretaria de Assistência Social ainda realiza o levantamento, mas estima-se que mais de 100 pessoas estão desabrigadas e desalojadas no município. A previsão, segundo o Clima Tempo, a previsão é de que continue chovendo no município nos próximos dias.

Tanque de combustível emerge.

As chuvas fortes ainda causaram um grande susto nos funcionários e clientes do Posto São Paulo, às margens da BR-330. Uma erosão acabou fazendo emergir um reservatório de combustível, o que causou um grande buraco no solo. Conforme servidores do Posto, o tanque estava vazio. O local será sinalizado para evitar acidentes. *Com informações do Ubatã Notícias