O Alasca, Estado mais frio dos Estados Unidos, registrou seu dia mais quente de dezembro, em meio a um inverno incomum. As temperaturas atingiram um recorde de 19,4°C na ilha de Kodiak no domingo – quase sete graus mais quente do que a máxima anterior do Estado. No entanto, em outras partes do Alasca as temperaturas têm caído para níveis recordes.

Na cidade de Ketchikan, no sudeste, as temperaturas caíram para -18°C em 25 de dezembro – um dos dias de Natal mais frios da cidade no último século. Os extremos de temperaturas alertaram as autoridades sobre um “Icemageddon” (Armagedon do gelo), já que torrentes de chuva e neve deixaram o gelo duro como cimento revestindo as estradas.

Especialistas dizem que a massa de ar quente que chega do Havaí tornou o ar do Alasca – geralmente frio e seco em dezembro – mais úmido. Isso significa que chuvas fortes e tempestades de neve são mais prováveis ​​nas regiões do interior, longe das áreas costeiras. Uma forte nevasca foi seguida por chuvas torrenciais que deixaram a região coberta de gelo enquanto a chuva congelava rapidamente, resultando em falhas de energia generalizadas, fechamento de estradas e de escritórios.

O Departamento de Transporte e Instalações Públicas do Alasca alertou que gelo espesso se formou nas estradas e as tornou perigosas para os motoristas. “O gelo é extremamente difícil de remover depois de ter aderido à superfície da estrada. Mesmo que as temperaturas do ar estivessem quentes… as estradas estavam abaixo de zero, o que fez com que o gelo aderisse à superfície”, disse o departamento no Twitter.

O gelo provavelmente ficaria grudado nas estradas até pelo menos março ou abril, disse o cientista climático Rick Thoman, do Centro de Avaliação e Política Climática do Alasca, à BBC. A tempestade mais violenta do meio do inverno desde 1937 atingiu a cidade central de Fairbanks durante o Natal, deixando mais de 25,4 cm de neve, explicou Thoman. A quantidade de neve que caiu no domingo foi tanta que desabou o telhado da única mercearia na cidade de Delta Junction, que fica 153 km a sudeste de Fairbanks.

Thoman disse que as explosões de temperaturas extremas de calor e frio nas últimas duas décadas foram um sinal da mudança climática. “Quando todas as peças se juntam em um mundo em aquecimento, vamos ter esses eventos sem precedentes, é isso que esperamos”, disse ele. O frio deve voltar – as temperaturas em Fairbanks estão previstas para cair para abaixo de -29ºC neste fim de semana.

Mas episódios quentes e úmidos provavelmente serão mais comuns no futuro, previu Thoman. “2021 realmente parece ser o ano em que esses eventos extremos de precipitação de fato vieram à tona”, disse ele à BBC.


Começou nesta quinta-feira (30) a Operação Ano-novo 2022, da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Até domingo (2) haverá policiamento ostensivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade. O objetivo é garantir aos usuários das rodovias federais mais segurança e fluidez do trânsito. Segundo a PRF, será dada atenção especial às ações de combate à embriaguez ao volante, fiscalização de ultrapassagens em trechos de pista simples e o controle do excesso de velocidade.

O uso do cinto de segurança, do capacete, dos dispositivos de retenção para crianças e do celular pelo motorista, além de fiscalizações específicas de motocicletas e condições de conservação dos veículos, também estão entre os focos das equipes.

As ações terão, ainda, outros pontos focais, como a fiscalização do tempo de direção e descanso do motorista profissional e o exame toxicológico.

Dicas

Para quem vai pegar a estrada nos próximos dias, a PRF recomenda um checklist para reduzir o risco de acidentes e evitar multas desnecessárias. Revise o automóvel, ainda que seja para pequenas viagens.

Mantenha os faróis acesos para ver e ser visto; além disso não esqueça dos pneus calibrados e em bom estado de conservação; óleo e nível da água do radiador em dia.

Outra dica é não se esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos obrigatórios, principalmente estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo.

No caso de transporte de crianças, não se esquecer também da cadeirinha. Os motoristas devem ainda observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem.

Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer à sinalização local. Os condutores também devem redobrar a atenção em cruzamentos e áreas urbanas e jamais desviar a atenção do trânsito.

“Se fizer uso de bebida alcoólica, não dirija! Nesse caso, pense em utilizar transportes alternativos como os carros de aplicativos, táxis ou ônibus. Outro ponto a ser destacado: celular e direção não combinam. Essas pequenas condutas,  além de evitarem multas, podem salvar vidas e tornar a viagem ainda mais segura e tranquila”, acrescenta a PRF.


Por meio das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro comentou hoje (30) a negativa do envio de ajuda humanitária pelo governo argentino aos municípios da Bahia atingidos por temporais., que vive a pior enchente de sua história.

“Em contato com o Itamaraty, a Chancelaria Argentina ofereceu assistência de 10 homens (capacetes brancos) para o trabalho de almoxarife e seleção de doações, montagem de barracas e assistência psicossocial à população afetada pelas enchentes na Bahia”, detalhou.

Segundo Bolsonaro, a oferta foi feita quando as Forças Armadas brasileiras já prestavam esse tipo de assistência. “Por essa razão, a avaliação foi que a ajuda argentina não seria necessária naquele momento, mas poderá ser acionada oportunamente, em caso de agravamento das condições.”

“O governo brasileiro está aberto a ajuda e doações internacionais”, postou o presidente, citando que, ontem (29), o Itamaraty recebeu doações da Agência de Cooperação do Japão, incluindo colchonetes, cobertores, lonas plásticas, galões e purificadores de água.

Também por meio das redes sociais, o governador da Bahia, Rio Costa, disse que o estado precisa de todo tipo de ajuda e trabalha incansavelmente para reconstruir cidades e casas destruídas. “A soma de esforços acelera esse processo, portanto, é muito bem-vinda qualquer ajuda”.

“Me dirijo a todos os países do mundo: a Bahia aceitará diretamente, sem precisar passar pela diplomacia brasileira, qualquer tipo de ajuda neste momento”, finalizou.


O Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale Jiquiriçá – Convale – segue acelerando serviços nos municípios, visando melhorar, sobretudo, as condições nas rodovias estaduais. A operação de roçagens concluiu na BA-026, trecho de Brejões, melhorando a visibilidade dos usuários.

A operação Tapa-Buracos também levou  melhorias na BA 026, e beneficiou os municípios de Maracás, Planaltino e Contendas do Sincorá.

A equipe técnica do Convale, partiricou, em Salvador, do Seminário Estadual do SIM, que contou com a participação dos consórcios da Bahia, seus dirigentes, do Diretor- Presidente da CAR, Dr. Wilson Dias  e os coordenadores da CAR/SDR; Gilmar Bonfim e Gledson Santos. Foram debatidos  temas relacionados à implantação do SIM nos municípios, sua sustentabilidade e o balanço e prospecção das ações através dos Consórcios Públicos

Ainda dentro das ações do SIM, a equipe do CONVALE, representado pela Equipe Técnica do Serviço de Inspeção Municipal – SIM, o Médico Veterinário Dr. Paulo Lessa, a Assistente Administrativo Lidiane Bastos, foram ao município de Lafaiete Coutinho fazer divulgação do S.I.M, na EXPO E FEIRA DE ANIMAIS.

A equipe foi conhecer a produção de queijo da Fazenda Valle Verde e oferecer orientações necessárias para adequação ao Serviço de Inspeção Municipal. Nesta oportunidade, o Dr. João Lúcio, proprietário da fazenda e presidente de uma associação de produtores de leite de Maracás – ASSOLEITE, convidou a equipe para conhecer a Associação, para que, no futuro, possam se adequar ao serviço de inspeção sanitária

 

Operação Troca Lâmpadas

O veículo do Convale auxiliou o município de Lafaiete Coutinho na reposição de lâmpadas.

Ações do GAC

A equipe do GAC, composta pelos técnicos Haialla Rialli e Murilo Guedes, juntamente com a Assessora Jurídica, Renata Lima, realizou visita à sede da Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia – SEMA- para protocolar documentos, bem como, discutir demandas técnicas relacionadas ao convênio Nº 002/2021. A reunião foi acompanhada pela gestora de convênios, Kitty Tavares, e o Fiscal de Convênios, Helton Santos.


O Ministério das Relações Exteriores do Brasil dispensou o apoio oferecido pelo Governo da Argentina ao estado da Bahia, onde mais de 629 mil pessoas foram atingidas pelas fortes chuvas no mês de dezembro. A decisão da União foi comunicada ao Governo do Estado pelo consulado argentino na noite desta quarta-feira (29). O país vizinho pretendia enviar imediatamente ao sul da Bahia uma missão com profissionais especializados nas áreas de água, saneamento, logística e apoio psicossocial para vítimas de desastres. Pelo Twitter, o governador Rui Costa havia agradecido a oferta de ajuda humanitária e pedido celeridade ao Governo Federal para autorizar a missão internacional.

Na dispensa da ajuda, feita por meio de documento oficial, o governo brasileiro agradeceu a proposta argentina e informou que a situação na Bahia “está sendo enfrentada com a mobilização interna de todos os recursos financeiros e de pessoal necessários”. Ainda de acordo com o Ministério das Relações Exteriores, “na hipótese de agravamento da situação, requerendo-se necessidades suplementares de assistência, o Governo brasileiro poderá vir a aceitar a oferta argentina de apoio da Comissão dos Capacetes Brancos, cujos trabalhos são amplamente reconhecidos”.


Uma força-tarefa coordenada pela Defesa Civil está ajudando as prefeituras a levar ajuda humanitária para a população atingida.

O governo do estado está recolhendo doações de alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal e produtos de limpeza. Os produtos podem ser entregues nos batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Outra medida adotada foi a antecipação dos recursos do ICMS, IPVA e do Piso Mineiro de Assistência Social para as cidades que declararam situação de emergência.

A previsão é que o período chuvoso em Minas termine em março de 2022.

Bahia

Na Bahia, as fortes chuvas deixaram 126 municípios em situação de emergência.  De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o mês de dezembro de 2021 é considerado o mais chuvoso em 15 anos. As chuvas foram provocadas pelo fenômeno da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que provoca a permanência de nuvens sobre uma determinada área por até quatro dias consecutivos.


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou nesta quarta-feira (29) que vai dar prioridade à análise de benefícios de segurados que moram nas cidades atingidas pelas chuvas na Bahia. As fortes chuvas na região ao longo das últimas semanas deixaram 21 mortos e mais de 77 mil pessoas desalojadas ou desabrigadas, segundo o balanço mais recente. Ao todo, cerca de 130 municípios decretaram situação de emergência. 

Nesse primeiro momento, segundo o governo federal, a ação será realizada em 48 agências da previdência social (APS) localizadas nos municípios baianos mais gravemente afetados. As agências estão divididas nas Gerências Executivas de Feira de Santana, Itabuna, Vitória da Conquista e Santo Antônio de Jesus. São 46.350 pedidos de benefícios previdenciários e assistenciais. Servidores do Instituto de diferentes regiões do Brasil vão ajudar na análise desses requerimentos.

Ainda de acordo com o órgão, mais da metade dos pedidos é de benefícios assistenciais (24.687) para idosos e pessoas com deficiência. Estes serão os primeiros a serem analisados. Os demais requerimentos incluem pedidos de aposentadorias, pensões, auxílios-reclusão, salário maternidade, benefícios por incapacidade e seguro defeso.

“Em breve, todas as APS do estado da BA devem ser contempladas pela ação, além das cidades mineiras que também estão em situação de calamidade”, informou o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP).

Seguro-desemprego

O governo federal também anunciou o pagamento de duas parcelas adicionais de seguro-desemprego aos trabalhadores segurados, dispensados entre os meses de junho a dezembro de 2021, nos municípios declarados em situação de emergência pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) na Bahia e de Minas Gerais. O objetivo é diminuir os efeitos do desemprego. A previsão é que 15 mil trabalhadores sejam contemplados, com transferências de valores que somam R$ 40,3 milhões.

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, o processo de liberação das parcelas adicionais será automático e os trabalhadores poderão inclusive acessar a Carteira de Trabalho Digital ou o Portal Gov.Br para verificarem o valor do benefício e data da liberação de cada uma das parcelas a que terá direito.

Abono Salarial

Outra medida anunciada é o adiantamento do pagamento do abono salarial aos trabalhadores cujos empregadores possuem domicílio nos municípios declarados pelo MDR em situação de emergência tanto na Bahia quanto em Minas Gerais. A medida abrange 107,8 mil trabalhadores da região, com repasse estimado em torno de R$ 101,9 milhões, informou o Ministério do Trabalho e Emprego. O pagamento do Abono Salarial PIS é efetuado pela Caixa Econômica Federal e do Abono Salarial PASEP, pelo Banco do Brasil.

Esse adiantamento, no entanto, ainda depende de deliberação pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o que deve ocorrer no início de janeiro. O Conselho também vai definir o calendário de pagamento do abono. Normalmente, o pagamento desses benefícios leva em conta o mês de nascimento do trabalhador (PIS) ou o dígito final do número de inscrição (PASEP). Mesmo assim, a pasta assegurou que moradores das regiões atingidas pelas chuvas receberão o abono nas primeiras datas do calendário.

O Abono Salarial, no valor de até um salário-mínimo anual, é pago proporcionalmente aos meses trabalhados aos empregados de empregadores contribuintes do PIS/PASEP. Os trabalhadores beneficiados são os que recebem até dois salários-mínimos mensais, trabalharam com carteira assinada ou foram nomeados em cargo público, por pelo menos 30 dias no ano-base, sejam cadastrados há pelo menos cinco anos no PIS/PASEP e foram informados corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).


As chuvas deixaram 128 famílias desabrigadas em Iramaia, na região da Chapada Diamantina, na terça-feira (28). Segundo a prefeitura da cidade, 18 casas desabaram em meio à tempestade. Os desabrigados foram encaminhados para o Centro de Excelência Professora Zoraide Nascimento. Nesta quarta, a chuva deu uma trégua na cidade, segundo os moradores, mas a situação ainda é de atenção.

Em campanha nas redes, a prefeitura pede que quem puder faça doações de colchões, rupas e kits de higiene para ajudar as pessoas que perderam tudo. Uma compra emergencial será feita para distribuição entre essas pessoas.

“A gente teve uma chuva muito forte, mais de 100 milímetros de chuva em pouco tempo. E nossa cidade sofre muito com isso, mais de 100 famílias desabrigadas”, diz em vídeo o secretário Ari Carlos, de Administração e Finanças.

Vídeos postados nas redes sociais mostram a enxurrada que tomou as ruas da cidade. Os pontos mais atingidos foram os povoados de Cruzlândia e Olhos D’Água do Cruzeiro. Quem quiser ajudar pode fazer uma doação pelo PIX (CPF 04589020556 – Nizia Tania Costa da Silva), em campanha organizada pela paróquia da cidade. Correio*.


Um boletim médico já havia informado que Maurílio havia tido uma piora no quadro clínico nas últimas 12 horas. O médico, Wandervan Azevedo, informou que ele chegou a ter três paradas cardíacas e precisou ser sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Tromboembolia pulmonar é a uma obstrução dos vasos da artéria pulmonar. A ocorrência provoca um coágulo que pode ir para o pulmão, coração ou cérebro, bloqueando o fluxo do sangue.

Maurílio sofreu uma lesão renal e passou a ser submetido à hemodiálise. No dia 17, a sedação foi suspensa para os médicos avaliarem suas condições neurológicas e, no dia depois, o hospital informou que ele vinha melhorando. Um dia depois, passou a respirar espontaneamente e a esposa, Luana Ramos, chorou de emoção ao vê-lo melhor. Mas seu quadro começou a piorar. Os problemas respiratórios chegaram no domingo, remédios foram trocados, mas, na terça, Maurílio teve mais dificuldades, e seu quadro se tornou irreversível.

Maurílio Ribeiro é de Imperatriz, cidade do Maranhão, e Luiza de Belo Horizonte (MG). Eles formaram a dupla sertaneja em 2016. Se conheceram no dia em que ela estava passando férias em Imperatriz e o chamou ao palco para cantarem juntos durante o aniversário de uma amiga em comum. Eles ficaram conhecidos cantando cantando S de Saudade, que conta com a participação de Zé Neto e Cristiano.


As inscrições para o concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com 208.703 vagas temporárias para a realização do Censo 2022 encerrariam na tarde desta quarta-feira (29). Porém, um comunicado divulgado pelo órgão, nesta tarde, informa que a data final será  21 de janeiro.

As vagas são para os cargos de recenseador, agente censitário supervisor e agente censitário municipal, com salários entre R$ 1.700 e R$ 2.100. As provas serão realizadas em 27 de março.

+ Concursos oferecem mais de 230 mil vagas e salários chegam a R$ 33,7 mil; confira

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a organizadora do processo seletivo. As inscrições podem ser feitas no site. A taxa de inscrição para recenseador é de R$ 57,50 e para agente censitário é de R$ 60,50. Pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) podem solicitar isenção do pagamento da taxa, informa, em nota, o IBGE.

Os agentes vão visitar mais de 70 milhões de domicílios. A previsão é de que os aprovados trabalhem por até três meses na coleta domiciliar a partir de junho do ano que vem.