Com um gesto de carinho, uma fã tatuou o nome do Grupo Amor Vadio, Com menos de um ano o grupo amor vadio já é revelação em salvador, com seu show dançante, e romântico, leva ao publico o melhor da musica. Liderado pelo cantor Lucas Araujo, o grupo é sucesso por onde passa. Para prova todo esse sucesso uma fã tatuou o nome do Grupo.
A mensagem que ela quis passar para o grupo é algo tão positivo, que reúne forças para vencer os obstáculos, a paixão dela fez estimular e extrair o máximo das pequenas coisas.
Com muita fé e sempre acreditando, nós do grupo Amor Vadio descobrimos que essa foi uma das provas, que jamais devemos desistir dos sonhos,
Obrigado (a), a todos pelo carinho um forte abraço de toda família Amor Vadio.


No dia do Agricultor, enquanto eles assistem de camarote às publicidades da prefeitura, que diz investir na agricultura como nunca, ambos não têm muito que comemora em Itiruçu, pois o esquecimento com as pessoas que produzem nossos alimentos e cuida da terra é total, as promessas de campanha ficaram para traz. Custando aproximadamente hoje a quantia de R$100.000,00, maquinas pesadas que deveriam está servindo aos pequenos produtores rurais , algumas estão enferrujadas e se tornando sucata exposto ao sol, chuva e a ação do tempo, em uma conversa informal com o mecânico responsável pela assistência ele declarou que levaram o motor para o reparo e não mais retornaram, ficando assim impossibilitado de uso. Enquanto isso, o Alcaide pousa de moçinho, enquanto tentar comprometer a receita do município em empréstimos consignados, usando de má fé meio de comunicações dando a entender que tudo anda a mil maravilhas. Fonte Itiruçu Verde


Queridos amigos de Itiruçu, é com muita tristeza que mando esse email
para vocês. Hoje pela manhã quanto entrei na internet e fui ver as
noticias de minha querida cidade, me deparei com a seguinte
informação. “O prefeito de Itiruçu está querendo tomar um empréstimo
de 3 MILHÕES DE REAIS, para melhorias no nosso município, sendo que só
começará a pagar o empréstimo em 2013 no período de 30 anos. Ele está
só esperando que os nosso queridos VEREADORES dei essa autorização.
Amigos isso é uma vergonha. Por favor divulguem esse email isso não
pode acontecer pois sabemos muito bem que não vai haver melhorias na
nossa querida cidade.
OBS Não faço parte da
política de Itiruçu, mas me preocupo com o
nossos amigos e parentes que moram lá.

Abraço a todos
Naiara Logrado


Ex-Prefeito Ailton Cezarino, Dep. Marcelo Nilo e Pedro Leite
Foto( Neto Oleveira)

É com pesar que noticiamos o falecimento do ex-prefeito de Itiruçu, Pedro Leite, ocorrido ontem 30-07-11, ele foi um prefeito que deixou sua marca no município, deu significativa contribuição á cidade. “É uma grande perda para todos nós, Itiruçuense. Mesmo afastado da política mais ativo, ele continuava participando ou estimulando as iniciativas que visassem ao bem-estar da população, que ele conhecia como ninguém. Estamos todos muito abatidos. Seu corpo está sendo velado em sua residência e as 14:00 horas, irá partir e morar com Deus, amigos e parentes poderão velo seu rosto pela ultima vez, e manter viva em nossos corações sua imagem do homem bom que sempre foi!


O prefeito de Itiruçu tem usado a Radio comunitária do município, site e blogs, ambos patrocinados por ele, para fazer campanha em prol da liberação dos três milhões e meio de reais, onde o inicio de pagamento das parcelas, irão dá inicio em 2013 e, ainda uma carta branca dos vereadores para fazer o que quiser durante seis meses. Veja situação semelhante à de Itiruçu, publicada pelo site Mandacaru da Serra na cidade de Livramento de Nossa Senhora, Bahia.

“A 19 meses e 15 dias do término de seu mandato e a 17 meses das eleições municipais de 2012 (No caso em Itiruçu falta 17 meses e dois dias do termino do mandato e 15 meses das eleições municipais), o prefeito de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, Carlos Roberto Souto Batista, encaminhou projeto de lei à Câmara Municipal solicitando autorização para contrair um empréstimo bancário de R$2 milhões, supostamente para custeio de obras de infra-estrutura urbana e saneamento básico. Não são obras emergenciais, mas o chefe do Executivo pediu tramitação urgentíssima do projeto. O parecer contrário da Comissão de Justiça e Redação foi derrubado pelos seis vereadores da situação, na sessão de ontem, 13 de maio. No parecer, o Relator da CJR, vereador Paulo Lessa, da oposição, justificou que“ a proposta não veio acompanhada das demonstrações, legalmente exigidas, da capacidade de endividamento nem de pagamento do Município”, aduzindo que “à luz de queixas feitas pelo próprio chefe do Executivo, o município encontra-se endividado e com dificuldades para saldar seus compromissos, estando entre os motivos a perda de receita originária do Fundo de Participação”. Acrescenta “que se tratam de obras que jamais poderiam ser executadas na atual gestão, pois demandam criteriosa elaboração de projetos, tempo que o atual gestor não mais dispõe”. Em sua opinião, “não há porque se aventurar em crédito dessa natureza, altamente oneroso para o Município, em face da incidência de altas taxas de juros”. Apesar de arrotarem independência em relação ao Executivo, os vereadores da situação deverão aprovar a solicitação, em sessão especial da próxima terça-feira, sem ao menos exigir do prefeito os projetos das obras. Será, em tese, mais uma porta para o desvio de dinheiro público, justamente quando, praticamente, se começou a campanha eleitoral de 2012. Fonte: mandacarudaserra.com.br

Matéria do Itiruçu Notícias



O prefeito Carlos Roberto (PT), enviou pedido de autorização para a câmara de vereadores solicitando ajuda para poder realizar empréstimo, segundo ele para investir no município. O curioso é que nos últimos dois anos a cidade nunca recebeu tantos recursos e a população ainda não viu onde foram aplicados os mesmos, então porque será que o prefeito quer empréstimos com valores tão altos? . Alem do mais, o montante irá começar a ser pago em 2013 após sua saída da prefeitura, com duração de aproximadamente 30 anos. Algo mais curioso ainda, é que gestores anteriores sempre celebraram convênios e fizeram obras importantes sem a necessidade de endividar a prefeitura como quer fazer o alcaide, mais a população não poderá pagar por sua preguiça e falta de prestigio em conseguir obras nas entidades governamentais, se é para vender o município, o prefeito deveria se conscientizar e pedir ajuda para conseguir recursos a quem pode, ou então dignamente entregar seu mandato desastroso. Segundo informações, vereadores irão se reunir para discutir o assunto, o que se espera a sensatez de coibir esta venda antecipada da prefeitura a empréstimos consignados, para que no futuro o receita não fique comprometida com deptos irresponsáveis.



A Câmara de Vereadores de Santo Estevão reprovou na noite de 12 Maio de 2011, o projeto da prefeitura que tinha como objetivo realizar um empréstimo de oito milhões de reais para serem investidos em calçamento e reforma do hospital municipal..

De acordo com Hugo Nogueira, presidente da Casa, um empréstimo de com um valor tão alto iria resultar em débito para o município durante um prazo de dez anos. “Um projeto como esse nunca deve ser aprovado e ainda mais quando se alega que é para calçamento, uma vez que o município de Santo Estevão já é quase todo calçado”, frisou o presidente.

Ainda de acordo com o presidente, o ex-gestor calçou tudo com recursos próprios e nunca precisou tomar empréstimos. “Seria interessante que os recursos de dois anos e meio fosse mostrado, isso até porque o projeto para pedir o empréstimo tem também outra finalidade que é a de realizar reformas no hospital que está recebendo para isso recursos do governo do estado”, ressaltou Hugo Nogueira.

Indagando sobre o destino da arrecadação do IPTU, o presidente da Câmara de Vereadores de Santo Estevão afirma pedir mais repressão para o gestor atual, que segundo ele não está justificando de forma clara a necessidade de se fazer um empréstimo de oito milhões de reais. “No mês de abril, o município teve uma arrecadação altíssima do IPTU e agora que estamos em maio o prefeito quer fazer um empréstimo tão alto”, disse Nogueira, questionando, “onde está o dinheiro arrecadado?”, indagou.

Além da contestação dos oito milhões, o presidente ainda informou sobre alguns pontos da cidade que estão sem iluminação. “Todos os meses o município arrecada cento e dez mil reais da taxa de iluminação pública e depois disso, estamos percebendo que, por exemplo, não podemos mais andar na lagoa, um dos pontos turísticos da cidade porque está escuro, então desde quando começou a cobrar as redes de iluminação pública foram reduzidas”, questionou o presidente.

Concordando com o ponto de vista do presidente Nogueira, o vereador Luciano Freitas ressaltou a importância de não se aprovar um projeto, ele ainda salientou que gestores passados realizaram vários investimentos na região sem fazer empréstimos, tudo com recursos próprios. “Fazendo um projeto como este, o prefeito está assinando um atestado de incompetência para gerir os recursos públicos e os vereadores que são preocupados com o bem do município e do povo votaram contra”, disse Luciano, acrescentando ainda que, “todos os edis que votaram contra estão de parabéns”, completou.

Além de Luciano Freitas, o vereador Narcíseo também votou contra o projeto. Segundo ele, a aprovação para realizar um empréstimo tão alto iria “afundar” o município. “Se o prefeito quer tomar um empréstimo para pagar daqui a dez anos, isso não vai fazer bem ao município, até porque ele já tem um débito de um milhão e duzentos mil reais, já está endividado, não pode procurar mais divida”, disse o vereador Narcíseo.

Ainda de acordo com Narcíseo, se o prefeito enviasse um projeto pedindo empréstimo para pagar no período do seu governo, a Câmara aprovaria. “Ele só não pode fazer divida para pagar depois, daqui a dez anos ele não sabe onde vai está”, salientou.

Assessoria do presidente



Pesquisa do Ibope, divulgada nesta quinta-feira, revela que a sociedade brasileira é contra a união estável para casais do mesmo sexo. Segundo o estudo nacional, realizado entre os dias 14 e 18 de julho, 55% dos brasileiros são contra o casamento gay e 45% são favoráveis. As opiniões variam muito em função da religião, idade e escolaridade dos entrevistados. O instituto estimulou o debate após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em reconhecer a união gay.

A pesquisa apontou que as pessoas menos incomodadas com o tema são: mulheres, jovens, os mais escolarizados e as classes mais altas. As regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste se destacaram como as áreas do País com mais resistência às questões que envolvem o tema.

Em maio deste ano, por unanimidade e com placar de 10 votos a 0, os ministros do Supremo reconheceram a união estável para casais do mesmo sexo. Com isso, companheiros em relação homoafetiva duradoura e pública têm os mesmos diretos e deveres das famílias formadas por homens e mulheres. Ultimo segundo



“Olha, mulher é igual a lata, um chuta e outro cata, um chuta e outro cata…eu chutei, você catou”. Músicas como esta, que fazem o sucesso de várias bandas de pagode na Bahia, estão na mira da Assembleia Legislativa.

A deputada estadual Luiza Maia (PT-BA) impetrou um projeto na Casa que prevê a proibição de financiamento público para bandas e artistas que incentivem a violência e o preconceito contra as mulheres.

Se o projeto for aprovado, o Governo do Estado e as prefeituras baianas ficarão proibidos de contratar artistas com repertório que desvalorize ou exponha as mulheres a constrangimentos. Ela já ganhou o apoio de dez deputadas da Casa e mantém um abaixo-assinado na internet para pedir apoio ao projeto. “Você não pode estar deixando normalizar, como se fosse natural a violência, o desrespeito e a desvalorização da mulher”, defende a deputada.

Os músicos não concordam com o projeto lei e argumentam. De acordo com Robson Costa, vocalista da banda Black Style, tudo não passa de uma brincadeira. “As mulheres interpretam de uma forma assim, como uma brincadeira, sabe? Zoar uma da outra. É sempre uma brincadeira de dançar e de coreografar”, acredita. Do G1



Os usuários da BR-116 devem atentar para as condições climáticas, pois a frente fria que chegou a região durante essa semana tem causado Nevoeiros ao amanhecer, neblinas que deixam as pistas escorregadias, alem da pouca visibilidade que exigi mais atenção por parte dos usuários da BA 250, e da BR 116.

Cuidados – A Polícia Rodoviária Federal sugere algumas dicas para guiar com prudência, como manter os faróis baixos acessos. Além de melhorar a visibilidade, ajuda o motorista que vem de trás ver o seu veículo. Manter distância do veículo da frente, dependendo da velocidade, 15 metros é uma distância segura.
O motorista deve tomar cuidados redobrados ao entrar em pontes, fazer retorno ou voltar para a pista, em caso de parada, e sempre reduzir a velocidade, principalmente nos desvios da rodovia e com locais de travessia de pedestres e escolas. Nas chuvas torrenciais ou nevoeiros muito densos, não é seguro parar o veículo no acostamento. O ideal é procurar abrigo em locais como os postos de gasolina. Não dirija com o
pisca – alerta ligado, pois isso confunde o motorista que está atrás.