Agência do Bradesco em Itiruçu é uma vergonha

Foto Itiruçu On Line. Caixas eletrônicos sem dinheiros no fim de semana

Denúncias que chegam ao Itiruçu On Line, no que diz respeito ao atendimento da Agência do Banco Bradesco em Itiruçu, segundo populares a agência continua desrespeitando a população de Itiruçu. Fragas de uma série de desrespeito à Lei das Filas, e problemas nos caixas eletrônicos, também fazem parte da rotina de quem depende dos serviços bancários. O vereador Diógenes Serra em pronunciamento na câmara de vereadores disse que iria denunciar o Banco a FEBRABAM, mais ate o momento nenhuma melhoria na agência pode ser notada, o problema ficou ainda maior pois os caixas da agência deram a louca e estão bloqueando os cartões dos clientes quando os mesmos vão utilizar os serviços que deveriam ser garantidos por lei, mais o que realmente se vê é uma tremenda falta de respeito, pois não material humano o suficiente tem no banco para sanar as necessidades dos correntistas. O PROCON alerta que qualquer pessoa pode acionar os bancos judicialmente, para isso basta levar o comprovante de que ficou acima de 20 minutos na fila que um procedimento é aberto contra o banco. As instituições são chamadas para dar explicações e as conseqüências do descumprimento podem gerar multas. Dependendo da situação o cliente poderá até mesmo ser ressarcido pelo tempo perdido. A Lei estadual nº 7.806/02 diz que os bancos têm 20 minutos para atender os clientes em dias normais e 30 minutos nos dias de pagamento de pessoal, dia de vencimento de contas de concessionárias, de tributos e em véspera ou depois de feriados prolongados. Passou disso a lei esta sendo descumprida e o cliente poderá reclamar tanto PROCON quanto no Ministério Público. A lei também diz que para o controle do prazo de atendimento, as agências são obrigadas a fornecer senhas ou qualquer outro documento que possibilite a identificação do dia e da hora da chegada do usuário ao estabelecimento, não podendo ser cobrada qualquer importância por este fornecimento.


Comentários

Os comentários estão fechados.

Notícias Relacionadas