caminhao

Mais um grave acidente aconteceu na BR-116, trecho que compreende a divisa dos municípios de Lafaiete Coutinho e Jequié, na altura do Km 654, nesta quarta-feira 01 de outubro. O motorista até o momento não identificado tombou com o caminhou na pista que acabou pegou fogo; ele morreu carbonizado.

A pista ficou interditada nos dois sentidos. O local do acidente é feita intervenção pela Concessionária Viabahia, por conta de obras de melhorias na BR. Segundo o IML para identificação da vítima será realizado exame de DNA.


blogitirucuonline

Uma grande programação marcará o mês de outubro no Distrito de Upabuçu, em Itiruçu: será realizada a Primeira Cavalgada do Maracujá. Organizada por um grupo de amigos, com apoios do comercio local e regional, poder público, entre outros. O evento promete reunir cavaleiros e amazonas de várias cidades da região.

A data será no domingo 12 de Outubro. O passeio de cavaleiros e amazonas representa a valorização de uma tradição regional e é um dos momentos de integração e lazer dos cooperadores e familiares durante todo o trajeto percorrido. O nome de “ Maracujá” é uma homenagem a principal cultura de produção em Itiruçu.

Na 1ª edição, a Cavalgada do Maracujá, tem saída marcada para às 08h, da Praça Central de Itiruçu, em direção a um trajeto pela BA-250 até a Vila Geraldo Cerqueira, seguindo para Upabuçu, aonde será realizado Shows Musicais e contará com Almoço para toda Vaqueirama.

As atrações já confirmadas são: Tony Nardes, Manto Suado e Os Garotos da Vaquejada.

A Organização é de Nel, Didizio,Jota, Lesse e Franquinho.

Nota original do Blog Itiruçu Online.


eleicoes

 A poucos dias das eleições, o Blog Itiruçu Online volta a fazer uma perspectiva de como, possivelmente, ficará a situação de cada deputado e seus lideres na cidade. Faremos uma avaliação opinativa de todas as lideranças que brigam pelos votos para seus candidatos.

Vejamos:

O prefeito Wagner Novaes terá nestas eleições um reflexo da avaliação da população sobre seu governo. Ele (Wagner) foi eleito nas eleições de 2012 com 52,98%, ou seja, 3.765 votos. O prefeito terá que fazer um grande esforço para transferir parte destes votos para o candidato a Dep. Estadual Marcelo Nilo (PDT) e a Dep. Federal Jutahy Magalhães, já que está apoiando os dois.

O prefeito encontrou dificuldade para unir o grupo em torno dos seus candidatos, pois algumas lideranças que fazem parte do mesmo “grupo” votarão com outros candidatos. Alguns desses, a exemplo de vereadores, migraram para outros candidatos com a benção do prefeito. A verdade é que não será fácil para Wagner manter os votos para seus candidatos. Ele (Wagner) conta com o apoio da vice-prefeita e do ex-prefeito Aílton Cezarino. Os dois buscam votos para os mesmos deputados, embora para candidatos a governador, senador e presidente diferentes. A vice segue fielmente à chapa do PT na Bahia e no Brasil: Rui Costa Governador, Otto para o senado e Dilma presidente. Já o prefeito, lidera a campanha de Paulo Souto governador, Aécio ou Marina Presidente e Geddel para o senado.

Há quem afirme que os candidatos do prefeito ficarão em primeiro lugar nas urnas, pela história política no município, mas com uma votação bem abaixo da esperada. Existem divisões nos grupos da situação e também na oposição: o que favorece a base governista.

Na base do governo tucano, há lideranças desgarradas dos candidatos do prefeito:

Os vereadores Val Caetano, Robson Mauro e Agnaldinho firmaram apoio para o candidato a deputado estadual Sandro Régis. A expectativa é de que Sandro Régis alcance a média acima de 300 a 450 votos.

O vereador Josevi Umburanas segue no apoio ao candidato Pedro Tavares; é a segunda vez que o vereador defende o nome do peemedebista. O desafio de Duda é assegurar uma média de 200 votos para o aliado.

Já o vereador Paulo Ézio, segue aliançado com o deputado estadual Euclides Fernandes do PDT. Em seu primeiro mandato, é a primeira  vez que  busca votos para um deputado. Espera-se que, com algumas boas lideranças ao lado de Ézio (Valdecy e Fera), Euclides possa alcançar a média de 350 a 400 votos. Euclides foi o candidato a deputado estadual mais votado no município em 2010 com apoio do atual prefeito.

Já Marcelo Nilo, candidato do prefeito e da vice-prefeita, apesar de não ter apoios de vereadores, pode ficar em primeiro lugar na disputa. A estimativa é que ele alcance a casa dos 1.400 a 1.600 votos.

No cenário de deputado federal, Marcos Medrado ganhou com a benção do prefeito alguns votos de Jutahy. Medrado deve alcançar a média de 200 a 300 votos no município. Jutahy Magalhães pode alcançar à média de 1.500 a 1.700 votos; Jorge Solla é seu principal concorrente.

Oposição:

O líder da oposição ainda é o ex-prefeito Carlos Roberto Marttinelli do PT. Ele (Carinhos) é conhecido nas eleições estaduais pela cultura de trocar de candidatos a cada pleito eleitoral. Carlinhos foi prefeito de um mandato, tentou a reeleição, mas não foi reeleito. Obteve 3.342 votos (47,02%).


Agência do Bradesco de Itiruçu totalmente adesivada/ Fotos: Blog Itiruçu Online.
Agência do Bradesco de Itiruçu totalmente adesivada/ Fotos: Blog Itiruçu Online.

Teve início na última terça-feira (30), a greve dos bancários. No período da manhã, os bancos já estavam todos adesivados. O Sindicato dos Bancários de Jequié e Região já estava em todos os bancos das cidades regionais para evitar a entrada de funcionários. A greve teve início à zero hora de ontem. Apenas em Itiruçu o Banco foi adesivado já nesta quarta-feira 01 de outubro.

A greve segue por tempo indeterminado, até que a Fenaban apresente uma proposta que contemple os interesses da categoria e que seja aprovada pela maioria dos bancários. A greve é um direito de todo trabalhador, assegurado pelo artigo 9º da Constituição Federal e pela Lei nº 7.783/89.

Agência do Banco  Brasil de Jaguaquara  adesivado com indicativo de greve
Agência do Banco Brasil de Jaguaquara adesivado com indicativo de greve

A proposta da Fenaban concedia a categoria o reajuste salarial de 7,35% (aumento real de 0,95%) e 8% no piso (1,55% de aumento real). A categoria pede aumento de 12,5% (5,4% acima da inflação).
As Agências suspenderam os serviços de atendimento em toda região. Quem precisa utilizar os serviços nas dependências internas das agências, vai ter que esperar o final da greve, que não tem prazo para acabar.


lenilton

O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quarta-feira (01/10), opinou pela rejeição das contas do exercício de 2013 da Prefeitura de Manoel Vitorino, na administração de Lenilton Pereira Lopes, sendo formulada representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor. As contas de 2011 e 2012 do mesmo gestor já haviam sido rejeitadas pelo TCM.

O conselheiro Fernando Vita, relator, aplicou multa de R$5 mil pelas falhas remanescentes no parecer e determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$ 74.300,19, referente a despesas com multas e juros em decorrência de atraso no cumprimento de obrigações.

Na análise das contas, a relatoria constatou diversas irregularidades na locação de veículos junto a Transcoob – Cooperativa Mista dos Profissionais de Transporte de Passageiros, pelo expressivo montante de R$ 2.874.583,22, tais como: locação de veículos sem a devida identificação, ausência de comprovação de habilitação para a locação de veículo, ausência de documentação de veículos locados e ausência da relação dos veículos locados com as respectivas quilometragens.

Além disso, o gestor contratou servidores sem a realização de concurso público, utilizando-se da prática da terceirização de mão de obra através de termo de parceria com a Cooperlife – Cooperativa de Profissionais de Saúde e com a Cooperativa do Trabalho e Serviços do Sudoeste, promovendo gastos nos elevados valores de R$ 1.843.150,28 e R$ 422.761,72, respectivamente.

Cabe recurso da decisão.

Fonte: TCM.


aqui_voce_pode_2

Itiruçu vai ter uma Concessionária de Motos e Veículos no sistema de compra programada. Trata-se concessionária que mais cresce no Sudoeste da Bahia, sediada em Vitória da Conquista: BC REPRESENTAÇÕES (Visite o Site).

De acordo com o diretor administrativo, Marcos Ancellot, a empresa tem metas ousadas para a marca em Itiruçu e as demais cidades da região: dobrar a participação no mercado. O local ainda não foi definido, mais já adiantado que ficará em algum ponto no centro da cidade.

Mais de 12 ganhadores já foram contemplados na cidade de Itiruçu com poucas parcelas pagas. O sistema de compra programada funciona da seguinte forma: os clientes escolhe a moto e o valor das parcelas, um número que será sorteado pela Loteria Federal e se no dia do sorteio o número escolhido for o mesmo sorteado pela loteria, ele deixa de pagar às parcelas e ganha a moto; estando em dias com o pagamento.

A empresa é representada em Itiruçu e região pelo Casal Detinha e Marcelo, responsáveis pelo crescimento na região.

Veja abaixo os ganhadores sendo contemplados.


Salvador - ALBA - Assembléia Legislativa da Bahia

Quem espera que haja uma renovação significativa na Assembleia Legislativa e da bancada baiana na Câmara Federal com as eleições do dia 5 vai se frustrar.  Ao contrário do que ocorreu em 2012, com a Câmara Municipal de Salvador, a mudança não será tão  importante. A avaliação é do professor e cientista política da Ufba, Jorge Almeida.

Em 2012, o eleitorado de Salvador mandou pra casa 56% dos vereadores que tinham mandato. Segundo Almeida, o fenômeno se deveu ao desgaste que havia do outro lado da rua, no palácio Thomé de Souza. “Como a maioria da Câmara estava a reboque do prefeito João Henrique, e ele estava desgastado, foi natural a grande renovação”, assinalou Almeida ao Bocão News.

Agora, segundo ele, o que deve acontecer é um crescimento da bancada ligada a Paulo Souto (DEM), que hoje é oposição, e uma diminuição das bancadas dos partidos do arco de aliança do candidato ao governo Rui Costa (PT).

ADESISMO - Apesar de o jogo hoje demonstrar claramente quem é oposição e quem é governo, difícil mensurar como ficará a divisão após as eleições. O adesismo na política tem sido uma constante eleição após eleição.

Não custa lembrar que quando Jaques Wagner foi eleito em 2006 levou junto com ele apenas 31 deputados. A oposição era maioria. Ao assumir o mandato, em janeiro de 2007, esse número aumentou. Ele chega ao fim de oito anos com o apoio de 78% dos deputados estaduais. Informações do Bocão News.


luizagolo

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados não conseguiu quórum mínimo para realizar, nesta quarta-feira (1º), a sessão que definiria o futuro político do baiano Luiz Argôlo (SD).

Candidato à reeleição como deputado federal pela Bahia, Argôlo é acusado de quebra de decoro parlamentar por seu envolvimento com o doleiro Alberto Youssef. Com o adiamento da sessão, o postulante se mantém apto a concorrer o pleito do próximo dia 5 de outubro (domingo).


ruisouto

Depois de um início morno, candidatos ao governo do estado no debate da TV Bahia na noite desta terça-feira (30) passaram ao ataque e os governos do DEM e do PT foram novamente os alvos preferenciais. Grandes temas como saúde, educação e segurança apareceram no encontro entre os candidatos, o último antes da eleição de domingo.

Participaram do debate os candidatos Paulo Souto (DEM), Rui Costa (PT), Lídice da Mata (PSB), Marcos Mendes (PSOL) e Rogério da Luz (PRTB). Dois dos blocos tiveram temas sorteados pelo mediado, o jornalista da TV Globo William Waack, e os outros tiveram temas livres. Voltaram a ser discutidos temas como pagamento da URV dos servidores públicos e segurança na Bahia.

No segundo bloco, Souto foi chamado de “testa de ferro” de ACM Neto e ganhou direito de resposta, afirmando ao candidato Marcos Mendes que iria assinar o documento se comprometendo a pagar a URV. Paulo Souto e Rui Costa, embora não tenham trocado questões, se alfinetaram ao longo do debate. Lídice afirmou que os dois usaram o debate como um horário eleitoral e que estão mais preocupados em brigar do que com a população. Informações do Correio24h.


eleitor

Faltando apenas cinco dias para as eleições, que está marcada para o próximo domingo (5), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comunicou que a partir desta última  terça-feira (30) e até 48 horas após o encerramento da votação, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido.

A determinação está no no Código Eleitoral, art. 236, caput. (Lei nº 4.737/1965), salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto. Já a proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 20. No entanto, quem concorre a um cargo eletivo pode ser detido ou preso em caso de flagrante delito.

Ocorrendo eleição no segundo turno para presidente da República ou governador, a ser realizada no dia 26 de outubro, a proibição da prisão de eleitor passa a valer a partir do dia 21 de outubro e também vigora até 48 horas depois do encerramento da votação.

Reportagem iBahia


alernder

Há anos nas redes sociais circulam correntes incentivando o voto nulo como forma de protesto, afirmando que se este alcançar mais de 50% da totalidade dos votos a eleição será anulada. Questiona-se: a afirmação procede? O que representa o voto nulo? E o voto em branco? Vejamos.

No Brasil, diferentemente de outros países, a exemplo dos Estados Unidos, o voto é obrigatório. O eleitor, salvo a hipótese de justificar, é obrigado a ir à seção eleitoral e depositar o seu voto na urna. Assim, mesmo que o eleitor não queira votar, ele é obrigado, por disposição constitucional. Na época em que o voto era em cédula de papel, quem não queria votar depositava a cédula sem marcá-la (voto em branco) ou anulava o voto marcando mais de um candidato, ou nas hipóteses de escrever o número ou o nome, escrevia um que não correspondesse a nenhum dos pleiteantes ao cargo.

A tecnologia avançou e com isso veio a adoção das urnas eletrônicas mantendo as opções de votar nulo e de votar em branco (este dispondo de botão próprio para isso). Mas o que acontece se maioria dos eleitores votarem nulo?

O Código Eleitoral dispõe acerca da nulidade eleitoral da seguinte forma:

Art. 224. Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.

É justamente aí que originou-se a lenda do poder do voto nulo. A nulidade a que refere o artigo 224 é a decorrente de fraude nas eleições e não da maioria dos votos nulos. Ou seja, o voto nulo não tem qualquer efeito sobre a eleição, é protesto meramente retórico sem qualquer alteração prática. O eleitor é obrigado a ir votar, mas ele pode fazer com que seu voto não seja determinante na eleição o anulando.

O voto em branco, por sua vez, é considerado como conformismo do eleitor com qualquer que seja o vencedor. O voto nulo é a manifestação da inconformidade com os candidatos que estão postos. Assim, se o seu protesto é votar nulo ou em branco, saiba que o seu voto mesmo que acompanhado de mais 50% de toda a população não representará mudança em relação aos votos válidos. Estes sim, são os que vão definir a eleição.

Enfim, em um país onde o voto é obrigatório a possibilidade de votar em branco ou nulo é expressão da garantia da liberdade de não ter que escolher, de poder jogar o voto fora. Os votos nulos ou em branco não mudam uma eleição, por maior que seja a quantidade deles.

Por: Alender Rodrigues Brandão Correia, advogado, professor especializado em Metodologia do Ensino Superior, servidor público federal no INSS. Colunista do Blog Itiruçu Online. 


heron

Afastado das eleições deste ano, por ter recusando convites de deputados para ser puxador de votos, o empresário da rede de lojas ‘Dakastro’, Heron Kastro, não afasta sua participação nas eleições de 2016, quando o alvo será o cargo de chefe do executivo municipal.

Em 2010, Heron liderou a campanha de dois deputados, alcançando uma média de 500 votos.  Em conversa com o Blog Itiruçu Online, o empresário destacou que tem o desejo de dá sua parcela de contribuição com o que aprendeu na vida. “A pessoa não é exemplo pelo que demostra ser, mas sim por suas atitudes”, disse.

Para os que acreditam em história de superação, Heron Castro é daqueles que nasceu na roça e seu tornou um dos mais bem sucedidos empresários do interior baiano. Formado em Administração e com diversos cursos, a exemplo de Dinâmica de Grupos.

Nascido na comunidade da Baixa do Meio, em Itiruçu. Trabalhou como diarista, cabeleireiro e vendedor de Picolé, até montar seu primeiro negócio: uma pequena sorveteria; em seguida uma loja de utilidades- Axerofax, no distrito de Upabuçu, aonde morou dos 10 aos 18 anos.  Depois passou transferiu o negocio para a sede do município, de onde iniciou a expansão da Axerofax, criando a Loja Dakstroeletromóveis, hoje a maior do ramo na região.

Enfim, independentemente dos resultados das eleições no domingo, o pleito de 2016 é a que começará logo depois do pleito com suas articulações. A política é como as nuvens: a casa dia tem uma formação diferente: será Heron uma nova opção de voto em 2016?


morto

Um homem foi morto dentro do Presídio de Jequié. O corpo do presidiário foi encontrado no módulo semi 3 com sinais de tortura e espancamento. Segundo informações, existe suspeita de que a vítima teria sido o mandante da morte dos irmãos Habacuque e Leidson, assassinados a tiros na noite de segunda feira na quadra do Inocoop, no bairro jequiezinho ( Leia aqui sobre).

Existe ainda, a suspeita que ele tenha sido torturado durante a  madruga, não resistindo aos ferimentos e morreu. O presidiário morto foi identificado como sendo Yure de Oliveira Cardoso, que cumpria pena por vários crimes.

As informações são do Blog Junior Mascote.


palosouto

O candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, demonstrou mais uma vez preocupação com o semiárido baiano e apresentou propostas para desenvolver essa região. “É preciso criar um sistema produtivo apropriado às condições do semiárido, além de um programa de combate à desertificação, que é uma realidade que precisa ser combatida”, afirmou.

Paulo Souto ressaltou a necessidade de o governo federal participar ativamente de um grande programa de desenvolvimento do semiárido, com duração de, ao menos, 10 anos. “É preciso um plano de longa duração, que ultrapasse os governos, para um trabalho efetivo de transformação na infraestrutura do semiárido. Os estados e municípios sozinhos não têm condições de realizar isso”, disse, lembrando o esforço que fez pelos sertanejos quando foi governador.

O candidato democrata disse ainda que pretende instituir o novo Cabra Forte, caso eleito. “O programa vai investir na área de educação e de culturas apropriadas, como a pecuária, instituindo também de um programa de regeneração de nossa vegetação de caatinga”.


jaguar

A menos de seis dias das eleições estaduais, a confiança dos puxadores de votos cresce diante da expectativa da vitória de seus candidatos no próximo domingo 05 de Outubro.  As bancas de apostas estão a todo vapor. Na Bahia, três principais nomes disputam o governo baiano, são eles: o ex-governador Paulo Souto do DEM-25, que tenta um terceiro mandato; Lídice da Mata do PSB-40, primeiro mandato e Rui Costa, candidato do PT-13, que também busca um primeiro mandato.

O atual prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli do PP, é o principal puxador de votos nos 20 municípios do Vale Jiquiriçá para o candidato do PT, Rui Costa.  Não só pelo grande número de votantes no maior município do território, mas por ser ele um aliado de carteira assinada do candidato a vice-governador na chapa petista, João Leão: liderança que há anos representa Jaguaquara no cenário federal.

O sentimento dos aliados de Rui é de vitória ainda no primeiro turno das eleições.  Foi o que demonstrou o prefeito de Jaguaquara em uma entrevista para o Blog Itiruçu Online, durante a realização da II Agrijaguar.

-A vitória de Rui no primeiro turno é inevitável! Eu só preciso saber se a oposição vai querer  uma pancada só, ou se vai querer sofrer no segundo turno.   Aquela farromba, uma festa que foi anunciada há 60 dias atrás, através do grupo deste Blog no Whatsapp, onde até dei  meu depoimento, vejo que tudo caiu por terra. O candidato é muito fraco. O concorrente Paulo Souto não disse pra que veio. Passou pela governadoria e, infelizmente, quando ele deixou o  governo a Bahia era um caos. Minha esperança é que Rui venha mudar e dá continuidade a tudo que o governo de Jaques Wagner tem feito pelos baianos. Hoje tenho Rui Costa como um grande amigo e parceiro que estar nos ajudando incondicionalmente nessa luta diária para tornar Jaguaquara a ‘Rainha’ do Vale Jiquiriçá-, disse Giuliano.

agrijar (35)

Indagado sobre a situação que a política lhe propagou: fazer campanha para o mesmo governador e presidente de um inimigo político na esfera municipal, ou seja, mesmos candidatos do petista Ricardo Leal, adversário nas últimas eleições. O prefeito disse:

-Agora é o momento de deixarmos de lado todas as diferenças partidárias da campanha de prefeito. Nós temos que focar na campanha de governador e presidente. Por essas campanhas eu passei por cima do orgulho. Ricardo é um amigo de Rui Costa assim como eu também sou. O comprometimento de Rui Costa perante o nosso povo, nos comícios realizados em Jaguaquara, foi notória em dizer que, ele se elegendo, fará muito por Jaguaquara comigo no poder. A campanha de prefeito virá daqui a dois anos; como eu costumo dizer um ditado popular: sobe na parede quem tem unha maior. Irei lutar pelo meu espaço e Ricardo pelo dele: não vejo isso como um problema. Com a Vitória de Rui, tanto eu como Ricardo, estaremos com amigos no governo. Tenho ainda um grande amigo, que é João Leão, um deputado federal que fez muito por Jaguaquara. Se ele já fez muito como deputado federal, imaginem o que fará na condição de vice-governador? Como foi mencionado em sua pergunta (do blog): Eu sou um dos únicos prefeitos dos 20 municípios do Vale Jiquiriçá que fazendo uma campanha para Rui Costa como se fosse uma campanha para deputado local ou prefeito-, disse Marttinelli.

O prefeito iniciou o mandato sonhando em realizar grandes obras em Jaguaquara. Passaram se um ano e nove meses de governo e poucas obras foram iniciadas. Diante dessa situação, o gestor se postou com confiança e acredita que, a burocracia atrapalha a administração pública. Giuliano justificou, dizendo